segunda-feira, 7 de março de 2011

VERDADES ABSOLUTAS (?!) SOBRE DESILUSÕES AMOROSAS E AFINS...




Nos últimos tempos tenho recebido sobre o tema em título inúmeros mail's em que pedem (imaginem), a minha opinião.

A questão mais frequente é: como posso conquistar o(a)...., ou, ainda, o que fazer para o(a) reconquistar.

Quem sou eu para dar conselhos? Com os meus quase 46 anos apenas poderei enumerar algumas verdades que a vida me ensinou. Mas são as "minhas verdades". Porque a vida não é igual para todos.

As "minhas verdades":

1 - Não adianta fingir o que não sentimos. A linguagem dos sentidos, mais tarde ou mais cedo, acaba por nos "apanhar" em falso.

2 - Não adianta dar uma imagem daquilo que não somos. Ou gostam de nós como somos, ou não.

3 - Não podemos ser dependentes dos outros, mas devemos estar prontos para nos darmos...e receber.

4 - Temos que saber dar espaço para o "eu". Só assim encontrámos o equilíbrio.

5 - Não há relação quando não exista respeito, confiança e lealdade.

6 - Deixarmos partir quem gostámos só porque temos medo de assumir os nossos afectos, ou por qualquer  tipo de preconceito ou dogma, é um dos exemplos da estupidez humana.

7 - Nada nos impede de amar. Seja certo ou errado. Seja possível ou impossível. Mas podemos sempre dizer - Já amei. Logo, vivi.

8 - Não podemos recuperar aquilo que nunca tivemos.

9 - Ter a percepção de quando estamos a mais e partir, é um sinal de sabedoria.

10 - O que tiver que ser...será. A vida não é uma linha contínua.


Não ajudou pois não? Eu avisei.

Mas se amam, digam "amo-te". O máximo que pode acontecer é que vos digam "Eu não".

E??????? A vida continua...




4 comentários:

só 1 mulher disse...

Ni,

não te importas que eu leve uma fase para o meu cantinho, pois não?

beijinho

NI disse...

Claro que não. Sei que partilhámos muitas "verdades".

:)

Beijinho

Miguel disse...

Eu acho que a vida é uma linha contínua porque o que somos hoje é o resultado desse caminho. Enfim, um tema dificil. Mas, de resto, são, basicamente, as minhas verdades também.

No 5 substituiria "relação" por amor, uma vez que relações há muitas. Há relações que não são sustentadas por nenhuma dessas 3 caracteristicas e não deixam de ser relações por causa disso... Mas entendo perfeitamente a tua ideia.

Beijinho grande

NI disse...

Migue, eu acho que que a vida é feita de progressos e recuos. De curvas e contracurvas. De paragens obrigatórias. Mas seremos sempre o resultado da via que percorremos.

A 5ª? Claro que sim. São os alicerces de qualquer relação. Seja ela amorosa, de amizade, de trabalho ou de simples cidadania.

Beijo

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso