quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Da serenidade...


Se dúvidas tivesse elas desapareceram hoje com uma notícia.

E não contive as lágrimas que teimosamente cairam face ao "definitivo". Porque o definitivo também pode assustar. Porque o definitivo pode trazer um vazio que nunca será preenchido.

Mas dei por mim a sorrir. Um sorriso triste mas sereno. Não pelas lembranças, que vou fazer questão de guardar com todo o carinho num cantinho bem especial, mas por conseguir manter a serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar porque, pura e simplesmente, não dependem de mim.

Porque a idade e a experiência da vida também têm aspectos fantásticos.


2 comentários:

Dark Phoenix disse...

Beijinho grande minha amiga :(

Confuskos disse...

Dont cry senhora!!

Beijinho*

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso