quinta-feira, 24 de setembro de 2015

...



As saudades e a vontade de abraçar a filhota mais velha que continua a percorrer a vida no "País de Sua Majestade" é apaziguada com a certeza de que o seu amigo está sempre com ela.
 
 
 
O "Trash" algures num jardim de Bristol
 
 
 
E, pela primeira vez em três anos, vou poder ter a filhota no Natal comigo. Há dois anos que não tinha Natal.
 
 
E, apesar das saudades a dobrar pois agora só vejo a filhota mais nova aos fins-de-semana pois também ela iniciou uma nova etapa ao entrar para a faculdade, até me apetece cantar a minha música preferida da época natalícia, da autoria de Mr. Chris Rea. 
 
 
Fosga-se...acho que ´começo a sentir o peso dos meus queridos 50 anos...
 

2 comentários:

Rui Espírito Santo disse...

Garantia de "bem acompanhada a tua filha mais velha, Ni ! ...
Um Natal que vai ser vivido de um modo muito especial este ano ! :)
... e uma idade maravilhosa, apesar de os mais novos não acreditarem ! rsrs ... De certo modo é "uma flor de idade" ! Nos tempos que correm, estás a meio !
Como tudo é tão relativo ! Quando tinha 28, o que eu me ri quando soube que a mulher e os filhos do meu patrão, que fazia 50 anos, lhe ofereceram um alfa-Romeu descapotável ! ... Um carro deste para "um velhote" !!! ... mas que coisa ridícula ! ehehe ... Hoje tenho um filho (um jovem) com 50 anos !!! aha... e é "ainda" um "rapaz" !!!

Um beijo, Ni. :)

Ricardo Santos disse...

Um novo ciclo na vida de todos nós que custa de alguma maneira a passar por...
Os filhos que vão e a idade que vem !!!

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso