segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Ah garanhão...



"Luiz Costa de Oliveira tem 90 anos e é pai de 50 filhos. Só por si, este facto já seria extraordinário, mas Luiz de Oliveira tem ainda mais histórias para contar: as suas cinco dezenas de filhos são de quatro mulheres diferente e uma das mães é a própria sogra.

Luiz enviuvou e voltou a casar com uma mulher bastante mais jovem. Com ela, teve 17 filhos. Paralelamente, manteve um relacionamento com a cunhada, com quem teve 15 filhos. E ainda se relacionou com a sogra, com quem teve também um filho. Só destas três mulheres, teve então 33 filhos, 100 netos e 33 bisnetos.


O caso passa-se em Campo Grande, no Rio Grande do Norte, Brasil, e vem contado na edição electrónica do
«Diário de Natal»deste domingo. «A coisa que Deus fez mais bem feito no mundo foi mulher», conta Luiz ao jornal, cheio de vitalidade." (notícia daqui)

Antes de mais, o "garanhão" não teve (como indicia a notícia) 50 filhos. As mulheres é que tiveram. 

Mas não há dúvidas de que temos de ter pena do desgraçado.Ela foi a cunhada, ela foi a sogra...coitado!! Deve ter ficado estafado de dar assistência aos familiares da mulher...

Mas se é verdade que estamos perante um verdadeiro garanhão, não é menos verdade que ele apanhou pela frente três valentes "galinhas parideiras". Fosga-se....


 
 

5 comentários:

Bloguótico disse...

E volto a ler o termo "assistência"!!! loool

A situação é, de todo, caricata... manter relaôes com a cunhada parece-me ser, em muitos casos, o pâo nosso de cada dia... mas com a sogra?? ah valente!!! loool

S* disse...

Efectivamente... ele não teve os filhos, só depositou a semente. :D

Eu Mesma! disse...

Que horror....

Petra disse...

Credo esse gajo é pior que um porco borrão.... dasse! Só te digo.

Miguel disse...

Só pode ter um QI bastante reduzido... Deve compensar com outras coisas "maiores"...

:)

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso