segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

O meu verdadeiro "eu"...




Estava para ser um domingo como outro qualquer.
 
Mas não. Ao levantar-me de manhã, eis que um dos músculos das belas costas desta "cota" se lembrou de fazer uma partida e vai daí obriga-me a ficar todo o dia na cama a lançar "raios e coriscos" por me fazer recordar que faltam poucos dias para fazer a bonita idade de 48 aninhos.
 
Passadas uma horas e já cansada de nada fazer, decido ocupar o tempo a fazer uns testes de personalidade de um livro que comprei há poucos dias na FNAC. Geralmente utilizo estes testes nas acções de formação que dou mas de vez em quando dá-me para fazer alguns até para ver se os anos se encarregam de alterar alguns comportamentos.
 
Eis o que os resultados ditaram:
 
 
  • Gosto de fazer amigos, mas não tomo a iniciativa de fazê-los, pois prefiro ser abordada (hum....) ;


  • Utilizo o humor para disfarçar situações constrangedoras; 
 
  • Os outros vêem em mim uma personalidade empolgada, muito volátil e impulsiva, um líder natural, que é rápida para tomar decisões, apesar de nem sempre serem correctas, corajosa e aventureira; 
 
  • As pessoas gostam de estar na minha companhia, (está melhor, mais um bocadinho e sou a mulher perfeita), por causa do entusiasmo e da confiança que transmito;

  • Sou diplomática e meço as palavras antes de soltá-las ao vento e ferir as pessoas (isto é verdade);
 
  • Sou alegre e romântica (olha a novidade), e apego-me às pessoas com facilidade. Não tenho dificuldade em manter os amigos, pois sou muito fiel. Todo mundo gostaria de ter uma amiga como eu: prestativa e disposta a ajudar a qualquer hora do dia ou da noite (pois....). Faço tudo o que posso para ajudar o próximo e às vezes dou-me mal por causa disso (isto é capaz de ser verdade).
Posso dizer que não anda muito longe da verdade.
 
 
 

5 comentários:

O Mesmo Gajo disse...

Normalmente pediria: emprestas-me o livro?

Mas dado o caso peço: arranjas-me as tuas respostas??

:))))))))))

Bjo*

cantinho disse...

Respondi no e-mail, não sei se o recebe(u).

NI disse...

Gajo, quando tiver tempo mando-te os testes. :)

cantinho, não recebi nada.

Beijos

GATA disse...

Eu utilizo o humor para disfarçar situações constrangedoras! É o que salva da loucura!

GATA disse...

ADENDA: também quero fazer estes testes!

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso