segunda-feira, 13 de julho de 2009

Espera...



Não deves ter dado conta mas já passaram quatro meses.


Parece-te que passaram a correr? Talvez...


Para mim, não.



O silêncio é desgastante quando se espera por algo que não se sabe se voltará.


O dia é infindável quando se aguarda um olá.


A esperança é moribunda quando a espera é apenas uma espera!


A espera é sempre longa...




8 comentários:

Eu Mesma! disse...

irá existir um dia em que irás deixar de contar esse tempo....

Missanguita disse...

Parecendo que não... o tempo passa... e demasiado depressa...

Lança disse...

pois... beijo!

ianita disse...

Para quem fica, a espera desespera... mas o tempo tudo cura...

Já vivi no contar das horas e dos dias... foi mais de um ano... até que um dia acordei e não me lembrava da última vez que tinha pensado no assunto...

Não esqueci... mas deixei de me lembrar.

Beijos

NI disse...

Eu Mesma, não creio. Nunca esqueço as situações que não ficaram resolvidas.

Missanguita, é verdade.

Lança, pois é :-)

Ianita, como já disse esse princípio não funciona comigo. Infelizmente...

Beijos para todos

Abobrinha disse...

Ni

"Nunca esqueço as situações que não ficaram resolvidas."

... qualquer dia é dia! E é bom que esse dia esteja próximo. Fala a voz da experiência! Num número muito considerável de situações é melhor sair fora a dada altura do que levar tudo até às últimas consequências.

Numa nota mais popular, "quem tira satisfações tira cagalhões". Bruto, mas verdadeiro. E, de novo, fala a voz da experiência.

Chocolate disse...

Não sei que escreva, a verdade é que também eu nunca esqueço situações que ficam mal resolvidas, por mais que tente hà sempre qualquer coisa que as faz voltar à minha mente.
Por outro lado também não sou rancosa e normalmente perdoo com facilidade...

Mas sinto grande alivio quando as situações ficam resolvidas...

Espero que um dia, espero que esse dia chegue brevemente para ti.

Ou por que resolveste, ou porque simplesmente esqueceste que tinhas algo para resolver.

Mts Bjs

NI disse...

Chocolate, esquecer que tinha que resolver? Nunca...

Beijos

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso