quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

O que a vida me ensinou...

 
 Imagem da net
 
 
Sempre entendi que a melhor forma de subjugar um povo é retirar-lhe a esperança. Porque a ausência de esperança provoca a apatia e a sensação de uma falsa, mas cómoda, liberdade. E, pouco tempo depois, a submissão. E acabamos por encarar o que nos impõem como algo normal. Deixa de haver espaço para a indignação e a capacidade de lutar contra o que é injusto.  
 
E isso acontece na ausência de um líder.
 
É que, já o "velhinho" Napoleão Bonaparte dizia que um verdadeiro líder é aquele que sabe vender a esperança.
 
Ora, o que vida me ensinou é que para se subjugar um povo basta juntar meia dúzia de indivíduos que nunca fizeram nada na vida, e pela vida, e conceder-lhes poder.
 
E o povo, bom, esse está calmo e sereno. Metido bem no meio da sua "conchinha".
 
Hide in your Shell, dos Senhores Supertramp.
 
 

2 comentários:

Nikita disse...

Ni, tantas coisas acertadas nestas palavras que escreveste!
Até quando iremos permitir que isto continue?
Até quando iremos agir como se não fosse connosco?
Boas questões...

S* disse...

E nós perdemos toda a esperança... :(

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso