segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

...


 
Adeus Dolores.
 
Em 2011 quando todos rumavam ao Cabedelo para ver e ouvir o Mika, eu estava presente para te ouvir cantar esta música no Marés Vivas...

sábado, 13 de janeiro de 2018

...

Imagem da net


Esta semana, durante uma conversa em que se falava de amizades e afins, perguntaram-me como é que eu lidava com as perdas.

Sendo eu, assumidamente, uma pessoa de afectos, todo o meu crescimento enquanto ser humano assentou essencialmente nas ligações afectivas.

Daí que a família e os amigos tenham assumido um lugar preponderante na minha vida.

Desde muito cedo aprendi, igualmente, a lidar com a perdas. A fazer o "meu luto"!

É óbvio que cada processo de luto varia de pessoa para pessoa, os comportamentos que assume ao longo desse processo resultam da sua personalidade, da sua cultura, das suas emoções, do significado que a perda assume para ela.

Nunca fiz o luto da forma que é assumida pela generalidade das pessoas.

Sempre que sofri uma perda não chorei. Embrenhei-me no trabalho.

E comigo resulta. Foi a forma que encontrei de não ficar amarrada ao passado e avançar um dia de cada vez.

E se o tema é "perdas" a música só pode ser esta:



sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

O sonho ...



Imagem da net


" Tomei a decisão de fingir que todas as coisas que até então haviam entrado na minha mente não eram mais verdadeiras do que as ilusões dos meus sonhos"
Descartes


Ao fim de trinta anos consegui atingir um objetivo pelo qual sempre lutei.

O curioso é que no dia em que o atingi assolou-me um sentimento agridoce porque já não tenho comigo algumas das pessoas com quem fazia questão de partilhar tal conquista. Umas porque a vida seguiu o seu círculo normal e outras porque assim o quiseram.

Mas senti falta de todos eles e dei por mim a fingir que partilhavam comigo.

Porque a vida também se faz de sonhos...



sábado, 30 de dezembro de 2017

...


 
Desde o dia 24 que estou...de cama.
 
Pois, tenho a mania que mando mais que o meu corpo e desta vez ele disse basta. E está a castigar-me forte e feio que é para ver se eu aprendo, pelo que tenho mais alguns dias pela frente.
 
Mas isso agora não interessa nada (porque, de facto, não interessa, muito menos a quem pensamos que pode interessar).
 
Mas não podia deixar de desejar a todos um 2018 cheio de esperança e, já agora, tentem ser felizes.
 
Eu voltarei...acho eu!

sábado, 23 de dezembro de 2017

Enquanto estou nos preparativos...

Imagem da net

Para o dia que se avizinha, vou recordando Natais passados com um sorriso e uma enorme saudade dos momentos únicos.
 
Hoje, resta-me olhar para o telemóvel à espera de ver a face linda da minha filhota mais velha e as mensagens dos amigos que me abraçam....
 
E, claro está, vou ouvindo estes meninos... porque parte da nossa luta diária é encontrar o caminho para a nossa casa...
 
 

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Baú das Recordações...

 
 
Imaginem uma catraia de 14 anos a ouvir a música de hoje e a chorar lágrimas de crocodilo por uma paixão assolapada.

É nesta altura que me sinto velha como o caraças.
 
Valha-me Santa Engrácia...
 
 
 

Para todos...


Ainda volto antes do Natal, mas aqui fica o meu desejo para todos vós.

E, já agora, cuidem bem das pessoas que amam...
 
A música é esta.

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

...



Apesar do que tem acontecido nos últimos tempos, estou a fazer um esforço para tentar viver a magia do Natal.
 
Durante a maior parte da minha vida, Natal significava ter a família e os amigos juntos. Era sempre um grupo de 18 a 22 pessoas.
 
Nos últimos quatro anos temos sido três ou quatro pessoas. Este ano seremos três pois a filhota mais velha fica retida em terras de sua Majestade.
 
Daí que, a magia costuma chegar uns dias mais tarde. No dia de Reis.
 
Dia em que aqueles, apesar de todas as vicissitudes dos últimos quatro anos, se mantiveram ao meu lado. Os meus Amigos.
 
Sei que nesse dia sou verdadeiramente feliz pois tenho à minha volta "todas" as pessoas que eu amo.
 
Nesse dia faltarão dois Amigos (um que faleceu este ano e outro que nunca esteve presente mas que incluo neste circulo restrito). Estarão em espírito.
 
Nesse dia seremos oito à mesa e dois em espírito. Nessa altura, revivo a magia do Natal.
 
A música de hoje? É esta (dedico ao H. de quem me despedi hoje)...
 
 

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Porque hoje só me apetece dizer isto...



Porque há aqueles dias em que apenas ansiámos por um ombro amigo.
 
Porque há aqueles dias em que nos sentimos verdadeiramente sós, mesmo rodeados de muita gente.
 
Porque há dias em que apenas...queremos fugir...para bem longe...


 "Só hoje senti
Que o rumo a seguir
Levava pra longe
Senti que este chão
Já não tinha espaço
Pra tudo o que foge
Não sei o motivo pra ir
Só sei que não posso ficar
Não sei o que vem a seguir
Mas quero procurar

E hoje deixei
De tentar erguer
Os planos de sempre
Aqueles que são
Pra outro amanhã
Que há-de ser diferente
Não quero levar o que dei
Talvez nem sequer o que é meu
É que hoje parece bastar
Um pouco de céu
Um pouco de céu

Só hoje esperei
Já sem desespero
Que a noite caísse
Nenhuma palavra
Foi hoje diferente
Do que já se disse
E há qualquer coisa a nascer
Bem dentro no fundo de mim
E há uma força a vencer
Qualquer outro fim

Não quero levar o que dei
Talvez nem sequer o que é meu
É que hoje parece bastar
Um pouco de céu"
 
 

E a tradição continua...


 
Estou a trabalhar e o telefone toca para me avisarem que um dos meus Colegas de trabalho tinha sido encontrado morto.
 
Ainda na sexta-feira, estivemos a falar quando cheguei ao trabalho. Eramos ambos madrugadores e geralmente era o primeiro sorriso que eu via quando chegava ao trabalho.
 
Ainda não consigo acreditar. A sério, a vida é tão injusta!!!
 
H., vou sentir a tua falta.

Fosga-se, estou mesmo a precisar de uma boa notícia. Este ano nunca mais chega ao fim...

Pensamento do dia...



Imagem da net

 
 
"Confia no teu cão até o último momento,
mas na tua mulher ou no teu marido,
apenas até a primeira ocasião."

Anton Tchekhov
 
 
 
 

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Porcos ou expectativas...

 
Ok. Pedi exemplos de romantismo para me subir a moral, mas...ninguém ligou nenhuma!
 
Errado, houve um menino que bem tentou levantar-me a moral remetendo-me por mail este exemplo de puro romantismo...
 
L, já a minha avozinha dizia: "com amiguinhos destes..."
 
Mas as verdades são para serem ditas e concordo, na íntegra, com esta mensagem:



Mas só por me fazeres rir, (algo que só o Kique e o Ricardo têm conseguido), levas com esta esta música:


E cumpre-se a tradição...



...de perder alguém chegado no mês de Natal!
 
Partiste da forma que desejavas. As tuas feições serenas confirmam isso mesmo.
 
Obrigada pelos  momentos partilhados ao longo dos últimos trinta e dois anos.
 
Acima de tudo, obrigada por teres estado ao meu lado na defesa de valores e princípios como o da solidariedade, o respeito pelas opiniões dos outros e a lealdade.
 
Adeus J.F.

Romantismo...


 
"Não existe amores impossíveis,
e sim pessoas incapazes de lutar por seu grande amor."
(Anónimo)

Meus queridos, hoje preciso que levantem a minha moral (sempre é mais fácil do que levantar a gordurinha acumulada no meu esbelto corpinho).

Vamos lá... Comecem a elencar actos de verdadeiro romantismo.

E se alguém quiser ter um acto de romantismo para comigo...agradecida!

Entretanto, vou fazer de conta que estou a dançar este tema bem agarradinha...



Hoje estou para aqui virada (antes que perguntem, sim, as insónias continuam, mas a boa disposição ainda por cá anda porque é a única hipótese que eu tenho de aguentar a maratona de trabalho que me espera esta semana)!
 


domingo, 17 de dezembro de 2017

Pensamento do dia (ou da noite)...



Imagem da net


Certo. Mas quando uma pessoa leva pancadas sucessivas deixa de haver espaço para a decepção.

Esta noite, a minha companhia são estes meninos...

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso