terça-feira, 2 de março de 2010

Viagem ao passado I



A poucos dias de fazer 45 aninhos, e porque mantenho o meu lado infantil bastante activo, decidi iniciar a comemoração partilhando algumas memórias da minha infância.



Fiquem descansados que não vou escrever as minhas memórias. Seria demasiado fastidioso...



Irei, apenas, partilhar as imagens que retenho no baú da memória. As boas. Porque são essas que vale a pena recordar.



E vamos começar com aquilo que eu costumava beber. Ora nem mais.



Naquele tempo ainda não tinha chegado a este belo cantinho (ou não fosse o Salazar avesso a modernices), as "Coca-Cola"; "7 Up" e afins. Tínhamos a água "del cano" (bem mais acessível) ou limonada feita pela mãe ou pela avó.



Mas, em dias de festa, era uma alegria. Tínhamos direito a um sumo especial:



Já andava no liceu quando, finalmente, aparece o salvador de todos aqueles que, como eu, detestavam leite simples. Até aparecer o milagre que a imagem abaixo representa, era a canela que disfarçava o sabor do leite.




Nota: Todas as imagens retiradas daqui

8 comentários:

Imperator disse...

olá

isto de falar em recordações é sempre interessante

uma forma de recordar, com humor, é na Rádio Comercial a caderneta de cromos têm um formato podcast que permite ouvir todos os que já fizeram anteriormente, e também estão no
facebook

também ajuda a recordar estes dois blogs:

- desenhos animados

- queridos anos 80

beijinho provocante

NI disse...

Imperator, eu sei. Ou não fosse eu uma miúda nascida nos anos 60 e que viveu intensamente os anos oitenta.
:)

Aliás, o blogue onde fui "buscar" as fotos já foi focado no programa.

Também vou falar dos desenhos animados que gostava, das colecções que fazia (cromos e postais), enfim...uma verdadeira viagem à infância.

Beijos

Eu Mesma! disse...

eu adorava nesquick.... tao bommmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm

Victor Cardoso disse...

Eu sempre desconfiei de um sumo que na embalagem tinha a foto de um rapazito a soprar no rabo de um cão. Não sei porquê, mas não me parecia nada saudável. heheheheh

Sarraceno disse...

Cara Ni. A propósito de viagens ao passado, nem tudo era mau e Salazar também proporcionava as suas compensações.
Vejam-se se estas não fariam hoje as delícias da malta macho.

frases retiradas de revistas femininas da década de 50 60

Não se deve irritar o homem com ciúmes e dúvidas. (Jornal das moças, 1957)

Se desconfiar da infedilidade do marido, a esposa deve redobrar seu carinho em provas de afecto. (Revista Cláudia, 1962)

A desarrumação numa casa de banho, desperta no marido a vontade de ir tomar banho fora de casa. (Jornal das Moças, 1965)

A mulher deve fazer o marido descansar nas horas vagas. Nada de incomodá-lo com serviços domésticos. (Jornal das Moças, 1959)

Se o seu marido fuma, não arranje zanga pelo simples facto de cair cinzas nos tapetes. Tenha cinzeiros espalhados por toda a casa. ( Jornal das Moças, 1957)

A mulher deve estar ciente que dificilmente um homem pode perdoar a uma mulher que não tenha resistido a experiências pré-nupciais, mostrando que era perfeita e única, exactamente como ele a idealizara. ( Revista Cláudia, 1962)

Mesmo que um homem consiga divertir-se com sua namorada ou noiva, na verdade ele não irá gostar de ver que ela cedeu. ( revista Querida, 1954 )

É fundamental manter sempre a aparência impecável diante do marido. ( Jornal das Moças, 1957 )

E para finalizar, a mais de todas.

O LUGAR DA MULHER É NO LAR. O TRABALHO FORA DE CASA MASCULINIZA. ( Revista Querida, 1955)

CONCLUSÃO ÓBVIA.

JÁ NÃO SE FAZEM MAIS REVISTAS DIDÁTICAS E CARREGADAS DE MORAL E AMOR COMO ANTIGAMENTE.

cumprimentos

NI disse...

Victor, espera que ainda há pior, ahahahahah

Sarraceno, antes de mais, bem vindo a esta sala de estar. Ainda tenho algures o livro com as regras que as mulheres tinham que saber para serem boas mães de família. É óbvio que para os homens era um paraíso, ahahahahah

Sadeek disse...

Acho que o Portas, o Goucha e o Herman também gostavam muito dos refrescos Royal. AHAHAHAAHAH

só uma mulher disse...

Nunca gostei muito dos refrescos da Royal, preferia os de laranja ou limão da avó..

1 beijinho

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso