segunda-feira, 19 de abril de 2010

Viver? Ou sobreviver?


"Nós falamos demais,
amamos raramente,
odiamos frequentemente.
Nós bebemos demais,
gastamos sem critérios.
(...)
.

Aprendemos a sobreviver,
mas não a viver;
adicionamos anos à nossa vida
e não vida aos nossos anos.
Fomos e voltamos à Lua,
mas temos dificuldade em cruzar a
rua e encontrar um novo vizinho.

Conquistamos o espaço,
mas não o nosso próprio.

(...)

Estamos na era (...) do homem grande, de carácter pequeno;

lucros acentuados e relações vazias.

Essa é a era de dois empregos,

vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados.

Essa é a era das viagens rápidas,

fraldas e moral descartáveis,

das rapidinhas, dos cérebros ocos e das pílulas 'mágicas'.

Um momento de muita coisa na vitrina e muito pouco na dispensa.

George Carlin


4 comentários:

Sadeek disse...

Cada um leva a coisa à sua maneira Ni. Há quem goste de só "sobreviver"...

BEIJOOOOOOOOOOOOO

Miguel disse...

Não sei quem é este George Carlin mas parece-me um gajo com dois olhos e um cérebro a funcionar...

Infelizmente é assim, sem tirar uma virgula!

beijinho

Eu Mesma! disse...

eis um pensamento cruelmente verdadeiro...

só 1 mulher disse...

É a vida, Ni.. ainda há uns quantos de nós, que tentamos andar na outra direcção.

1 beijinho

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso