sexta-feira, 17 de setembro de 2010

O dia D...




"O mais importante da vida não é a situação em que estamos,

mas a direcção para a qual nos movemos."

Oliver Wendell Holmes



Até à próxima segunda-feira vou ter que tomar uma das decisões mais difíceis da minha vida e...não faço a mínima ideia qual vai ser! Andei a adiar...

De forma pouco sábia pensei que o ambiente melhorasse.


Tenho consciência que deixei de ter espaço de manobra no local onde exerço funções. Para além do mais, desde Março que deixei de fazer o trabalho que mais gostava. Se pretendo evoluir e dar o meu melhor tenho que sair.

O problema é que tal implica deixar o "meu" espaço. Os colegas com quem ri e chorei durante anos. O gato que está em cima do muro e que olha para mim todas as manhãs quando abro a janelas.
A gaivota que descansa no final de cada dia no peitoril da janela. As minhas rotinas. Os meus afectos...

Tantos planos e sinto que tenho que voltar à estaca zero.

Sinceramente, já não tenho idade para estas aventuras. Mais a mais, sinto que é uma injustiça. Por tudo aquilo que dei não merecia ter que tomar esta decisão. Deveria querer continuar onde estou...

Segunda-feira tenho que dar uma resposta e não faço a mínima ideia de qual vai ser...


Bom fim-de-semana...




7 comentários:

Francisco o Pensador disse...

Nina, tu própria fornecestes a resposta à tua pergunta.

"Se pretendo evoluir e dar o meu melhor tenho que sair"

Vês? Conheces não só a doença mas também a cura.
Entre "apodrecer" a fazer um trabalho que não gostas e voltar à estaca zero mas com a possibilidade de seguires um caminho cheio de oportunidades...a pergunta nem se coloca.

Vai em frente, nina!

Não chores o leite que foi derramado, quem quiser que faça iogurtes ou manteiga com ele.

:)

NI disse...

Francisco, tudo o que dizes é verdade mas há outras variáveis que entram na equação. :)

Estou a reflectir. Vamos lá ver.

:)

Miguel disse...

Já passei por isso Ni.

Coincidências da vida...

Espero que tenhas bastante apoio pois os primeiros tempos não vão ser fáceis... Fica muita coisa entalada na garganta, no peito... Nada fácil!

Força!
Terás sempre um sorriso daqui...

*

NI disse...

Miguel, essa é uma das variantes que referi na resposta ao Francisco. Não vou contar com o apoio de ninguém.

Digo para mim própria que vou conseguir enfrentar mais esta brincadeira do destino. Mas acho que a vida podia escolher outras pessoas para brincar. Sei lá, escolher aquelas que chegam aos 40-45 anos com a "papinha feita".Aqueles que nunca tiveram que lutar por nada porque tudo lhes "cai do céu".

Isto de serem sempre os mesmos...

:)

Eu Mesma! disse...

Espero que tomes a decisao mais adequada e correcta para ti....

e só para ti...

NI disse...

Eu Mesma, também espero.

:)

najla disse...

Ni, a mudança mete-nos sempre um certo receio, mas tenho de subscrever as palavras do Francisco!
E apesar de julgares que não tens idade para essas andanças, um novo começo nunca tem idade. E quem sabe o que vais encontrar não seja melhor?!?
Costuma-se dizer que qd nos fecham uma porta, Deus abre uma janela. Tem esperança e fé...em ti principalmente.

Um bj grande

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso