segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Esquecimento...



Imagem da net

 
"Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito."
Machado de Assis
 
 
Não fico presa ao passado mas não me esqueço de quem foi (é) importante. Porque não quero. Porque não devo. Porque não posso. 
 
Mas que dava cá um jeito, ai isso dava...
 
Contraditório? Talvez. Mas, quantas vezes a ânsia de demonstrar que nos esquecemos nada mais é do que uma tentativa de nos convencermos que é possível?
 
Bonita ilusão. Porque basta um cheiro, uma música, uma cor, um sorriso, para sentirmos que faz parte da nossa própria identidade. Do que vivemos. De quem somos.
 
A música pode ser esta.


4 comentários:

AFRODITE disse...

Caramba Ni, tinha mesmo saudades de te vir ler!!
As tuas verdades acutilantes trespassam-nos de um lado a outro.


Um beijinho de admiração e respeito.
(^^)

(Afrodite aka Orquídea Selvagem)

GATA disse...

Há uns tempos li (algures) a seguinte frase: a minha memória é o meu pior inimigo.

Eu não me esqueço de quem me fez bem, mas também não me esqueço de quem me mal. Não fico presa ao passado, mas uso o passado com referência, posso cometer novos erros, mas não cometo os do passado.

AC disse...

Não vivo presa ao passado mas gosto de regressar às memórias das coisas boas... sabe-me bem.

Normalmente só recordo o que é bom, as coisas más refundo-as no baú dos esquecidos no sótão das minhas vivências e nunca regresso lá.

Beijos bem actuais:)

A Minha Essência disse...

E isso é crescer e amadurecer. O importante, efectivamente, é aprender com tudo o que a vida nos presenteia. :)

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso