quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Como é que se esquece alguém que se ama?



Imagem da net



Eu, como alguém simplista e sem o dom da palavra, costumo dizer - mais para me convencer a mim própria diga-se em abono da verdade - que a melhor forma de tentar esquecer alguém é tentar não esquecer. Contraditório? Talvez nas palavras mas não nos actos.
 
É que tentar esquecer alguém que foi importante na nossa vida é uma tentativa infrutífera de rejeitar uma verdade: ela fez parte da nossa vida.
 
E só quando aceitarmos este facto estaremos preparados para reiniciar a caminhada da vida.
 
Sempre que perco alguém importante na minha vida recordo-me sempre daquela que considero a melhor frase de sempre num filme:
 
 
Ilsa - "E nós?"

Rick - "Nós, sempre teremos Paris".


(Casablanca, de 1942)


E tal como Ilsa diz para o Sam: "Toque uma vez, Sam. Pelos bons velhos tempos." Esta música.



6 comentários:

O Mesmo Gajo disse...

3 sugestões:

-Aceleramos o carro a mais de 150 km/h direito a um muro;

-Damos um tiro nos miolos e fugimos pra Espanha;

-Uma corda forte e uma trave no tecto!

NI disse...

E ao sobreviveres (pelo menos está garantido na 2ª hipótese) vais dar por ti a recordar quem amas.

:)

Nota - Ainda consegues estar pior que eu.

Malena disse...

Não se esquece... Deixa-se ficar o mais fundo possível e espera-se que não nos assombre muitas vezes.

Beijos, Ni!

NI disse...

Pois não Malena. Daí o "tentar esquecer". Resta aceitar e, como dizes, esperar que "não nos assombre muitas vezes".

Beijo

Nota - Mas dava um certo jeito :)

MC disse...

Não se esquece.

Há pessoas que não se esquecem nunca...

NI disse...

MC, concordo.

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso