terça-feira, 24 de julho de 2012

Entre "ais" e "uis"


Imagem da net



E ao fim de 20 sessões... e com uma vontade louca de acabar com a fisioterapia...


Médico - Então, está melhor?

Eu, (com um sorriso à Julia Roberts) - Estou óptima. Já estou pronta para outra.

E eu a pensar que os meus loucos 47 anos eram mais do que suficientes para enganar o médico. Bastou que ele me dobrasse um pouco o braço para o sorriso ser substituido por um esgar de dor.

Resultado? Levas mais 10 e não digas que vais daqui.

Fosga-se, não se morre da doença, morre-se da cura. É que, convenhamos, eu saio sempre pior do que entro. O meu "5º piso" já não aguenta mais estar a ouvir durante uma hora duas idosas que entre os "ais" e os "uis" lá vão falando de telenovelas e das vidas alheias.

Mas, enfim, fiquei a saber, (pelas palavras das ditas cujas), que um padre cá do burgo não concorda muito com o celibato e lá se vai entretendo entre missas, que o padeiro anda com a vizinha do 6º E e que a filha da "doutora" anda a fazer "poucas-vergonhas" no carro à meia-noite com o filho do carpinteiro.

Tirem-me deste filme...



2 comentários:

Confuskos disse...

Eh eh eh!!! Mais 20 ou 30 anos e estás como elas... acordada até à meia noite, digo!!

:P

Beijinho e as melhoras*

Utena disse...

Karedo as coisas que se ouvem

Beijos as melhoras

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso