quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

E ao fim de 40 anos...

 
 
Senti, de novo, um sismo.
 
Tinha sete anos quando senti o meu primeiro (e até hoje único) sismo. A memória que tenho é de ver o candeeiro da sala da casa dos meus pais não parar quieto. Durante alguns segundos as centenas de peças pequenas em vidro que compunham o candeeiro "dançaram" vertiginosamente.
 
Esta tarde tive mais receio. Não porque o sismo fosse mais forte, (que não foi), mas porque o meu gabinete está situado num edifício que está a... cair aos bocados!!!
 
 
 
Nota - Pelos vistos o sismo teve o seu epicentro em Paredes e teve apenas 3.5 na escala de Richter mas que deu para sentir, lá isso deu.
 
 

5 comentários:

O Mesmo Gajo disse...

Tremelicaste toda!!! :)

Bjo*

Jovem $0nhador@ disse...

Eu também o senti ...

Quase nos "entas" disse...

aqui nada....

S* disse...

Já ouvi dizer que o meu Porto tremeu... brrrrrrrr

Geri disse...

Por aqui também o senti mas nunca me passou pela cabeça que fosse um sismo. Foi tão rápido que nem me deu tempo de ficar a pensar naquilo, só uns minutos mais tarde é que se instalou o caos de gente a dizer o que tinha sido.

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso