terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Que bom...




As insónias voltaram!

Já tinha saudades delas. Irra...

Mas também ninguém me manda pensar demasiado nas coisas.

Gostava tanto de passar pela vida como uma simples brisa do vento. Acariciar e desaparecer...




19 comentários:

Chocolate disse...

Somos duas!!

NI disse...

Eu sei :)

Rui da Bica disse...

Esse astral hoje anda muito por baixo ! :(

O que é que é : "Que bom ..." ?

Outra coisa: onde é que a mocinha da foto andou a esfregar as costas e o rabo ? :))

Um conselho Ni: Não tenhas medo de fazer figura de parva porque estás só e ninguém vê.Coloca-te frente a um espelho e procura rir-te durante 2 min. Podes sentir que é ridículo, mas até por isso achas piada e ris-te com vontade.
Depois compara como te sentes "agora" e como te sentias antes !

OK ? Depois diz.
.

NI disse...

Rui, não deve existir ninguém que se ria tanto dela mesmo como eu. Ainda tenho essa capacidade.

E, claro está, ando sempre com um sorriso no rosto.

Finalmente, quanto às costas e ao rabo da mocinha, cá para mim pertence ao signo de sagitário ou de carneiro, ahahahahaha

Eu Mesma! disse...

ai não me digas nada...

NI disse...

Outra? Isto anda bem. Anda, anda...

JP disse...

Ni,
viste bem a imagem?
A moçoila está a dormir de pé... se fizeres o mesmo é natural que tenhas insónias. Tens que tentar dormir na horizontal. ;)
Bom Ano!
Beijos

NI disse...

JP, da maneira como ando qualquer pessoa até dormia em pé...

:)

Bom ano para ti também.

Bjs

Miguel disse...

Não tem nada de mal em pensar nas coisas. O mal de muita gente é o contrário: não pensar o suficiente.

Agora, há que ter os pés no chão e ser razoável. Expectativas demasiado altas ficam longe da realidade e fazem ficarmos infelizes...
Tens de ter uma boa relação entre o que esperas e o que acontece ou falta-te o sono...


;)

NI disse...

Miguel, concordo. E, acredita, as minhas expectativas até são bastante razoáveis :)

Miguel disse...

E falta-te o sono porquê?

(a verificação de palavras é irritante...)

NI disse...

A maior parte das vezes por me preocupar com que os problemas dos outros. Por pensar naqueles de quem gosto, Enfim, qualquer justificação serve para passar uma noite em claro.

Quanto à verificação das palavras tens que te queixar a um "chinês" que se lembrou de "atacar" uma série de blogues. Daqui a uns tempos tento tirar. Pode ser que ele tenha decidido atacar para outras bandas!

Miguel disse...

Sim, conheço esse chinês mas nunca me "atacou"... Bão escrevo assim tão bem... acho!

Pensar é bom mas não a esse ponto.
Eu durmo pouco mas por opção... Quando é para ficar a olhar para o tecto, como me aconteceu aqui às uns dias, é uma treta porque é sempre por uma situação desagradável... Ainda se fosse sonhar acordado...

Não se pode pensar demais... mas é dificil controlar essas emoções. Sei isso bem demais, infelizmente...

NI disse...

Então compreendes :)

Miguel disse...

Compreendo tanta coisa que não queria compreender...

NI disse...

Ou, como costumo dizer, há coisas que preferia não saber.

Miguel disse...

Não é exactamente a mesma coisa... Podes saber e não compreender o que está por trás disso...

NI disse...

Para mim é. Porque tenho a necessidade de tentar entender o que vem ao meu conhecimento. Não com o propósito de analisar à luz dos meus meus juízos de valores mas para tentar ver mais além.

O facto de ter estado na barra dos tribunais durante 20 anos deu-me uma perspectiva diferente da vida, dos comportamentos humanos. Dos afectos. Quando tinha à minha frente alguém que acabava de cometer um crime eu queria sempre saber o que estava para além daquele acto final.

É nesta perspectiva que se deve enquadrar o meu comentário.

Miguel disse...

Pois, desconhecia esse lado da NI... mas é muito interessante.

Eu também gosto, e preciso, de entendera as coisas. Aceito as circunstâncias da vida, eventualmente será porque "que remédio", mas tenho essa necessidade de perceber o que está por trás de responderes sim ou não. Quais são as tuas motivações...
Isto é algo que me acompanha desde a adolescência, e até sei muito bem porquê, o que acaba por ser engraçado. No fundo é perceber a minha própria motivação...

Olha que nunca me tinha lembrado de abordar este tema olhando o meu exemplo.

A tua experiência de "20 anos" deve dar muita reflexão e também para apanhar muita coisa no ar, sem duvida...

;)

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso