terça-feira, 29 de junho de 2010

Ai os primeiros amores...


Questão de genética, ou não, a verdade é que toda a minha família sempre teve problemas de visão.

Daí que desde muito cedo que a visita ao oftalmologista era obrigatória para cada uma das minhas filhas.


Felizmente a mais velha sai ao pai.

A mais nova, confiava eu, também sairia.
Engano. Aguentou até aos 12 anos.

Tem exactamente o mesmo problema que eu tive até ser operada e esta semana começará a usar os óculos.


Se para mim foi fácil porque comecei a usar óculos desde os 4 anos, para a minha filha é algo impensável porque, segundo ela, quem é o rapaz que vai olhar para uma "caixa de óculos".


Ainda lhe disse que era pior usar aparelho de dentes mas ela diz que isso é moda e ninguém liga.
Vai daí a tentativa inútil de tentar convencer o médico a usar lentes de contacto.

Neste momento, só pensa que os rapazes vão deixar de olhar para ela.


Ontem à noite foi tempo de sondar os amigos sobre o que achavam de uma rapariga usar óculos. Não me disse a opinião do "amigo" mas pela cara que tinha esta manhã...

Ai os primeiros amores são lixados...


5 comentários:

só 1 mulher disse...

Pois.. não vai ser fácil a menina aceitar a situação, mas com o tempo, os óculos vão ser um acessório.. e vai acabar por se habituar...

Há uns todos coloridos, bem bonitos para essa idade.

1 beijinho

Rui da Bica disse...

Elas têm que arranjar sempre um pretexto qualquer para se sentirem inferiorizadas. A minha neta reclama que não consegue arranjar um rapaz porque é alta demais ! :)))
A verdade é que eu também tive imensos complexos por ter os dentes tortos e nessa altura não havia "aparelhos" para os endireitar.
:)))

Abobrinha disse...

É que nem penses em dar-lhe lentes de contacto: os olhos ainda precisam de crescer, não faças asneiras!

Sadeek disse...

Os putos não percebem nada da coisa. Até porque uns óculos por vezes....upa upa... :D

NI disse...

só uma mulher, que remédio tem ela. Mas a minha fofa até tem uma enorme vantagem: uma cara em que todo o tipo de óculos fica bem.

Rui, as nossas inseguranças, quando não doseadas, só dão dois caminhos: complexos de inferioridade ou prepotência. Felizmente a minha filha mais nova tem uma boa auto estima.

Abobrinha, é que isso nem se coloca. Após 36 anos da minha vida de óculos, lentes e afins sei bem da matéria. Vai ter que aguentar no mínimo até aos 17-18 anos. Depois, logo se vê...

Sadeek, nem vou perguntar o que queres dizer com o "upa upa". Mas imagino....ahahahahahahah

Beijos a todos

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso