sexta-feira, 30 de maio de 2008

Foi num dia 30 de Maio. Há 21 Anos




Porque continuamos juntos?


Esta questão é tão mais relevante se considerarmos que somos a antítese um do outro.


Ele ponderado, eu impulsiva.


Ele racional, eu emocional.


Temos uma relação normal mas muito longe da perfeição. A nossa relação nunca foi fácil. Feitios opostos conduzem, inevitavelmente, à discussão, a dizer coisas que não sentimos realmente. A magoarmo-nos mutuamente com palavras que perdem todo o sentido mal são proferidas.


Porque continuamos juntos?


O início da nossa relação foi tudo menos perfeito.


No dia que nos conhecemos foi uma antipatia mútua. Achava-o prepotente. Ele nunca me confessou o que achou de mim quando me conheceu naquela manhã de Setembro.


E a antipatia manteve-se por mais um par de meses.


Ele era o técnico de som que assistia os meus programas. Ele não deixava passar uma oportunidade para me criticar. Cheguei a pedir para mudar de horário só para não ter que olhar para ele.


Não sei explicar porquê mas, em Dezembro, tudo mudou.


A verdade é que 5 meses depois estávamos casados. Contra tudo e contra todos. Casamos contra a vontade das famílias. Casamos contra o cepticismo dos amigos. Casamos apenas com a convicção de que era o que nós queríamos.


Porque continuamos juntos?


Escrevi uma vez que, para mim, o amor é algo tranquilo, sereno e ao mesmo tempo forte e sólido, que não depende do humor nem do desejo e não está sujeito a chuvas e trovoadas, que sobrevive à rotina, à convivência, às crises financeiras, aos problemas materiais, físicos, familiares, de trabalho. Afirmei que amar também é admirar, conviver, conhecer, partilhar, participar, dividir e aceitar.


Porque continuamos juntos?


Nunca fomos, nem somos, um casal perfeito (nem acredito que tal exista). Mas não duvido que gostamos muito um do outro.


Mas, acima de tudo, sempre fizemos questão de ultrapassar as crises. Porque ambos, ao longo da vida, tivemos que lutar por aquilo que queríamos. Nunca ninguém nos deu nada.


Sei que não sou uma pessoa fácil. Ele também não o é. Mas ambos nos recusamos a aceitar o caminho mais largo e curto.


Por duas ou três vezes quase apeteceu a ambos desistir. Mas, ao olhar um para o outro, facilmente chegamos à conclusão de que valia a pena lutar. Porque valia a pena lutar por aquilo que sentíamos. Porque valia a pena optar pelo caminho mais difícil: toleramos, perdoamos, cuidamos e esperamos.


Porque não subestimamos o poder de um ombro amigo, de um carinho, de um olhar honesto, de um sorriso cúmplice.


Porque ambos somos amigos incondicionais, cúmplices e leais. Porque vale a pena fazermos a caminhada juntos.


Gosto de pensar que isto é o verdadeiro amor.


Alguém disse que a vida apresenta-nos milhares de pessoas e cada uma delas cumpre um papel na nossa vida. Ele cumpre o papel do meu companheiro incondicional.


Porque continuamos juntos?


Porque somos a antítese um do outro, logo completámo-nos.


Não me arrependo da opção que fiz naquele dia 30 de Maio.


E fico feliz por o ter ao meu lado há 21 anos.





Have I Told You Lately - Rod Stewart

14 comentários:

Sadeek disse...

Eu sei que é um bocado de mau gosto um amante (mesmo que virtual) vir para aqui comentar estas coisas mas fiquei muito contente depois de ler este post!

Ni...és a maior...mereces tudo do melhor...e que venham mais 21!

MUITOS MUITOS MUITOS PARABÉNS!!!

BEIJÂO ENORME E UM DIA 5 ESTRELAS

NI disse...

És um querido, como sempre.

Beijos

Anónimo disse...

Já se passaram 21 anos?
Como o tempo passa, parece que foi ontem; mas, como aqui o dizes,e demonstras, as tempestades fazem viver este casamento mais intensamente do que outro qualquer.
A opção que tomámos ainda continua de pé e eu vou mais longe e digo que gosto de te ter de todos os lados, ou seja, há minha volta (há gente muito maliciosa por aqui).

só aqui deixo um reparo, em meu desfavor; o teu amante (ainda que virtual) chegou primeiro.
mas também, nas vidas reais e segundo se consta por aí, é assim que se passa.

Um grande beijoOOOOO para a mulher que EU AMO e que me deixa várias vezes MALUCO (em todos os sentidos)

A.S.

NI disse...

Ahahahahahahah.

Deixo-te maluco? Isso é bom sinal.

:-))))


Beijos

Cristina disse...

Opahhhh... 21 anos é uma eternidade nos dias de hoje. Felicidades a ambos!!

Um grandeeeeee xi-coração :)

NI disse...

Obrigado querida amiga.

E, pelos vistos, ao fim destes anos todos ainda o ponho maluco.

:-)))


Beijos

Victor disse...

Sabes porque continuam juntos?
Porque são corajosos, porque acima de tudo têm respeito um pelo outro, respeito por tudo o que construiram, respeito pela vida. Ambos têm dignidade até quando dizem não.
E acima de tudo, ai de vocês que assim não fosse!
Ia ser muito difícil para mim, não ter juntas duas das pessoas que eu mais admiro e amo.
Sim, porque o que sinto por vocês já nem é carne nem sangue, é aquela coisa que nos arrrepia a pele quando pensamos em quem gostamos.
Pelo mundo ou contra o mundo quero-vos sempre assim, juntos.
Lindos meninos.
Parabéns, tenho muito orgulho de vocês.

NI disse...

E eu sei que tudo o que afirmaste foi sentido.

Beijos

Lisa's mau feitio disse...

Parabéns, Ni, por essa força força do amor!

Beijos aos dois! ♥♥

Lisa

O pensador disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O pensador disse...

E eu estou extremamente feliz por vocês os dois, minha amiga.
Nos dias que correm 21 anos de casamento já é considerado um verdadeiro milagre!
Tomara eu também conseguir alcançar um dia esse mesmo marco.

Muitas felicidades para vocês os dois e desejos de que mantenham sempre a mesma coragem para que a "Antítese" que vos uniu e vos mantém juntos nesta aventura louca que é a vida...nunca perca o seu poder de Sintese!

Beijinhos para ti e um grande Abraço ao A.S!

(Ás...de campeão pois claro!)

:-)

NI disse...

Obrigado Amigo.

Bjs

Djinn disse...

Ni: Muitos parabéns o amor é isso mesmo, inesperado.
Infelizmente o meu casamento terminou ao fim de 18 mas ficamos amigos o que é muito bom :)
Tudo de bom...

NI disse...

Ddinn, obrigado.

Não tem sido uma caminhada fácil mas vamos percorrendo o caminho colocando um pé de cada vez. Sem pressas. De forma ponderada.

Um grande beijo para ti

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso