segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Gosto da calma das "pontes"...





Mesmo que o Governo não conceda tolerância de ponto, meio mundo (quer no público, quer no privado) guarda um dia de férias para poder usufruir de umas mini-férias.

E, desta forma, metade do País literalmente para.

No local onde trabalho estamos meia dúzia.

Vantagens? Claro que existem.

Metade do tempo a chegar ao trabalho porque o trânsito é diminuto.

Não perder muito tempo na fila para tomar café.

Rentabilidade no trabalho porque o telefone não toca.

Digam lá o que disserem, adoro vir trabalhar quando a maioria fica em casa...


5 comentários:

Eu Mesma! disse...

A opinião da minha empresa está a descer tanto na minha mente que... as pontes atribuidas em 2010 é a unica coisinha que está a escapar...

esta e uma delas...

TM disse...

Mau mesmo é que amanhã também trabalho... mas no resto concordo plenamente contigo... :)

NI disse...

Eu Mesma, a única certeza que tenho é que em termos profissionais cada dia que passa é pior que o outro e nunca mais iorá melhorar (pelo menos para a arraia miúda, claro está). Em matéria de pontes, também. Ahahahahah

TM, quando trabalhava na rádio não havia distinções entre sábados, domingos, feriados, natal, etc, etc. Sei bem do que falas. Mas sabes uma coisa? Adorarei esses tempos porque gostava do que fazia. Se há um ano atrás me perguntasses se eu me importava de trabalhar aos fins-de-semana e feriados sem ganhar mais, dizia-te com toda a convicção de que não me importava. Hoje? Nem pensar. É tudo uma questão de nos sentirmos bem com o que fazemos, com quem estámos e onde estámos.

Beijos

Miguel disse...

Concordo contigo!

E também gosto bastante quando elas dançam nuas... Mas acho que o post não era sobre isto... Acho que me baralhei!

:|

só 1 mulher disse...

Dia de pontes, é fantástico! Sem trânsito...

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso