segunda-feira, 26 de outubro de 2009

A verdade alivia, ou magoa?


Miguel de Cervantes afirmou:

" A verdade alivia mais do que magoa.
E estará sempre acima de qualquer falsidade
como o óleo sobre a água.
"

O desafio é saber se será sempre assim.

Haverá alguma situação em que vocês prefiram desconhecer a verdade?

E quando sabem que a "vossa" verdade vai fragilizar, ainda mais, outra pessoa? Utilizam a "mentira piedosa"? Já a utilizaram? Em que situação?

Ou, independentemente das consequências usam sempre da verdade?



8 comentários:

Sadeek disse...

Esse fim de semana jeitosa? Descansou ou nem por isso? Hope so...

Respondendo ao post...pois que eu preferia desconhecer se, eventualmente, a minha mulher tivesse um momento de fraqueza e arranjasse outro que não eu para lhe proporcionar horas e horas e horas de prazer (que é o que eu faço...horas e horas.....AHAHAHA). Há casos que não passam de "fraquezas" mesmo e não justificam uma relação posta em causa por isso...

Se já usei mentiras piedosas? Já, claro. E quem disser que não o fez vai mentir com quantos dentes tem na boca...agora situações específicas...pois que não me lembro...mesmo...mas se me recordar venho ca dizer... ;)

BEJOOOOOOOOOOOO

NI disse...

Horas e horas? Mas queres enganar quem? Ahahahahahahah

Beijo

Eu Mesma! disse...

não...
a verdade doi, é dificil ouvir... magoa mas...

pelo menos magoa uma unica vez... a mentira magoa na mentira e quando se descobre a verdade...

odeio mentiras....

Sadeek disse...

Bom....se calhar aquela meia dúzia de minutos a elas pareceu-lhes horas....AHAHAHAHA

VCosta disse...

Mentiras?! Achas?!
Omissões... talvez... hahaha!!!
Chama-lhe o que quiseres, agora sempre verdade não é possível!

Abobrinha disse...

A verdade alivia e magoa. Parece-me simples.

De resto estou com a Eu Mesma.

NI disse...

Aqui estou com o Sadeek. Apesar de aceitar os argumentos dos que defendem em qualquer situação a verdade pura e simples, há situações em que a verdade apenas vai ferir sem qualquer efeito construtivo. Nesses casos, não minto. Omito.
Devo dizer que esta minha postura já me trouxe alguns dissabores mas mantenho a minha opinião. Quando me apercebo que a verdade apenas vai prejudicar a pessoa sem qualquer aspecto positivo, opto pela omissão. No fundo, é uma forma de faltar à verdade.

Bjs

Chocolate disse...

Prefiro a verdade dura e crua! Pode doer mas mais vale assim do que estar sempre presa a uma mentira

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso