segunda-feira, 19 de março de 2012

Diálogos improváveis...



-Amas-me?

- Não.

- Que alívio!


Improvável? Talvez sim, talvez não. Mais simples? Claro que sim.

E fiquem com uma voz do Norte e que é dona de uma voz fantástica. Há cerca de um mês assisti a um espectáculo que ela, na companhia de outra intérprete, dá todos os dias num espaço em Espinho e só tenho pena que ela não tenha o reconhecimento que merece.

Diana Bastos, porque hoje me apetece gritar e sentir...



" O tempo vai, o tempo vem
Como a verdade e o mar
O mundo dá o que o mundo tem
A liberdade e o luar
E um dia
O céu não nasce azul
Mãos que um pássaro voou
Deixem que esta mão se bata por ti
Já não há razão pra que nada seja assim
Não é a dor que é cruel
É o amor que rasga a pele
Grita, sente, o meu corpo junto ao teu até morrer
Prende, quente, o meu rosto de guerreira e de mulher
Grita, sente, o meu corpo junto ao teu amanhecer
Prende, quente, o meu corpo junto ao teu até morrer
(Grita, sente) de guerreira e de mulher
(Prende, quente) junto ao teu até morrer
(Grita, sente) de guerreira e de mulher
(Prende, quente) junto ao teu até morrer
(Grita, sente) "



ADENDA: O autor do tema interpretado por Diana Bastos é, obviamente, Pedro Abrunhosa


 

8 comentários:

Orquídea Selvagem disse...

Gosto muito da voz da Diana Bastos.
Deixei de a ver nos circuitos mais comerciais e gostei de saber que continuou a sua carreira musical.
Esta música é um ícone da carreira dela e uma ode à mulher.

Obrigada por este momento musical.

Beijinho :)

Confuskos disse...

- Amas-me?

- Não.

- Estás comigo pelo meu dinheiro?

- Não.

- Pelo sexo?

- Não.

- Então porquê?

- Porque da forma como comes, bebes e fumas, sei que ainda hei-de amar, ter bom sexo e o dinheiro já será todo meu nessa altura!! :)


Boa semana amiga! :)

Beijinho*

desejo disse...

Sem palavras.
Belo!

:)

estrela disse...

"que alivio" talvez não seja uma resposta simpática
:(

Eu Mesma! disse...

:)

A Minha Essência disse...

Não podias ter escolhido melhor! ;)

Kiss


P.S.- Fiquei a leste quando citaste lá no RP sobre o teu desafio. Desculpa pela minha falta de atenção.

Geri disse...

A Diana Bastos tem uma voz fabulosa. Era ela que cantava sempre a primeira música nos concertos do Abrunhosa quando ele "apareceu". Esta música dela é fantástica, fez parte de uma época muito especial da minha vida. Bjs

S* disse...

Gostei, gostei mesmo.

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso