quarta-feira, 14 de abril de 2010

Mas que raio...

Alguém me explica o seguinte:



Todas as estatísticas são unânimes nos seguintes dados:


1. Os salários em Lisboa são superiores aos do Porto (para falar em duas capitais de distrito, uma do sul, outra do norte), em cerca de 30%.


2. O Norte é quem mais contribui para a riqueza nacional.


Não me vou por aqui com aquele discurso miserabilista típico dos portugueses de que os de Lisboa ganham muito. Eu é que ganho pouco. Ponto final.


Mas se esta é uma verdade indesmentível, porque raio é que todos os grandes espectáculos têm que se realizar em Lisboa.


Vamos lá ver:


Os de Lisboa ganham mais. Só pagam o bilhete.


Os do Porto ganham, menos. Pagam bilhete e transportes.


Assim, enquanto um lisboeta para ir ver um espectáculo gasta cerca de 30 euros,os "parvos" cá do Porto, se quiserem ter acesso ao mesmo espectáculo, terão que desembolsar no mínimo 70 euros.


Vem tudo isto a propósito da vinda deste menino.




12 comentários:

Miguel disse...

Usando uma frase que não é minha: tudo tretas!

Isso dos salários é uma treta!
Existe uma diferença, claro, mas nas rendas também, no preço das casas também, na comida também...

Aqui é tudo um bocadinho mais alto mas o resultado é semelhante!
Só não vê quem não quer...

Quanto a ao Norte contribuir mais, isso era verdade há 20 ou 30 anos mas os ultimos dados que tenho ouvido (há já alguns anos) não diz isso...

Nos outros paises os grandes concertos/espectaculos também não são na Capital e nas grandes cidades?

Eu gostava de ter ido ver o Moby e foi aí... So what? Acontece.
Por mim podes levar o concerto do menino para aí...
Eu já vou ver a Hannah Montana, por isso...

:p

NI disse...

As casas e a comida são mais baratas no Norte? Depende onde quiseres comprar.

Eu para comprar uma casa que pudesse comprar tive que vir para a aldeia, ahahahahah

Olha que o Norte continua a ser o que mais contribui. Se tens dúvidas vê as últimas estatísticas. Não sou eu que o afirmo.

"Nos outros paises os grandes concertos/espectaculos também não são na Capital e nas grandes cidades?". O problema é que em Portugal só existe uma cidade. Talvez por isso s´a cidade de Lisboa leva mais do PIDDAC que o resto do país. Pois...estamos entendidos!


:)

NI disse...

Esqueci-me de uma coisa. Hanna Montana?Vais ter que me explicar isso melhor, ahahahahah

Miguel disse...

Se é verdade que nunca fui dos que tinham um “odiozinho de estimação” pelo Norte, muitas vezes centralizado na Invicta, também é verdade que sempre me foi indiferente.

Das poucas vezes que fui ao Porto, nunca lhe achei piada. Era uma cidade sombria, cinzenta, escura, apertada, suja… com gente com uma pronúncia bacoca, olhar rude… A Ribeira era um local engraçado mas nada mais… O resto do Norte? Indiferente!

Um dia, aprendi a gostar do Norte...
Talvez à força, obrigado… Talvez devagarinho, para poder entranhar toda a sua beleza, toda a sua particularidade… Talvez de uma forma cheia, intensa, inspirada... Aprendi de tal maneira que quase todos os dias me lembro das saudades que tenho de me meter a caminho... do ritual que era fechar a minha vida aqui e rumar ao Norte! Tal como ainda me lembro de como o coração ficava apertado e chorava na hora do regresso...

Aprendi a olhar de outra forma para a rudeza das suas gentes. É uma rudeza pura, de boa índole, de sangue que corre nas veias, das rugas do trabalho, do olhar do sacrifício acumulado… Aprendi a ouvir a sua voz, a dançar interiormente ao som da melodia daquela pronuncia… Aprendi a sorrir junto, a olhar junto… a estar junto…

Mais do que me irritar, esta situação desgosta-me!
Somos um país demasiado pequeno para estas divisões, elas sim, bacocas.

Ni, de certeza que sabes que, em zonas semelhantes, os preços aqui são mais caros...

O resto...

A resposta à Hannah Montana está no blogue... Andas desatenta!

:p

NI disse...

Miguel, frisei que Lisboa e Porto tinham sido utilizados como duas capitais de distrito. O Norte não é só o Porto. E Portugal não é só Lisboa. Sabias que é mais caro comprar um simples iogurte em Chaves do que em Lisboa ou no Porto? Que os bens de primeira necessidade são mais caros no interior? A não ser, claro está, que seja espanhol.

Tens toda a razão quando afirmas que o País é demasiado pequeno para estas "divisões bacocas". Incompreensível, de facto, que uma única cidade leve mais dinheiro que o resto do País. :)

Nota - Sou suspeita porque há mais de 20 anos que luto pela regionalização, única forma de diminuir as assimetrias face à incapacidade do poder central dedescentralizar (em termos de meios, porque em termos de competências eles lá vão fazendo aos poucos). Quando os portugueses que vivem no interior conseguirem ter um produto per capita próximo dos portugueses que vivem na capital é possível que estas "divisões bacocas" terminem.

Quanto à Hanna Montana, não ando distraída. Ainda não fiz a minha habitual ronda pelos blogues diários :)

Sadeek disse...

Para vos explicar o porquê dessas assimetrias dou-vos três palavrinhas.... IC19 e Ponte 25 de Abril. E mais não digo...queriam tudo o que é bom, não?

Ahhh...e ainda temos aquela coisa em frente ao Colombo....acho que merecíamos qualquer coisinha só por termos de "levar" com aquilo, certo? :D

BEIJOOOOOOOOOOO

NI disse...

Sadeek, convenceste-me.

Fiquem lá com os "mamarrachos".

Ahahahahahah

Beijo

Miguel disse...

Aqui, para saires ou entrares em Lisboa, pagas com a excepção da marginal para Cascais e do IC19, que são o caos total à hora de ponta.

Vocês têm tanta auto-estrada que até me confundia... E tudo de borla!

Compara o que eram Lisboa e Porto há 20 anos e o que são agora. Nós melhorámos um bocadinho mas a diferença no Porto é abismal!

A Capital é a capital e em todo o mundo é tratada como o que é: a capital! Aqui não é diferente.
Mas isso não é só no bom, dando de barato que isso que te referes é bom, o que eu questiono. No mau também é assim.
Os atropelos ao bom senso aqui são mais que muitos. E temos muita gente a viver à conta do estado.
Isso para mim não é Lisboa. São pessoas que vivem à conta do estado, que por acaso estão aqui mas se morassem aí era a mesma coisa. Deviam era obrigá-los a trabalhar...

O que tu falas de Lisboa receber mais dinheiro que o resto do pais não é verdade. Chamas-lhe Lisboa mas essa area estende-se até Setubal, Vila Franca, Loures, Mafra, Sintra, Cascais... Abrange Amadora, Mem Martins... Tem gente que nunca mais acaba!

Mas é verdade que o interior é desfavorecido. E devia ser ao contrario.

Deviam agarrar nas Faculdades e deslocá-las (muitas) para o interior, dar beneficios às fabricas nessas zonas e tomar outras medidas do género...

Issa faria as pessoas quererem deixar de vir para as grandes cidades e procurar o interior... Enfim, não me "calava" e tenho de trabalhar...
O que está mal! Mas a vida é lixada mesmo...

Sadeek disse...

Ahhhh....bem me parecia.....que afinal os desfavorecidos somos nós... :D

Cuca disse...

estes grandes espectáculos são em Lisboa, porque é a capital... Calculo que noutros países também seja assim.
Além disso, é mais justo para todos para os alentejanos e algarvios fazerem, no máximo, 300km, em vez de 600km.
Mas balelas à parte... O MICHAEL BUBLÉ VEM CÁÁÁ!!! :)

só 1 mulher disse...

O Sadeek disse tudo...
;)
Eu já sabia que ele vinha cá!!!
EU VOU, EU VOU... ver o Bublé

1 beijinho

VCosta disse...

Era dividir isto em 3 partes iguais...
Norte já foi de trabalhar... agora está tudo fechado!
Tá é tudo teso aqui para cima!

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso