segunda-feira, 28 de julho de 2008

Oh sua besta, mas alguém se esquece de entrar de férias?

Conhecem alguém que se tenha esquecido que entrava de férias?

Pois passaram a conhecer.

Não é que entrava hoje de férias? E não é que me esqueci?!?!?!?!?

Consequências? Bom, por conveniência de serviço terei que ficar até sexta-feira a trabalhar. Das 3 semanas de férias que tinha, fico com duas. Nada mal...

Não ando mesmo bem...


Adenda às 17.14 :

Como se não bastasse a minha bestialidade, começo a semana a fazer um parecer sobre exumação de cadáveres.

Sozinha neste gabinete, com a minha pinxexa de férias, o talk abandonado, bom, se não der em doida desta vez garanto-vos que não há doença psiquiátrica que me pegue.


Adenda às 19.05:

A esta hora o parecer ainda vai a meio. Conclusão: levo trabalho pela noite dentro.




13 comentários:

Djinn disse...

Massss masss, oh rapariga isso é coisa que se faça!! Oh valham-me as santas todas!!!
Realmente!!:P

O pensador disse...

E depois sou eu que passo por não andar bem...

Ni, felizmente que te conheço porque se um dia ganhar coragem para me tornar empresário vou gostar de ter empregadas como tu...hehehe

Mas olha uma coisa.
Só porque aparecestes por engano no teu local de trabalho o teu "chefe" ou patrão lembrou-se "de repente" que tinha uma conveniência de serviço por preencher até sexta-feira?
E se não aparecesses? Telefonava-te para casa ou a conveniência deixaria de ser tão conveniente?

Ni, ele podia até ter a desculpa de precisar de ti hoje...mas até sexta já não se trata de uma desculpa....está simplesmente a comer-te de Lorpa!

E por tudo aquilo que ele já te fez no passado, se há coisa que ele não merece mesmo é a tua consideração!

Quando é que abres a pestana, nina?

Bjs

NI disse...

Pensador, é que, pelos vistos, não fui a única esquecer-me que entrava de férias hoje pelo que a minha secretária tem processos até dizer chega e com prazos de resposta. Para além de que, a minha vinda hoje, obrigou à alteração do mapa de férias aprovado.

Resultado: Fico com cerca de 20 dias de férias por gozar.

Nota - A minha bestialidade não retira a ideia de que tu também não andas nada bem, eheheheheh.

Bjs

NI disse...

Djinn, acho que nem as santas te valem nesta hora. A verdade é só uma: tens uma amiga doida.

:-)


Bjs

O pensador disse...

Bestialidade???

Espera ai...Bestialidade não é o termo que designa a satisfação sexual com animais sem levar em conta o seu bem-estar...numa equivalência ao estupro humano?

Tudo bem que por vezes no trabalho alguns de nós são tratados que nem animais mas será mesmo necessário chegar-se a tanto?....hihihi

:-))))

NI disse...

Tu hoje estás mesmo numa de me provocar.

:-)

mtheman disse...

uma pessoa que se esquece que devia estar em férias é porque não precisa delas :P

eu ando a contar os dias para as férias de um ano para o outro... se me esquecesse de ir trabalhar é que era normal :P

NI disse...

Mtheman, acredita, nunca precisei tanto de férias como agora.

:-)

Anuska disse...

lololol oh miga, como foste esquecer que entravas de férias??? isso é que é um sinal de que bem precisas delas!!

E não te bastava ires trabalhar quando devias era ir para a praia que ainda fazes serão...

Precisas MESMO de férias :)))
Bjokas

Sadeek disse...

Ni...óleo de figado de bacalhau...muito...mas não naquelas cápsulas...é mesmo do puro....

ARGHHHHHHHHHHHHHHHHHH.......

BEIJOOOOOOOOOOOOOOO

NI disse...

Anuska, tens toda a razão.

Sadeek, nem com óleo de fígado de bacalhau vou lá. Pelo acabei o parecer. Só faltam mais 11.

Beijos

Cristina disse...

N I N G U É M se esquece de ir de férias, amiga!!! Sabes do que precisas?! Férias... vai descansar, mulher!!

Beijoooosss

NI disse...

Cristina, vai ser difícil.

:-)

Estou em maré de insónias.

Mas que preciso de férias, ai isso preciso.

E em Setembro ou Outubro, já decidi: vou passar 4/5 dias sózinha a qualquer lado. Foi uma promessa que fiz hoje a mim mesma.

Beijos

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso