segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Pois é...




Nos últmos dias são muitos aqueles que têm estado sentados nesta sala de estar a conversar sobre se é possível amar alguém para sempre.

Eu sempre gostei de ter a minha casa cheia de pessoas que se sentem à vontade para ter uma boa conversa.

E como hoje tive um dia bem complicado estou a precisar de me sentar no sofá e apreciar um bom diálogo.

O tema, claro está, não é pacífico ( aliás, diga-se, em abono da verdade, que é um tema recorrente).

Eis o pensamento que vai servir de base à próxima conversa:


"Você pode amar muito uma pessoa e ir para a cama com outra."
Leila Diniz


E, não se esqueçam: em matéria de afectos há muitas zona cinzentas e todas as opiniões são válidas prque não há verdades absolutas.


Boa conversa...




32 comentários:

Eu Mesma! disse...

Ni...
a vida e um conjunto de tons cinzentos...
cabe-nos a nós... dizer quais dessas tonalidades aceitamos...

Abobrinha disse...

Boa conversa com esse tema? Não é melhor cortar na casaca do David Furnish?

Mas digo-te uma coisa: muito sacana justifica muita sacanice com teorias muito elaboradas... mas não deixa de ser um sacana!

JP disse...

Ui! A Abo cortou a direito...

A afirmação "Você pode amar muito uma pessoa e ir para a cama com outra.” é muito lata e pouco explicita. Pode-se julgar que se ama alguém sem ter a devida retribuição e não especifica se se ama a outra com quem se vai para a cama. (isto foi só para confundir)
:)

Cheira-me a falta de bom senso e muita traição.

Beijo

NI disse...

Eu Mesma, gostei da tua frase.

Abobrinha, e o vestido de noiva? :)

JP, só quem não conheça a Abo. E, para aumentar a confusão, aqui vai: ou tem uma relação com quem não ama porque não pode ter quem ama... :)

Sadeek disse...

Ni...os outros amigos vão-me matar mas claro que pode. E Abobrinha...não tem de ser obrigatoriamente uma "sacanice" (só se a outra pessoa descobrir) HAHAHAHAHAHAHA

BEIJOOOOOOOOO

NI disse...

Ahahahahahah


Sadeek, hoje bem que precisava desta gargalhada.

Beijo

Nota - E ninguém te mata que eu não deixo :)

Abobrinha disse...

Sadeek

... para se ser sacana é preciso nível. Quem não o tem não se deve meter nisso!

Não estou só a falar de sexo: estou a falar de muitos outros tons de cinzento (nas palavras da Eu Mesma) em relações que muitos explicam por muita teoria muito elaborada e que se resumem a sacanice ou filhadaputice pura e simples.

E tem outra: não há nada de profundamente errado com ir para a cama com alguém. O truque é o que se faz na cama! E depois, há o sofá, a bancada da cozinha, a parede do hall de entrada, a mesa da cozinha... ... ... é só usar a imaginação e não ser redutor!

Abobrinha disse...

(Ainda assim acho a problemática do David Furnish mais... problemática!)

só uma mulher disse...

Sadeek... pum pum

;)

Assim muito preto no branco.. não era capaz. Se um dia estiver com alguém e me "apetecer" estar com outro homem.. é porque a pessoa com quem estou já era... portanto é altura de repensar o relacionamento.. se perder a cabeça (não me parece, mas ok) a primeira coisa que fazia quando chegasse a casa era contar... e provavelmente terminar tudo ali... não me ía sentir bem comigo, nem com o outro..

1 beijinho

só uma mulher disse...

oops, não respondi..

Se amar uma pessoa, sou incapaz de ir para a cama com outra, é situação que nem se coloca.

1 beijinho

Miguel disse...

Eu Mesma, a vida só é em tons cinzentos para quem quer. As pessoas são livres de tomarem opções, inclusive de tomarem a opção de não tomarem opções...

NI, mas estamos a falar de que tipo de amor? E que tipo de ir para a cama? ;)

Tens de começar a fazer uns posta sem interesse porque isto não me deixa responder em condições...

NI disse...

A todos,

Imaginem a seguinte situação (é mesmo só para complicar):

Há um casal. Ela é infiel (para não ser sempre o homem)e o casamento termina. O homem continua a amar a mulher mas tem que continuar com a sua vida para a frente. Dois anos depois, encontra uma mulher pela qual se sente atraído e a relação vai evoluindo até que termina em casamento. Ele gosta imenso da segunda mulher mas amar? Amar, amar, só consegue sentir isso pela primeira mulher. Não é um caso em que a frase se aplica?

Tentem ler esta frase para além do seu sentido literal.

Estejam à vontade. Eu sou estou mesmo aqui para complicar, ahahahahah

Abobrinha disse...

Ni

... então ele há-de amar quem o traiu? E só se ama um? Acho que estás um bocado baralhada...

NI disse...

Eu? baralhada? Nem pensar.. :)

Basta uma traição para se deixar de amar? Podes não perdoar mas não deixas de amar só porque dizes "ok, a partir de hoje não te amo mais".

Eu acho que se pode amar mais do que uma vez mas olha que há quem entenda que amor é para sempre...
( já estou a imaginar a resposta do Miguel)ahahahahahah

Sadeek disse...

Ni...Não matam não que eu corro mais que eles...HAHAHAHA

Abobrinha...pois com certeza. Estava realmente a ser "curto de vista"...AHHAHA...temos efectivamente muita possibilidade...HAHAHAHA

"Só"...não sejas assim. Que eu não mereço. HAHAHA...e nunca digas nunca... ;)

Ni....temos também outra hipótese. Um casal ama-se. Muito mesmo. Mas um gosta de sexo e outro nem por isso. Mesmo falando não chegam a um consenso. Então o que gosta "dá umas quecas" por fora apenas para matar o desejo (apenas e só). Relação continua feliz, sem chatices, sem discussões. Aceitável? ;)

só uma mulher disse...

Quem é traído, não deixa de amar, pode é não ter a capacidade, ou não querer, estar com alguém que o traiu (ainda que o ame).. eu não deixei logo de amar... fiz tudo o que esteve ao meu alcance (pelo menos acho isso) e enquanto me foi razoável, esperei.. a vida e as atitudes encarregaram-se de fazer com que eu o esquecesse, quase sem dor.. e eu também acho, que ainda que o amor seja para sempre, podemos amar mais do que uma vez sim...

Sadeek.. eu sei, não devia dizer sempre "nunca".. ainda que tenha os meus principios muito bem definidos, pois todos nós temos telhados de vidro..
:-P

1 beijinho

NI disse...

Sadeek, respondo-te com a frase da Eu Mesma: "a vida e um conjunto de tons cinzentos...
cabe-nos a nós... dizer quais dessas tonalidades aceitamos". :)

Não tenho experiência para poder dar uma resposta não titubeante. Que queres? Gosto... ahahahahahahah

só uma mulher, a tua última frase é a minha resposta a muitas das questões que colocam. Tenho os meus princípios e os meus valores pelos quais pauto a minha forma de estar e de ser. Mas dizer "nunca"? Não. Não devo fazer tal afirmação.

Sadeek disse...

"Só"...eu também tenho os meus princípios muito bem definidos. E um deles, que é dos sigo mais religiosamente, é de "não magoar os outros" (pelo menos de forma deliberada) e de não fazer aos outros o que não gostava que me fizessem a mim. Mas o nunca é demasiado definitivo e existem situações que nos podem fazer ter alguma atitude que vai contra esses mesmos príncipios.

Só por isso é que não tenho hábito de usar essa palavra... ;)

BEIJOOOOOOOS

Abobrinha disse...

Ni

Desculpa, mas se não perdoo é porque não amo mesmo. Não amo "apesar de". Se perdoasse avançava porque "apesar de" a relação continuava.

Mas o que me está mesmo a fazer confusão é esse teu amor exclusivo ao primeiro, a um só e primeiro amor. Isso não faz sentido! Então o segundo não pode fazer a pessoa mais plena e mais feliz? E mais amada? O primeiro só foi primeiro por circunstâncias, não por ser melhor que ninguém. Pelo contrário: apesar de ter tido a oportunidade de ser amado, estragou essa oportunidade!

NI disse...

Então não fiques confusa porque eu até defendo que é possível amar mais do que uma vez. Foi apenas um exemplo que trouxe à colação. Se eu defendesse um amor exclusivo ao primeiro e único amor, não me tinha casado:)

só uma mulher disse...

Ni,
Ainda que te entenda, "acho" que há certas coisas que de facto não faria.. ainda que seja humana..

Sadeek,
Bons principios.. fazem boas atitudes...

Ainda que possamos amar mais do que uma vez, e já sei que vão dizer que isto é uma frase feita, o primeiro amor é o que marca mais, penso que por ser a primeira vez que amamos mesmo, que descobrimos o sentimento.. e isso sem dúvida marca..

1 beijinho

Sadeek disse...

Desculpem lá Ni e "Só"...mas essa do primeiro amor ser o mais especial...

Pode acontecer mas não é "lei". Tou com a Abobrinha neste caso...

Ah, e quero apenas dizer que gosto muito de amar. E só não amo mais vezes porque a minha mulher não quer...HAHAAHAHAHAHAHAHAH

NI disse...

só uma mulher, uma vez li um livro que retratava a luta de um juiz que liderava um movimento contra a pena de morte e que, um dia, vê a sua filha ser violada e morta por um amigo. De um momento para o outro, aquele juiz questiona aquilo que sempre acreditou porque, ele próprio, deseja a pena de morte para quem violou e matou a filha.

Li esse livro de Konsalik há mais de 25 anos e, desde então, nunca dei nada como garantido.

Por vezes, há situações que nos transcendem

Costumo dizer que as ideias podem ser sólidas, líquidas e gasosas. Naquilo que considero importante penso que tenho ideias sólidas (consistentes e pelas quais pauto a minha postura). Mas, mesmo o sólido mais forte pode desintegrar-se em bocados.

:)

Beijo

NI disse...

Sadeek, ai o calamandro...

Mas onde é que digo que o primeiro amor é especial?

Eu não disse nada disso.

:)

Sadeek disse...

Pois não....tou a perder o juízo...AHAHAHAH

BEIJOOOOOOOO

só uma mulher disse...

Sadeek,
Eu não disse que era o mais especial, mas o que marca mais, talvez por ser ele o resultado da descoberta do Amor.

Ni,
O que dizes faz todo o sentido.. portanto onde se lê nunca, sff ler dificilmente (que é quase, quase a mesma coisa, mas não tão redutor)..

1 beijinho

NI disse...

Sadeek, só agora? :)

só eu mesma, safo-me bem a dar a volta ao texto, não safo? Ahahahahahah

Beijos

só uma mulher disse...

Muito bem Ni...
Mas entendo a "coisa"

1 beijinho

Sadeek disse...

Só...ó possas....se é o que marca mais...é o mais especial, não? :D

Ni...é a idade....:D

só uma mulher disse...

Não necessáriamente Sadeek.. todos os "amores" puros são especiais..

1 beijinho

Sadeek disse...

Certo. Mas aqui estamos a falar do "mais mais"... ;)

só uma mulher disse...

O que é isso do "mais mais"
:P

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso