sábado, 27 de maio de 2017

...

 
 
Imagem da net
 
 
Nos últimos anos, por motivos que agora não interessam, tenho-me dedicado cada vez mais ao trabalho.
 
A minha semana conta-se em poucas palavras.
 
Geralmente chego às 8.15 h. e vou direta à cantina tomar uma boa dose de cafeína, acompanhada de alguns colegas, (somos oito, cinco homens e três mulheres e é a altura em que falámos daquilo que não interessa para nada mas que nos arranca sempre um sorriso).
 
É raro sair do trabalho antes das 20.00 horas, e é raro o dia que não trago trabalho para casa.
 
Ontem a Chefe deu ontem conta que eu tinha 32 dias de férias para gozar e entrou em estado de sítio. Ni Maria, tens que tirar férias, a vida não é só trabalho.
 
Certo! Mas, para mim, com as filhas criadas e as desilusões que levei, continua a ser a melhor forma de nos esquecermos daquilo que perdemos e, de alguma forma, sentir que ainda estamos vivos...
 
Fiquem com uma das músicas que mais gosto de ouvir...
 
 
Tenham um grande fim-de-semana!
 

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Ai o amor...



Imagem da net 
 
O menino chega a casa e mostra todo contente o bilhete para ir assistir ao final da Taça de futebol (pois, mais um domingo em que a menina fica a ver pardais ao ninho).
 
A modos de esfriar os ânimos:
 
- Sabes que vamos fazer 30 anos de casados?
 
- Sei.
 
- Engraçado, todos foram contra o nosso casamento. Quer dizer...todos não!. Nós os dois fomos teimosos e remámos contra a maré...
 
- Deve ser por isso que vamos fazer 30 anos de casados. Somos demasiado teimosos.
 
A sorte dele foi ter dado uma gargalhada e ter tido o cuidado de sair da minha beira!
 
A música? Só pode ser esta:
 

 
 
 

Pensamento do dia...


O pensamento de hoje é da autoria de Raul Minh’alma, jovem escritor de 24 anos que tem pensamentos absolutamente fantásticos...a sua nova obra chama-se " Larga Quem Não Te Agarra ".
 

Imagem da net
 
 
 
Entretanto, fiquem com o menino que vou ouvir ao vivo no Marés Vivas.
 
 

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Porque hoje me apetece dizer isto...



 
 
Quem não quiser...paciência. Nunca impus, não imponho e nunca irei impor a minha presença!!!
 
Até porque tenho uma enorme vantagem. Lido muito bem com a solidão.
 
E a música, só podia ser esta...porque escolhi o Shane Filan para me fazer companhia ao longo do dia hoje. Um dia imperfeito, como eu...
 

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Notas soltas...

 
Nicki Minaj esteve no talk show de Ellen Degeneres e afirmou estar a praticar o celibato. Minha querida, nem imaginas o quanto essa notícia me deixou descansada...
  
Hailey Baldwin escolheu um modelo com um grande racha para desfilar na passadeira vermelha do Festival de Cinema de Cannes, e quase mostrou mais do que era suposto. Sinceramente Hailey, ou mostras, ou não mostras. Não podes deixar os homens nessa ansiedade...
 
Kim Kardashian fez questão de assinalar o terceiro aniversário do casamento com Kanye West. Muitos parabéns, minha querida. Na terça-feira eu faço trinta anos de casada. Uma bagatela comparada contigo!
 
E assim vão as notícias nos nosso jornais on line.
 
Sou só eu, ou há qualquer estranha?
 
Como compensação fica aqui uma das fotos da Nicki Minaj...essa "queriduxa"...

Imagem daqui


Música? Depois destas notícias? Qualquer coisa serve...

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Conclusão óbvia...

Imagem da net


Sei fazer uns jesuítas de comer e chorar por mais.

Quanto a pastéis de nata...Ni Maria estás proibida de voltar a tentar!

Fosga-se, chego a casa às 20.30, faço o jantar e ainda me lembro de fazer natas em vez de estar quietinha.

As insónias têm destas coisas...

Estou agora a magicar que doce vou fazer agora...

domingo, 21 de maio de 2017

Sim, eu sei...



Que esta música é repetida.



Mas depois de ver o meu FCP a jogar só me apetece cantar esta música enquanto danço.
 
Não me perguntem porquê mas esta música faz-me lembrar uma noite em que estava a dançar com a minha querida Djinn...

sábado, 20 de maio de 2017

Quer colo...

Imagem da net


O menino, como tem sido habitual nos últimos anos, está no Bessa a ver o "seu" Benfica.
 
Passatempo do menino? Mandar fotos de jogo de dois em dois minutos.
 
Claro está que quando o Boavista marcou mandei uma das minhas piadas ao que ele respondeu: "Para o ano há mais", com um big smile.
 
Ao que eu respondi: "Para o ano há mais roubos, há... mas este ano temos um quarto vago na nossa casa".
 
 
Não sei porquê, mas o menino há quinze minutos que está caladinho...
 
A música é esta:

 
 

Os signos do zodíaco....



E os desenhos animados....


Eu tinha que ser a amorfa da Bela Adormecida...

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Porque hoje me apetece dizer isto...




Nota:

Post agendado porque à hora da sua publicação estou a participar numa homenagem pública a um Amigo que perdi em Setembro do ano passado. Um Amigo que foi o meu segundo pai... Que me acompanhou durante 35 anos.

Tenham um grande fim-de-semana!

Cinquentona...


Quando fiz 50 anos escrevi:

Quando ainda pertencia ao clã dos quarenta escrevi neste espaço que é nos quarenta que alcançamos a plenitude da nossa inteligência emocional face às relações amorosas.
 
Atingido que está o meio século da minha vida e assumindo que estou mais descrente e, mais cínica ( demorei mais tempo do que seria razoável a deixar de acreditar em Genoveva e Lancelot, ou então, quem sabe, a culpa é do D. Quixote que me fez acreditar que os sonhos comandam a vida), o que muda? 
 
Nada.
 
Continuamos a viver um dia de cada vez. A sentir um dia de cada vez. Sem dependências ou falsas quimeras. Sem julgar. Sem criar expectativas imensuráveis.
 
Sem pretender que nos amem...porque sim.

Mas que nos amem por aquilo que somos. Porque se identificam connosco. Porque somos "aquela".

Porque vemos o amor como algo sereno.

Porque temos consciência de que a vida pode terminar de repente e que não vale de nada adiar os afectos.

Sabemos, apenas e tão só, que devemos encarar aquilo que sentimos com toda a serenidade e viver as emoções, intensamente, um dia de cada vez.


Em noite de insónias comecei a pensar o que mudou nestes dois anos.
 
Bom, confesso, mais brancas, mais rugas, mais... não é para falar aqui...
 
O que muda?
 
É verdade que começamos a ver a vida a correr rápido de mais e começamos a ficar sem forças de a acompanhar...
 
Reforça-se o sentimento de que a vida é para viver um dia de cada vez e não se deve esperar muito dela. É lenta a dar mas rápida a tirar...

 
A música é esta:
 

  
 

quinta-feira, 18 de maio de 2017

A carta...

 
 
A gaja sai do trabalho às 20.00 h. São cerca de 30 minutos de viagem até casa.
 
Entra no carro e o menino lembra-se que antes de ir para casa tem que entregar em mão uma carta qualquer necessitando de fazer um desvio de cerca 10 Kms.
 
Imagem da net
 
 
A gaja barafusta, cansada após 10 horas de trabalho.
 
Que ainda tem que fazer o jantar ... Que não tem jeito nenhum.... Que assim nem às 10 da noite começa a jantar....
 
O menino amua. A gaja chega a casa e começa logo a trabalhar a 100 à hora para ter o jantar pronto o mais rápido possível.
 
Chama para a mesa o menino. Mas onde é que ele está? A gaja nem precisa de pensar muito. Foi entregar a famosa carta.
 
Foi fazer 40 Kms para entregar uma carta? Perguntam vocês. Não, responde a gaja.
 
Foi entregar a carta para chatear a gaja.
 
Ah, o jantar foi servido às 10 da noite!
 
A música de hoje? Bem pode ser esta:


quarta-feira, 17 de maio de 2017

Fosga-se III (ou vá-se lá entender os astrólogos...)


Imagem da net


Como é que uma gaja consegue descobrir como vai ser o seu dia se os próprios astrólogos não se entendem?

É por isso que o meu signo são dois peixes andarem em sentido contrário. E não andam aos trambolhões porque nem imaginam o que aqueles senhores dizem deles.

O Paulo Cardoso diz que hoje será mais fácil pedir e dar afecto, porque as trocas emocionais (?!)estarão mais fáceis e espontâneas. Ah, e tenho que afastar da minha mente quaisquer medos ou traumas. Certo. Siga para karaoke.

Mas depois aparece uma tal M. Helena  que no capítulo do amor me manda dar mais atenção aos amigos que podem sentir a minha falta. Oh, D. Maria, garanto que eles é que fogem de mim. Que quer?  Que vá atrás deles? Ainda por cima manda-me tomar um sumo de laranja para afastar gripes. Obrigadinha pelo conselho. Quanto ao dinheiro diz que posso concluir um projeto. Espero bem que sim. estou farta do raio do processo disciplinar.


Já a Maya no capítulo do amor diz para eu evitar trazer assuntos do passado e não mexer em feridas. Mi madre, em que é que ficámos? Vou atrás dos ditos cujos ou fujo deles? Na saúde diz que tenho que proteger a minha pele pois estou muito sensível... Ai, devo estar toda podre! 

Como se tal não bastasse, vem um Miguel Sousa dizer que os outros não sabem o que dizem e que eu, peixinhos com muito orgulho, no amor atravesso um período para início, relançamento ou consolidação de relações amorosas. Até diz que fui vencida pela seta do Cupido, imaginem... Vai ser um forrobodó... O problema vai ser com o trabalho. Afinal não vou concluir nada porque os meus pensamentos não estão de forma alguma orientados no sentido do trabalho. Certo. Concordo. Ah, e afinal não estou podre porque em termos de saúde não podia estar melhor...
 
A música de hoje? Vamos até 1981. Esta foi uma das minhas preferidas desse ano.

...



O telemóvel dá um toque.

Um Colega manda uma mensagem: "PF está internado. Cancro no pâncreas."

Fosga-se, foi pai há dois anos....

Eu não aguento perder mais ninguém este ano...

terça-feira, 16 de maio de 2017

Fosga-se...



E anda esta menina a escrever um relatório final de um processo disciplinar há uma semana, a fazer noitadas porque durante o dia são reuniões e afins, e não vê um fim à vista.
 
Hoje vai ser nova noitada...
 
Confesso, já não tenho idade para estas noitadas, pelo menos para este tipo...

A música, bom eu continuo com a mesma mas ouçam lá esta (talvez a música que mandámos para a eurovisão com a qual mais me identifiquei ).

Vou tomar um café. Divirtam-se...

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Tenho para mim...



Que há pessoas que aplicam mal os conceitos e confundem significados.
 
Mas é só um desabafo depois de ver alguns comentários num outro blogue.
 
A música? Desculpem lá qualquer coisinha mas continuo com os ELO e o tema Midnight Blue.
 
O violino e os violoncelos deixam-me meia amalucada. Aliás, hoje não estou bem amalucada. Eu diria que estou... 
 
É melhor remeter-me ao silêncio...
 

Aditamento: Detesto quando alguém entende as minhas "entrelinhas"... :)

domingo, 14 de maio de 2017

...

 
 
"Se um dia alguém perguntar por mim
Diz que vivi para te amar
Antes de ti, só existi
Cansado e sem nada para dar

Meu bem, ouve as minhas preces
Peço que regresses, que me voltes a querer
Eu sei que não se ama sozinho
Talvez devagarinho possas voltar a aprender
 
Meu bem, ouve as minhas preces
Peço que regresses, que me voltes a querer
Eu sei que não se ama sozinho
Talvez devagarinho possas voltar a aprender
Se o teu coração não quiser ceder
Não sentir paixão, não quiser sofrer
Sem fazer planos do que virá depois
O meu coração pode amar pelos dois
"
 
Luísa Sobral
 
 
Faz-me lembrar aqueles amores impossíveis...
 
Agora, juntem a música...depois os arranjos.
 
Finalmente, a voz triste, mas com esperança disfarçada...
 
 
 
 
 

sexta-feira, 12 de maio de 2017

....



Como tem vindo a ser habitual desde que a minha vida deu uma enorme volta, os meus fins-de-semana resumem-se a ir trabalhar, a ficar em casa ou ir para casa dos poucos amigos que ficaram.
 
Esta semana é em casa desses amigos. Mas como gostamos pouco de trabalhar... é isso mesmo que estamos a fazer.
 
Vou ouvindo a música do post anterior (em modo repeat), enquanto faço um relatório de um processo disciplinar (que rica sorte)!
 
Pausa para um café e para viajar até aos vossos blogues.
 
A música? A do post anterior (acabei de confessar à minha amiga que quero esta música a tocar quando for desta para melhor).

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Quando uma imagem vale mil palavras...



Imagem de Avinash Lodhi (fotógrafo indiano) - retirado da net - notícia aqui
 
 
A música de hoje? Um dos meus grupos "fétiche" desde o momento em que a minha primeira paixão assolapada me ofereceu o disco quando fiz 14 anos (e não gozem, foi uma paixão que durou até aos 18 anos...fosga-se...)
 


I see the lonely road that leads so far away,
 
I see the distant lights that left behind the day
But what I see is so much more than I can say
And I see you in midnight blue.

I see you cryin' now you've found a lot of pain,
And what you're searchin' for can never be the same,
But what's the difference cos' they say what's in a name.
And I see you in midnight blue.

I will love you tonight,and I will stay
By your side, lovin' you, I'm feelin' midnight blue.
I see you standing there far out along tha way,
I want to touch you but the night becomes the day,
I count the words that I am never gonna say
And I see you in midnight blue.

Can't you feel the love that I'm offering you,
Can't you see how it's meant to be,
Can't you hear the words that I'm saying to you,
Can't you believe like I believe,
It's only one and one it's true
Still I see you in midnight blue.
I see beautiful days and I feel beautiful ways
Of loving you,everything's in midnight blue.
 
 
Adenda às 22 e qualquer coisa: A cantar esta música aos berros porque estou com um tau do caraças....pior do que o temporal que está lá fora...
 
 

terça-feira, 9 de maio de 2017

Salvador Sobral...


Quem passa por este estaminé sabe o quanto gosto de música. Quase todos os textos são acompanhados com uma música.
 
Não me perguntem porque razão gosto do tema que o Salvador Sobral leva à Eurovisão.
 
O poema? A música? Os arranjos? A voz? A interpretação?
 
Sei que fico com "pele de galinha". Sei que fecho os olhos e vejo páginas da minha vida a percorrer os caminhos da memória. Sei que me sinto....feliz!
 
Obrigado Salvador.
 

domingo, 7 de maio de 2017

O que é pior? (Ai FCP o que tu me arranjas...)

Imagem da net


Ver o meu FCP a perder, uma vez mais, o campeonato, ou aturar o bom humor do mouro cá de de casa quando chegar logo à noite de Vila do Conde?

A música que estou a ouvir é esta. Como eu gosto deste grupo...

Dia da Mãe...

 
Foto: AFP Photo/Leo Ramirez (Tirada da net)
 
 
Hoje, a minha homenagem vai para todas as mães heroínas.
 
Para aquelas mães, anónimas, que perderam os seus filhos que se limitaram a acreditar e a lutar por um mundo melhor.
 
Para aquelas mães, anónimas, que ao perder os seus filhos assumiram os seus sonhos como delas e saíram para a rua para lutar, por e em nome deles.
 
Para as mães do Chile, ontem. Para as mães da Venezuela, hoje...
 
A música de hoje só podia ser do Sting (que vou ter o prazer de ver e ouvir no Marés Vivas...)
 
 

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Ok. Tudo bem...eu aguento...

Imagem da net


Às 8.10 h, mais ao menos, chego ao meu "estaminé". Saio por volta das 19.30 h (quem não tem mais nada que fazer, trabalha). São muitas horas mas aguento bem.
 
Agora, o que já não aguento tão bem é, de um lado, estar todo o dia a ouvir máquinas a perfurar terreno que me fazem questionar quando a minha rica secretária vai parar a cerca de 10 metros de profundidade, e, do outro lado, vou ouvindo esta música que acompanha uma aula de zumba no meio da rua. Uma  festança portanto.
 
As insónias não ajudam... e quando dou por mim lá estou a dizer
 
"Pra te ver sorrir eu posso colorir o céu de outra cor,
Eu só quero amar você,
E quando amanhecer eu quero acordar...
Do seu lado."
 
Mi madre...

quarta-feira, 3 de maio de 2017

A sério?


Imagem da net



Esta notícia vem, mais ao menos, com 19 anos de atraso...

E não vem com 28 porque a filhota mais velha era um doce para dormir...


Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso