quarta-feira, 9 de abril de 2008

Para reflectir


“As pessoas entram em nossa vida por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem.”

Lilian Tonet

6 comentários:

Cristina disse...

Tenho exactamente a mesma opinião... :)

Um enorme beijo :)

Anónimo disse...

Discordo de Lilian Tonet

As pessoas não entram por acaso, na nossa vida; Algumas é que, por acaso lá podem permanecer.

Bjs

NI disse...

Eu concordo com a frase de Lilian Tonet.

De facto, por vezes conhecemos pessoas por um puro acaso da vida e, muitas vezes, as afinidades são tantas que acabamos por fazer grandes amigos.

Recordo-me que por motivos pessoais vi-me obrigada há uns anos atrás a mudar de rádio. Estava combinado eu aparecer da parte da tarde no meu novo local de trabalho. Mas, o "acaso" de não ter tido aulas na faculdade da parte da manhã, levou-me a antecipar a minha entrada na rádio. Quando entrei pela primeira vez no estúdio, deparei-me com uma pessoa com quem antipatizei de imediato(foi recíproco), mesmo não o conhecendo de lado nenhum.

Cinco meses mais tarde estava casada com ele e com ele me mantenho vai fazer 22 anos. E só para que conste, +arece-me bem mais apaixonado por mim do que naqueles primeiros tempos, eheheheheheheh


Bjs

Sadeek disse...

Isto é tudo um grande acaso, não é?! Há acasos e acasos... ;)

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

solo disse...

cada vez me custa mais acreditar nos acasos, mas ok.

offtopic, poças, 22 anos, vocês merecem uma medalha!

NI disse...

Solo, não vou dizer que o nosso casamento não tenha passado por fases menos boas mas temos tido a capacidade de ultrapassar os problemas que de vez em quando possam surgir.

Penso que o segredo para a longevidade do nosso casamento assenta essencialmente em dois pilares: gostarmos um do outro e o respeito mútuo.

Tão simples quanto isto.

Sinceramente, não me imagino a partilhar a minha vida com outra pessoa.

Bjs

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso