sexta-feira, 16 de abril de 2010

Arriscam-se a ouvirem o que não querem. Ou será que querem? (Parte II)

7 comentários:

Sadeek disse...

HAHAHAHAHAAHAH.......eu já disse isso.....AHAHAHAHAHAHAAH......

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOO

NI disse...

Olha a novidade :)

só 1 mulher disse...

Parece-me a mim - e estou a generalizar - que quando um homem quer alguma coisa de nós, é-lhes completamente indiferente o que possamos dizer acerca disso... pois o seu objectivo está definido.. até arrisco a dizer, que a dado momento a nossa voz passa a um blá, blá, blá.. seguido de uma mensagem no cérebro deles que os incentiva e diz... não desistas que daqui a pouco ela está convencida...

1 beijinho

Rui da Bica disse...

Os tempos, hoje são outros, mas lembro-me de um tipo, há algumas décadas atrás, que era "directíssimo", sem rodeios e muitas vezes apanhava, no mínimo um valente estalo.
Comentava-se com ele: Ó pá, já deves ter apanhado pela medida grande ! Resposta: Já. Mas também já tenho "comido" muita coisa boa!
.

NI disse...

só uma mulher e Rui, o que já me ri com os vossos comentários.

:)

Sadeek disse...

Não duma forma grosseira...só para esclarecer, sim? :D

Bloguótico disse...

LOOOOL.... quem diz o que quer, ouve o que não gosta! LOOOOL

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso