segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Apesar...


Do tempo correr inexoravelmente;


Da ironia cínica da vida;


Ainda consigo, enquanto faço um parecer tão aborrecido quanto o tempo que se faz sentir, lançar um sorriso ao ver uma gaivota no parapeito da janela a olhar para mim com cara de poucos amigos porventura por não a deixar entrar...



8 comentários:

PAULO LONTRO disse...

Passam sempre ao nosso lado pequenas ou grandes coisas que nos fazem sorrir.
É necessário no entanto, estarmos com a alma predisposta a isso.

PAULO LONTRO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pinxexa disse...

Enxota essa gaivota, Ni! Elas vêm aqui comer os peixinhos do nosso lago, caramba! xô com elas!
;-)

Tinta Permanente disse...

são os pequenos pormenores...que fazem valer a pena.
Beijinho bonita
:)

NI disse...

Paulo e Tinta, completamente de acordo.

Pinxexa, acho que desta vez a gaivota estava mais interessada em escapar do frio. :-)

Beijos a todos

Francisco o Pensador disse...

As Gaivotas são comestiveis?

:-))))

NI disse...

Amanhã pergunto a uma delas, ahahahahahah

alerts disse...

conch246
flee756
keeper489
fair026
dock471

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso