terça-feira, 8 de julho de 2008

Esta é para ti minha Amiga


Quando o amor bate à tua porte, segue-o,
mesmo que o caminho seja tortuoso e difícil

Khalil Gibran


Desencontros - Rita Guerra & Beto

10 comentários:

Anuska disse...

Muito gira a imagem!!!
Bjs

Djinn disse...

Amiga, estou sem palavras, só posso dizer que foi um enorme prazer ter-te conhecido pessoalmente...

Maktub...

titofarpas disse...

Passei por aqui e adorei o blog.
Muitos parabéns e felicidades

Victor Cardoso disse...

O amor não tem culpa que mores longe como o caraças....

NI disse...

Anuska, obrigado.

Djinn, que dizer quando as palavras são supérfluas? Maktub...

Titofarpas, obrigado pela tua visita e pelo teu comentário. Serás sempre bem vindo.

Victor, o mesmo posso dizer de ti, certo? :-))

Beijos para todos

O pensador disse...

Nina, e se a nossa mulher estiver em casa quando ele bater a nossa porta, como é que consigo disfarçar o caso?

Sigo-o na mesma?

:-))))

Djinn disse...

NI: Acrescento algo. Como sabes quando o amor bateu não hesitei em terminar uma relação de 18 anos...e partir para uma nova vida...
Era incapaz de viver uma mentira por comodismo...
Tu ajudaste-me a ver outras coisas que ainda não havia descoberto.
Por isso...bem hajas!

NI disse...

Pensador, deves pensar que eu sou algum Prof. Makumba, eheheheheheh. Sei lá.

Djinn, já te disse, sobrevalorizas-me. Mas se, de alguma forma, ajudei fico feliz porque tu mereces.

Bjs aos dois

mtheman disse...

ni, és a mulher dos mil ofícios... ajudaste a djinn a ver... também és oftalmologista e não disseste nada :P

NI disse...

Mtheman, que queres? Nomearam-me mãezinha do grupo e levo com uma carrada de filhos.


:-))

Bjs

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso