sexta-feira, 25 de julho de 2008

Infidelidade II



O que se passa? Pensavam que o inquérito terminava ali? Nem pensem nisso.

É que é fácil dizer o que queremos do outro. Mas, e nós?

Qual é a nossa postura?

Seguimos a máxima: "Não olhes para o que faço, faz o que digo"?

Ou, pelo contrário, apenas exigimos ao outro o comportamento que temos para com ele?

Vamos ver....


Nota - Convém responder às duas questões que são colocadas



5 comentários:

mtheman disse...

desculpa lá mas não posso responder às duas questões colocadas :P

a segunda depende de uma resposta positiva à primeira...

NI disse...

Mthema, não comeces com as provocações :-)


É que eu estou a contar com muitos infiéis por aí espalhados, ahahahahah


Ou será que não?

A ver vamos.

O pensador disse...

Ni, estou na dúvida.
Uma vez ao fazer amor com a minha mulher fantasiei por segundos que estava a tomar o "derrière" da Angelina Jolie.
Não sei se isso conta como uma infedilidade...

Se contar, então fica desde já a saber que contei logo na hora o sucedido a minha cara-metade e ela até ficou muito desiludida porque sempre pensou que eu apreciava mais a Jennifer Lopez...

:-)

NI disse...

Pensador, depois diz que andas bem...

:-)

Sadeek disse...

Tudo a fugir com o cu à seringa...tá bonito, tá...

Ni...sim, já traí. Não esta companheira mas já traí. Não me orgulho mas não me envergonho. São coisas que acontecem....a carne é fraca e há momentos em que...

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOS

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso