terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Das amizades coloridas...



A propósito de uma conversa tida esta manhã, (pelo título apercebem-se que as pessoas decidem ter as melhores conversas comigo quando ainda estou com uma valente carga de sono), fui "transportada" a este post escrito pelo meu amigo Francisco.

Passados alguns anos a minha opinião mantém-se.

Ao longo da minha vida sempre tive mais amigos do sexo masculino do que feminino.

Não considero que a amizade seja um empecilho para o sexo mas, para mim, dificilmente seria suficiente.

Para mim torna-se necessário algo mais do que a amizade para uma relação dessa natureza. E não se trata, creio eu, de ser uma "cota", ou antiquada. Também não penso que se trate de uma questão de educação. Trata-se de uma postura de vida, apesar de ter consciência que hoje em dia, de uma maneira geral, as pessoas não têm uma postura tão rígida quanto a minha.

Não sei se esta minha postura resulta do facto de sempre ter assumido o sexo como algo demasiado importante, (e bom, já agora), para ser banalizado. Quiçá, resulte de eu concordar com o pensamento de Jonathan Swift:

"No homem, o desejo gera o amor. Na mulher, o amor gera o desejo."

Agora, uma coisa é a minha opinião e a minha forma de estar na vida. Outra coisa é criticar quem pensa de forma diferente. Mas vou criticar o quê? O facto de alguém não concordar comigo? O facto de alguém ver a vida de forma diferente? Mas que legitimidade tenho eu de criticar?

Cada pessoa vê e viva a vida da forma que melhor entenda. O único limite é a liberdade do outro. Porque é aí que termina a nossa própria liberdade.

E vamos até aos anos 80...





 

10 comentários:

Ana disse...

Na minha opinião, e falando por mim, quando se fala em "amizades coloridas" não se fala propriamente em amizade, no verdadeiro sentido da palavra.
Eu tenho optado por essa forma de estar na vida nos últimos anos mas, na verdade, os meus "amigos coloridos" (confesso que não gosto muito desta expressão) não são exactamente meus amigos. São relacionamentos baseados apenas em atracção, desejo, vontade de passar uns bons momentos com alguém com quem se gosta de estar.
Depois existem os meus amigos, aqueles com quem mantenho uma verdadeira relação de amizade, e sexo está completamente fora desse contexto. Aliás, sempre achei que a mistura das duas coisas não dá bom resultado.

É curioso como eu me identifico muito mais com a primeira parte da frase que aí colocas: "o desejo gera amor".
Em toda a minha vida, não me lembro nunca de ter gostado ou amado alguém sem que antes tivesse existido desejo. Se essa parte física não existir em primeiro lugar, o interesse amoroso simplesmente não surge.

Scarlet_Perry disse...

A amizade definitivamente não é suficiente. Até pq muitas vezes a amizade inibe um possível desejo.
Adorei a imagem! :D
Beijinhos!*

faa disse...

Todas as pessoas têm maneiras próprias de pensar e de seguir a sua vida.
Como ninguém é mais que os outros, acho ridículo as julgarem-se umas às outras.
Podemos aproximarmo-nos mais de certas pessoas por terem uma maneira de viver mais apropriada para a nossa, mas também acho que não se deve por de parte pessoas e amizades porque não segue os nossos padrões.
Infelizmente há muitas pessoas que não percebem isso.
Daí concordar com o que disseste :)

Kruzes Kanhoto disse...

Amizade e sexo não me parece que sejam coisas que se relacionem. Digo eu, mas isso...

A Minha Essência disse...

Bom, essencialemente depende da personalidade e prioridades na vida de cada um. No entanto, eu particularmente, não acho que resulte tal "estado". Até porque em relação aos sentimentos, por mais que se queira, nao conseguimos controlar. Mesmo que até pensemos que sim, o sentimento, consegue sempre levar a sua. Para terminar, penso também que é um jogo por vezes, muito perigoso.

Kiss

Petra disse...

Sem dúvida! Concordo contigo, para haver sexo não basta apenas amizade, é necessário bem mais, e acho inclusive que quando o sexo é demasiadamente banalizado, chega-se a uma certa altura e perde a magia toda.

Tinta Permanente disse...

Penso que as amizades coloridas são sempre passageiras. Nunca são um compromisso devido às diferenças acentuadas entre os dois.
The power of love, grande música.
Beijinhos

Ana Sá disse...

Bem, cada um faz o que quer... mas eu nunca tive e parece-me que não vou ter amigos coloridos. lol

Confuskos disse...

Sou TERMINANTEMENTE contra as dita Amizades Coloridas!

Tenho dito...

Beijinho *

NI disse...

Antes de mais, Kruzes Kanhoto, bem vindo. :)

A todos,

É daqueles temas em que cada um de nós tem a sua própria opinião. Mas, concordemos ou não, em termos de afectos em que, e ao contrário do que muitos defendem, eu entendo que não se pode dividir em "preto" e "branco" mas, também, em inúmeras àreas "cinzentas", o importante é respeitarmos as opções de cada um sendo que o limite é mesmo a liberdade do outro.

Beijos a todos

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso