sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Eu bem dizia ao meu pai...

Que o pior defeito que ele tinha era ser bancário e não banqueiro...



Clicar para ampliar


Porque agora podia viver dos rendimentos em vez de ter que conviver com as parvoíces com que diariamente sou brindada no meu trabalho...

11 comentários:

Imperator disse...

ui... por falar em parvoíces... tenho por aqui uns bons quilos disso que bem que me tento livrar (fora as minhas próprias parvoíces) vendo-as de bom grado (sempre me disseram que não se dá nada a ninguém, e se elas ainda me renderem uma galinha velha para uma canja já não seria mau!)

palermices à parte

bom fim-de-semana

NI disse...

Imperator, esta última semana as parvoíces raiam o absurdo...

Bom fim-de-semana para ti também.

Imperator disse...

Ni, por falar em parvoíces que raiam o absurdo, estes conseguem bater todos os pontos do absurdo-milagroso... e com muita mas mesmo muita paciência para os aturar

Chocolate disse...

é a sina...

o aniversário é de hoje a 8 dias...

bjs e bom fim de semana

NI disse...

Imperator, nem me fales. Tenho honorários de 2002 para receber...

Chocolate, pensei que era esta sexta-feira :)

Bjs

Eu Mesma! disse...

ai nem me fales em trabalho... :(

Tinta Permanente disse...

Por aqui sinto o mesmo... é com cada bestialidade!
E que triste realidade: trabalhar para engordar o banco...

NI disse...

Ai falo, falo. Que tenho que "desopilar", ahahahahahah

NI disse...

Tinta, se eu escrevesse o que se está a pensar na minha empresa provavelmente diriam que eu estava a inventar...

Rui da Bica disse...

Como dizia o poeta (?)...
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada !
.

NI disse...

Rui, ai deixam, deixam. Pessoas na miséria...

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso