segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Porque é tudo uma questão de perspectiva e porque aprender a relativizar é uma questão de maturidade...


"É exactamente porque não há solidão que dizes que há solidão. Imagina que eras o único homem no universo. Imagina que nascias de uma árvore, ou antes, porque eu quero pôr a hipótese de que não há árvores, nem astros, nem nada com que te confrontes: supõe que o universo é só o vazio e que tu nascias no meio desse vazio, sem nada para te confrontares. Como dizeres «eu estou sozinho»? Para pensares em «eu» e em «sozinho» tinhas de pensar em «tu» e em «companhia». Só há solidão «porque» vivemos com os outros..."

Vergílio Ferreira, in 'Estrela Polar'





Tenham uma boa semana...


2 comentários:

Nikita disse...

E por vezes nos sentimos ainda mais sós quando temos tanta gente à volta...

Sadeek disse...

Então eu sou um gajo maduro à brava... ;)

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso