quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

A Amante...




Se estão à espera que eu escreva um post sobre a temática da infidelidade e/ou do papel das amantes...esqueçam!

Nem, tão pouco, irei falar desse marco cinematográfico que foi "A Amante do Tenente Francês".


Para além da falta de inspiração, estou com o "tau" porque cheguei ao meu local de trabalho e deparei-me com a ausência de algo fundamental numa mulher: a carteira. É verdade. Nem porta-moedas com dinheiro, nem carteira de documentos, nem o cartão de ponto para não ter falta ao serviço, nem telemóvel (perfeitamente dispensável), nem os cartões de crédito (imprescindíveis), nem os meus queridos lenços de papel todos floridos para que o assoar da minha "penca" seja agradável.

Portanto, e para que não me dê um acesso de choro virtual, fico-me por aqui e deixo-vos esta frase para terem vocês o trabalho de a comentarem...



As amantes pensam que nunca serão abandonadas.

E, no entanto, foram feitas para isso.
Mário Silva Brito

7 comentários:

Abobrinha disse...

Falta de carteira? Beeeeeeeeeeem, mais valia não teres saído de casa.

Só para que não te sintas pior, eu também não trouxe a carteira...

... mas esta é a versão abreviada. A versão completa é "eu não trouxe a carteira do costume, porque ontem completei a desgraça que foram as compras com uma carteira LINDA e já fiz a transfega de um lado para o outro". Adoro compras!

NI disse...

E se fosses meter inveja para outro lado?

Abobrinha disse...

Bem... não é assim tãaaaaaaaaaaaaaaao linda... e não te ia ficar bem...

... OK, eu vou-me embora...

NI disse...

Qualquer carteira fica-me a matar. Só para que não restem dúvidas...

Gosto... disse...

Acho que o Mário estava um bocado desorientado quando disse isto...HAHAHAHA

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Djinn disse...

Ah ah ah portanto uma não em carteira a outra tem uma carteira nova :P
Espectáculo!!!! Mas que duas :P

NI disse...

Sadeek, o Mário não estava desorientado. Estava bastante lúcido.

Djinn, Tens razão. Que duas...É que eram mesmo duas carteiras novas, ahahahahah

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso