quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Quem tem coragem?



Porque é preciso coragem para expressar os nossos sentimentos.

Porque é preciso coragem para enfrentar o que sentimos.

Porque é preciso coragem para dar o primeiro passo.

Porque a história não se lembra dos fracos.

E depois?

Bom, depois há aquela música que retrata exactamente o que sentimos num determinado momento.

Aquela música que diz o que queremos dizer sem necessidade de criar palavras.

E ficámos a ouvir vezes sem conta com a secreta esperança que a nossa mensagem seja ouvida por quem queremos, mesmo quando sabemos que não ouvirá.


Assim sendo, e porque o que tem que ser tem muita força, não percam tempo com parvoíces que não interessam a ninguém.

Amam alguém*?

Então parem um bocadinho e mandem um sms, um mail, o que seja, a dizer isso mesmo. Pode ser que a pessoa que está "do outro lado" esteja a precisar de ouvir isso.


E, sim, admito. Estou na minha fase de romantismo agudo pisciano. Terrível, meus caros. Terrível....até porque já não tenho idade para estas coisas.

E podem ouvir esta música.

 
* E não se esqueçam que a amizade é uma forma de amar


(E com este post mando um abraço enorme a ti. Sinto a tua falta. Todos os dias.)

7 comentários:

agridoce disse...

Por acaso, eu eu alguns amigos (pucos mas bons!) temos o hábito de trocar sms de bom dia. Esta semana andamos todos off... Mas agora que li o teu post, vou tratar disso!

Bloguótico disse...

Sem dúvida... Aliás, não há dia em que não exprima o que sinto pela minha linda Sloguótica! :p

NI disse...

agridoce, parabéns. Foste a primeira corajosa do dia.

:)

Bloguótico, acho muito bem que o faças. Não é todos os dias que se encontra uma Sloguótica. :)

Beijos

S* disse...

Digo todos os dias, várias vezes ao dia, ao namorado, que o amo. Mas não digo, não costumo dizer, que ele é a melhor coisa que me aconteceu na vida. E é. :)

Geri disse...

Eu e os meus amigos temos o hábito de dizermos muitas vezes que gostamos uns dos outros. E dizemos de coração!
Quanto à outra forma de amar, aí já me resguardo mais. Já fiz por mudar mas infelizmente a vida mostra-me sempre que mais vale não dizer tanto.
Beijinhos

NI disse...

S*, já dizes tudo. :)

Geri, a palavra "amo-te" está banalizada quando devia ser dita quando temos a certeza que não estamos apenas apaixonadas e/ou enamoradas.

Beijos às duas

GATA disse...

Eu confesso: não sou pessoa de grandes afectos, tenho poucos amigos (também não preciso de muitos!), e custa-me dizer-lhes que gosto deles... soa-me sempre a telenovela... :-) Mas quando gosto, gosto, e sou sincera, pois não faço 'fretes' na amizade.

Mas, em minha defesa alego, todos os dias de manhã digo ao gato que gosto dele... mesmo quando ele me morde os tornozelos porque quer tomar o PA antes de mim! :-)

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso