segunda-feira, 15 de março de 2010

A estrada...



A linha da vida não é uma recta.

Tem curvas largas que nos permitem manter a mesma velocidade, com alguma segurança.

Tem curvas apertadas que nos obrigam a reduzir a velocidade e, por vezes, a calcar a linha contínua e passar para a outra faixa.

Tem bifurcações e cruzamentos que nos obrigam a ser cuidadosos e a olhar para todos os lados.

Tem desvios sem saída que nos obrigam a fazer marcha-atrás.

Tem saídas de emergência que evitam muitas vezes o fim e nos permitem respirar fundo antes de reiniciar a viagem.

Tem saídas que nos levam a locais desconhecidos e que nos ficam na memória pela beleza do desconhecido.

A linha da vida não é uma recta, mas tem um fim.

E, todos nós, ansiamos lá chegar... sem grandes percalços...



"This heart’s up for sale

Yeah, this heart’s on the stand

Mix and match and melt in my mouth

Nothing ever goes quite as planned

You fly north and I’ll sail south



So redevelop product

Redesign this package

Still refuse to reach in your pocket

Everything is temporary written on that sand

Looking for the girl that meets supply with demand

...

Even with a pedigree

(yes I’m date stamped)

Love has no guarantee


That heart’s on display, yes, that heart’s off the rails

A ship in the harbour with wind in it’s sails

Chain up love inside the chain-store girl

Chain up love and exchange it

...


I get sales talk from sales assistants

When all I want to do girl, is lower your resistance

Everything is temporary, written in the sand

Looking for the girl that meets supply with demand


Love has no guarantee

Brings out the woman in me

Even with a pedigree

Love has no guarantee
..."







7 comentários:

Tinta Permanente disse...

E buracos, e crateras...
:)

Eu Mesma! disse...

e as rotunda ni?
eu passo a vida a andar em circulos...

só uma mulher disse...

Não sei se as minhas "pernas", aguentam até ao fim...

JP disse...

«EM!»
Não sabes que quando se conduz não se bebe? Moça teimosa! ;)

JP disse...

«NI»
Não te metas em atalhos... Vive e Saboreia. :)
Uma óptima semana!!
Um beijinho

NI disse...

Tinta, geralmente desvio-me :)

Eu Mesma, sinceramente rapariga...é por isso que nunca sais do sítio, ahahahahahahah

só uma mulher, tens que aguentar. Desistir? Nunca. Podes, de quando em vez, parar na estação de serviço para tomar um café, fumar um cigarro e ganhar forças para continuar a viagem. :)

JP, nunca bebo quando conduzo e, muito menos, me meto em atalhos. Hoje em dia é perigoso, ahahahahah

Beijos a todos

só uma mulher disse...

Vou seguir o teu conselho... ir parando na estação de serviço para tomar um café.. vários.. quems abe as forças regressam

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso