sábado, 18 de novembro de 2017

O que a vida me ensinou...

Imagem da net

"Adoramos a perfeição, porque não a podemos ter;
repugná-la-íamos se a tivéssemos.
O perfeito é o desumano porque o humano é imperfeito"
Fernando Pessoa
 
 
Andámos toda uma vida à procura do homem/mulher perfeito(a).
 
Exultámos quando parece que, finalmente, o(a) encontrámos.
 
Sofremos quando vimos que esse ser, afinal, é imperfeito. E rejeitámos.
 
E a busca recomeça...
 
E não parámos para pensar que é uma busca inglória.
 
Não parámos para pensar que tal atitude é imperfeita. Porque procurámos algo que nem nós próprios conseguimos ser.
 
A música de hoje só pode ser esta:
 
 
 

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

...

 
Imagem da net
 
 
Eu sei que sou uma pessoa com pouca tolerância à dor.
 
Sei que tenho uma doença genética que ataca as mulheres da minha família que afeta as gengivas pelo que já estou bem habituada a dores de dentes constantes.
 
Mas, digo-vos uma coisa: tirar dentes e colocar uma prótese imediatamente após a extracção é o raio de uma dor que nem vos digo (isto para não falar do bruto inchaço na cara)...
 
Este mês é para esquecer...
 
A música de hoje? Esta (para ouvir bem alto):
 
 


segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Da amizade...como eu a vejo...

Imagem da net


"Amigo é aquele que sabe tudo a seu respeito
e, mesmo assim, ainda gosta de você"
Kim Hubbard


Já afirmei neste espaço inúmeras vezes que não utilizo o termo "amigo(a)" de forma aligeirada. Tenho muitos conhecidos mas amigos...os dedos de uma mão chegam e ainda sobram.

A amizade é algo que tem que ser exercida de forma constante.
 
A amizade não tem um sentido hoje e outro amanhã. Ou há amizade, ou não há. Na amizade dá-se...sem arrependimentos.
 
Não é por acaso que escolhemos como nosso confidente a(o) nossa(o) melhor amiga (o). Porque sabemos que não nos trai. Porque sabemos que não nos vai dizer aquilo que queremos ouvir mas, antes, aquilo que precisámos de ouvir.
 
Não concebo a amizade como um sacrifício, ou como uma simples obrigação. Sou amiga. Tão simples quanto isto. Tudo o que fiz foi pelo simples prazer de me dar.
 
Na verdadeira amizade temos que ter coragem de dizer: dou-te as minhas lágrimas, se me deres o teu sorriso, porque na verdadeira amizade há partilha.
 
Já perdi alguns amigos? Perdi dois.
 
Já me arrependi de me ter entregue a uma amizade?
 
Nunca...
 
A música de hoje foi lançada dois anos depois de eu ter nascido e que me acompanhou até aos meus 21 anos de idade.
 
Nunca passou por aqui. Era uma das que tinha vedado no recanto da minha memória. Mas, algum dia, tinha que emergir das teias de aranha...

domingo, 12 de novembro de 2017

O que a vida me ensinou...


Imagem da net

Seria tão bom, de vez em quando, seguir o nosso coração.  Ser feliz, esquecendo as consequências.
 
Mas, não. É muito mais seguro seguir o que a razão nos manda fazer. O erro é menor. As consequências quase nulas
 
Se pensarmos bem, é isso que distingue a inocência da idade adulta.
 
Passamos a ter medo do coração...
 
E a música só pode ser esta:
 
 

sábado, 11 de novembro de 2017

A "guerra dos pratos"...

 
O maridão, como bom "mouro" que é, está na Casa do Benfica a comemorar o S. Martinho. Bem me tentou convencer a ir mas a "je" tem muita honra de ser do FCP e, obviamente, recusou tal amável convite.
 
Mas isso agora não interessa nada.
 
Mal acabei de fazer as rabanadas enviei uma imagem da rabanadas com a seguinte mensagem: "para veres o que estás a perder".
 
Estava eu descansada a comer a segunda rabanada acabadinha de fazer (ou a terceira, já não sei bem), e recebo uma imagem de castanhas assadas e a mensagem "estás a perder mais do que eu".
 
Como não gosto de perder nem a feijões, tratei logo de assar castanhas e mandar a imagem com a mensagem "agora, quem está a perder?".
 
Agora só faltava ele mandar uma imagem de cozido à portuguesa ou de arroz de cabidela que são os meus pratos favoritos. É que fico sem saber como responder...
 
 

...


Ainda é cedo?

Quero lá saber...

Para ver se me animo,  o fim-de-semana vai ser passado a fazer a árvore de natal, o presépio e umas rabanadas que este corpinho não vive de ar e vento.
 
A fazer-me companhia vou ter este "menino":
 
 

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Não se morre da doença, morre-se da cura...


Imagem da net



Eis o principal motivo pelo qual não gosto de ir ao médico.
 
São tantos medicamentos que tenho que tomar que já preciso de escrever num papel as horas e os comprimidos que tenho que tomar.
 
Eu sei que já passei o meio século de vida mas não exageremos...

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Querem lá ver...


Imagem da net
 
Que foi preciso chegar aos 52 anos de vida para saber que não é possível existir amizade entre um homem e uma mulher?
 
Mas andei enganada todo este tempo?
 
Chega-me uma mão para contar os meus verdadeiros amigos. E a maioria é do sexo masculino.
 
Mas depois de ler os comentários de alguns dos seguidores do "Shiuuuu..." a este "segredo", cheguei à conclusão que os ilustres comentadores só admitem entre pessoas de sexo diferente as ditas "amizades coloridas".
 
Ora, se eu nunca tive nenhuma amizade colorida, tal significa que....nunca tive amigos?!
 
Fosga-se...com esta não contava!
 
O que vale é que há músicas como esta...
 
 

terça-feira, 7 de novembro de 2017

O verdadeiro som da alma ...

Imagem da net

"Ao contrário do prazer, a dor não tem máscara."
Óscar Wilde

 
Lamento imenso meu querido Óscar Wilde mas estás redondamente enganado. A não ser que estejas a falar apenas da dor física, porque quanto a "outras dores", acredita, estou a ficar uma verdadeira perita em esconder o que sinto.
 
E quando chego a casa, quando, finalmente, me refugio no meu eu, posso dizer com alguma satisfação: Ni, missão cumprida.
 
A música?  Só pode ser esta, porque a máscara, mesmo que ninguém consiga ver, não é o som da minha alma.
 
 

domingo, 5 de novembro de 2017

Pensamento do dia...

Imagem da net


"Não são os opostos que se atraem, são as diferenças que se completam."
Anónimo

Porque são as diferenças que nos tornam verdadeiramente importantes...para alguém...

A música de hoje? Tem que ser esta:


quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Porque hoje me apetece dizer isto...

 
Imagem da net


Torna-se cada vez mais difícil acreditar nas palavras...

A música só podia ser esta:
 
 

Ai os feriados...


Se me perguntarem qual é o mal de estar sozinha num feriado direi...doçaria a mais.

Só esta manhã fiz bolachas de limão, jesuítas e bolinhos de canelas.

Neste momento de pausa estou a matutar que doces vou fazer da parte da tarde!

 
 
Fiquem com a música que estou a ouvir neste momento:
 

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Porque hoje me apetece dizer isto...


Imagem da net
 
 
Sim, esta mensagem é para ti.
 
Deixa-me contar outro segredo: já levei tantas pancadas na vida que não é mais uma que me derrota.
 
Mas, afinal, o que pretendias? Humilhar-me? Ou será que pensavas que ia dizer umas verdades que já alguém te devia ter dito?
 
Confesso-te o terceiro e meu último segredo: a minha indiferença é a melhor resposta porque, ao contrário de ti, não preciso de vassalagem de ninguém, nem, tampouco de ser prepotente. Porque estou segura do que sei e tenho a humildade para enfrentar o que não sei.
 
Ouve esta música e mete-te com alguém que partilhe dos teus princípios e valores. Os meus valores e princípios são outros.
 
 

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

...

Imagem da net

"Tu és mesmo assim, a lírica sonhadora da família, sempre a acreditar no belo das coisas e das pessoas, e eternamente na expectativa que o mundo sofra a tal metamorfose que tu desejas."
Inês de Albuquerque (in remoinho de emoções de Marisa Martins)


A música de hoje nunca passou por aqui e terá sido aquela que mais vezes ouvi na minha adolescência...
 
Tenham uma grande semana!
 
 
 
 
 

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso