sexta-feira, 23 de março de 2012

E o que faz uma mulher numa sexta- feira?



Não, meus queridos. A imagem é só para enganar.

Se a pergunta fosse o que uma mulher gosta de fazer numa sexta- feira eu responderia assim: o dia começaria com dois cafés (imprescindível). Depois lá ia a um spa levar com uma bela massagem a quatro mãos pelo corpinho avantajado que a mãe natureza fez o favor de me oferecer. É claro que o cabelo ficaria com um aspecto desgraçado graças aos óleos e afins pelo que teria que ir ao cabeleireiro levar com uma bela massagem no couro cabeludo. Depois era comprar um bilhete para uma sessão de cinema e terminar o dia junto ao mar a ver o pôr-do-sol.

Mas a pergunta foi o que faz uma mulher numa sexta- feira. Certo? E, ainda por cima quando, por acaso, até está em casa porque foi compulsivamente obrigada a tirar um dia de férias.

Eu explico a parte do "compulsivo". A minha mania de gostar de trabalhar faz com que chegue no final do ano com "paletes" de férias por gozar. A pensar em pessoas burras como a "je" a lei veio obrigar a que se goze as férias acumuladas do ano anterior até 31 de Março. Ora eu ainda tinha 12 dias do ano passado pelo que ando a "gozar férias" estilo saltibanco. O engraçado disto tudo é que estando com processos com prazos definidos tenho que trazer o trabalho para casa.

Em conclusão, estou numa sexta-feira em casa a trabalhar. É certo que não tenho horários definidos mas isso também ocorre nos restantes dias.

Assim, a estratégia está montada: arrumar a casa e concluir um relatório. Muito parecido com aquilo que eu gostava de fazer como estão a ver...


Fiquem com um dos temas preferidos porque é-me impossível não sentir a pele ficar arrepiada quando ouço esta letra.

5 comentários:

Tanita disse...

Mas amanhã já é sábado yupiiiiiiiiiiiiii

Utena disse...

Aproveita para descansar e respira

A Minha Essência disse...

E agarrares em ti e ires para uma esplanada, hã? Verás que vens com outro ânimo! ;)

Kiss

NI disse...

Tanita, para mim amanhã será como hoje.

Utena, respirar tem que ser. Descansar já é outra história. :)

Essência, considerando que vivo numa aldeia que não tem transportes públicos, que não tenho carro, que a esplanada mais próxima fica a cerca de 18 Kms, parece que tenho que contentar em vir tomar um café nas traseiras da casa, ahahahahah

Beijos

Eli disse...

Ainda não te disse que gosto muito do teu blogue e que venho cá sempre... por isso, digo hoje que consigo compreender-te tão bem, enquanto te leio.

Sobre a letra da música, conheço e relembra-me outro tempo.

:)

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso