sábado, 10 de janeiro de 2009

Algo vai mal no mundo dos afectos...

"Ter relações sexuais ou ir jantar fora são actividades que podem ficar para segundo plano quando há uma ligação à rede".

Estas são algumas das conclusões que se retira de uma pesquisa efectuada sobre o acesso à Internet e que se pode ler no Expresso.
"O acesso à Internet é um bem essencial para a maioria dos adultos norte-americanos, revela uma pesquisa realizada pela Harris Interactive. Quase metade das mulheres inquiridas chegou mesmo a afirmar que prefere navegar na web do que manter relações sexuais.

Desde computadores portáteis a telemóveis, 71% dos inquiridos disse achar de elevada importância ter permanentemente algum dispositivo que possibilite o acesso à Internet e 65% chegaram mesmo a afirmar que "não conseguem viver sem a web". A maioria dos entrevistados classifica ainda a Internet como uma ferramenta preponderante no que respeita tanto à gestão de finanças pessoais, como a encontrar descontos e melhores negócios nas compras online.
O estudo, patrocinado pela Intel, conclui também que para os norte-americanos o grau de indispensabilidade da navegação na web pode ser equiparado a ir jantar fora ou ir às compras. E em plena época de crise económica, 87% dos adultos entrevistados disseram que o acesso à Internet os ajudou a economizar dinheiro.Já no que diz respeito ao sexo, o acesso à web foi considerado mais importante por quase metade das mulheres: 46%. Nos inquiridos do sexo masculino o índice foi um pouco menor, com 30% dos homens a afirmarem preferir ficar sem sexo por duas semanas do que ficar sem ter como ver o correio electrónico durante o mesmo período de tempo."
Paula Cosme Pinto

16 comentários:

Cristina disse...

Há coisas que simplesmente não se compreendem...

Beijo e bom resto de fim-de-semana ;)

PAULO LONTRO disse...

Isto poderá querer dizer que 46% das mulheres entrevistadas têm mau sexo assim como 30% dos homens.

NI disse...

Cristina, eu até sou capaz de entender...

Paulo, a contrario sensu, é isso mesmo.

Beijos aos dois

Abobrinha disse...

NI

Estou convencida de que foi a maneira como as perguntas foram feitas. Repara que o teu título é "algo vai mal no mundo dos AFECTOS". Ora afectos significa... afectos, e sexo nem sempre é sinónimo de afecto, mas tão só da satisfação de uma necessidade comparável a comer, beber, dormir ou comunicar. Daí a net!

Não tendo nada a ver, não gosto do teu blogue em preto. Não tem que ver contigo! Muda, pleeeeeeeeeease!

NI disse...

Abobrinha, sinto-me assim. Dá-me um tempo :-)

NI disse...

E com a cor do blogue esqueci-me de fazer uma referência ao teu comentário ao post. Concordo com o teu comentário se encararmos o sexo independentemente dos afectos.

Para muitos, bastará o desejo para ter relações. Para mim, bom, aqui sou cota assumidamente. Não concebo o sexo sem afecto.

Beijos

Abobrinha disse...

NI

Precisamente por te sentires assim! A última coisa que precisas é que to lembrem. É por isso e por RESPEITO à memória dos que me deixam para sempre que o meu luto nunca passa pela roupa: para seguir em frente com um bocadinho menos de dificuldade.

Insisto: tira este preto do fundo. É horrível e não precisas dele!

NI disse...

Hoje preciso...

Abobrinha disse...

Linda

Aceito porque o blogue é teu, mas sob protesto. Beijinhos e coragem.

Mas se eu soubesse, metia este comentário numa caixinha vermelha, só como protesto (mas ainda sou um bocado naba nisto de blogues).

Abobrinha disse...

Mas ficas a saber que a minha camisola é vermelha! ;)

NI disse...

:-)

Não sei se reparaste mas os amigos estão a vermelho.

Abobrinha disse...

NI

Pois, mas... olha, preto a mais mexe-me com os nervos! De qualquer modo, algo está a vermelho. Mas vê lá se mudas a coisa rápido!

Abobrinha disse...

Então? Isto ainda está a preto! Vá, toca a mudar de cor!

Lança disse...

Estás gira! ;D

Pois... eu passo! :)

Tinta Permanente disse...

Mais internet e menos afectos e tb menos sexo! Cada um é livre!

Há uns anos atrás estive sem telemóvel durante um ano e a minha família criticou-me muito. Apesar de ter nessa altura telefona fixo, parecia que era insuficiente.

São novos hábitos, tudo bem. Mas não troco um jantar de amigos ou o ginásio pela internet. Aliás... eu não tenho internet em casa!!!! ehe he he (AZARUTO!!)
E os que reclamam, tenho um atributo: chama-se dedo do meio! LOL

Ouve lá Ni. O ecrã preto cansa-te menos a vista, e consome menos energia. Bjs!

O pensador disse...

As conclusões deste inquérito não me causam qualquer espanto.
A sociedade Portuguesa daqui a 10/15 será seguramente igual.

Sexo para quê? Isso é só para cro-magnons como eu!
No futuro, os hábitos serão cada vez mais "chique de doer" e a moda será tipo "Prazer solitário Online por baixo da secretária"...e irão inventar uma forma de engravidar por fax...ou por mail...sei-lá...

:-)

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso