domingo, 27 de abril de 2014

Porque hoje me apetece dizer isto...


Imagem da net



Há grandes homens que fazem todos os demais
sentirem-se pequenos.

Mas a verdadeira grandeza consiste em fazer
com que todos se sintam grandes.

Charles Dickens

No dia em que terminei a quarta classe os meus pais levaram-me ao Palácio de Cristal no Porto para jantar. Naqueles tempos só se jantava fora em casamentos, baptizados e afins. O dinheiro não dava para "luxos" como jantar fora.

Recordo-me que eu e a minha irmã do meio até tivemos direito a sobremesa. Isso, sim, um verdadeiro luxo só ao alcance de alguns.

No final, imaginem, ainda tive direito a uma prenda.

Agarrei com ansiedade o embrulho castanho com um laço vermelho. Demorei séculos a desembrulhar...como se estivesse a saborear cada pequeno rasgão que ia dando no papel. Afinal, só recebia uma prenda no dia de anos e outra no Natal.

Era um livro. "Grandes Esperanças" de Charles Dickens que guardo religiosamente.

O meu pai olhou para mim e disse:

- "Hoje, quero que retenhas duas coisas: a primeira é que nos orgulhámos de ti. A segunda é um valor que te gostava de transmitir e que está reflectido no livro que te damos. A nobreza de um homem vê-se em duas situações: na maneira como se levanta após uma queda e na forma como trata quem está fragilizado."

Este episódio da minha infância permitiu-me enfrentar o dia de amanhã.

E a música é esta. Gosto de acreditar que o meu pai é o meu Sunshine  que aparece quando as nuvens estão negras...


Nota - Post em modo "copy past"

3 comentários:

S* disse...

Poça. Que bela recordação. :')

Joana Silva disse...

É muito bonito o gesto que os seus pais tiveram para consigo... Muito poucos pais dão importância às palavras "temos orgulho em ti" ou "amamos-te muito", e normalmente dizem "é o teu dever" em vez de frases bonitas...
Isto nos tempos de hoje, no tempo em que concluiu a quarta classe as pessoas ainda eram mais rígidas por isso, só com este pequeno excerto consigo apreciar que os seus pais deveram ser muito cultos!

Sorriso disse...

"A nobreza de um homem vê-se em duas situações: na maneira como se levanta após uma queda e na forma como trata quem está fragilizado."

Que belo ensinamento..Tão verdade!

Continuação de Bom Domingo.:)

Bjsssssss

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso