terça-feira, 21 de julho de 2009

Não fumei nada fora do normal (mas o que é normal?)

E é nestas alturas que gostaria de ser gajo.


Ontem à hora do almoço, tortura com instintos de malvadez: depilação na face. É que não estão mesmo a ver. Ou melhor, a sentir...


Teve uma vantagem. Como ando há quase cinco meses a engolir as lágrimas para não dar parte de fraca, ontem aproveitei a onda. Chorei até dizer chega. Sempre tive a desculpa das dores.


Hoje, calçado novo. E estarão as outras gajas a pensar: "Pois, calçado novo, estão apertados. Coitada!!"


Coitada a porra!


Quando os comprei devia ter os pés inchados. Resultado: parece que ando com umas galochas. Mas, tudo bem, tenho mais 10 cm. Não sei muito bem para quê. Mas chego mais facilmente à prateleira onde está o café.


Dirão vocês: "Este post está parvo!"


Óptimo. Sai à dona. E demonstra coerência o que hoje em dia é quase impossível.


Mas hoje, com as minhas parvoíces, já provoquei algumas gargalhadas nos outros.


Cá dentro, parece que a depilação continua...mas isso não interessa nada!!!


Mas foi com esta música que.... esqueçam!




6 comentários:

Sadeek disse...

Depilação por dentro!??! Meu Deus....ó jeitosa.....com esta imagem.....não me provocaste sorrisos....medoooo muito medoooooooooo

BEIJOOOOOOOOOOOO

Eu Mesma! disse...

lol!!!!!!!!!!!

Minha nossa .... tu hoje estás um furacão!

NI disse...

Sadeek, eu costumo provocar sensações contraditórias, ahahahahahah

Eu Mesma, acredita, hoje ninguém me segura e não tomei nada, ahahahahah

Beijos

sessaoexperimental disse...

estás mais alta?...ah grande mulher!!! acho que ainda não tinha escrito isto no teu tasco....mais uma vez...ahhh grande mulher!!! ahhah ;)

Missanguita disse...

Sapatos novos!!!!!!!! :D
Desculpa, fiquei logo cega... nem li o resto....

NI disse...

Calvin, acho que querias dizer mulher grande, ahahahahah

Missanguita, calcei hoje uns sapatos novos...pela última vez. Porra, nem na porcaria dos sapatos tenho sorte!!!

Bjs

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso