quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

A idade da inocência...

Quando se consegue ver para além daquilo que os olhos mostram...

Defeitos...


A nova lei do tabaco veio permitir uma nova realidade: a conversa (na verdadeira acepção do termo), ainda que limitada no tempo, entre colegas de trabalho.

Todos os dias, no local onde os desterrados fumam o cigarro homicida, surge um tema. Hoje, vá-se lá saber porquê, o tema era “defeitos pessoais”.

Bonito tema, pensei eu. Bem tentei manter-me à margem da conversa mas eis que um dos colegas se virou para mim e pergunta:

* – “ Oh Dr.ª diga lá, qual é o seu pior defeito?”.

Eu – “Sei lá. Eles são tantos -, respondi eu de forma sucinta para ver se desistia...”

* - “Mas tem que ter um pior que os outros - insistiu”.

E eis que os olhos de sete desterrados incidiram sobre a minha pessoa. Podia escapar? Claro que sim. E lá ficaria com mais um defeito a juntar ao curriculum. Optei por indicar uma série deles:

Eu – “Não me controlar perante injustiças, fugir dos confrontos, mesmo que com isso saia profundamente magoada e quando decido “cortar” com alguma coisa ou alguém, não vale a pena. “Corto mesmo””- respondi eu.

Ninguém me respondeu. Não sei de que resposta estavam à espera.

Podendo o silêncio ser a mais perfeita expressão do desprezo, fiquei com a ideia que os meus defeitos eram pobres de mais para serem valorizados.

Eu não concordo. São defeitos terríveis...

Fiquei a pensar que tenho que passar a ir fumar para um local onde não tenha que confrontar os meus fantasmas...

Baú das Recordações

Para reflectir...



"Ser alguém especial é permanecer no pensamento, tornando um eterno momento de ternura. Basta olhar em seus olhos e sentir o brilho cheio de carinho que eles tem"

Lygia Garcia

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008


A sério que tentei seguir os conselhos do último tema musical que coloquei.

Mas sejamos sérios... Uma coisa é ter um dia mau. Outra coisa é ter dias maus seguidos!!!

Já estava na altura de escolherem outra pessoa, não?

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Prémio


O Solo, o tal que afirma que não é nada boa pessoa, mas que é tão perfeito a ser mau, que até parece bonzinho, nomeou-me para este prémio.

Devo dizer que este é o Prémio que mais significado tem para mim de todos aqueles que recebi (que me desculpem todos aqueles que já nomearam este blog mas tinha que o dizer)

Porquê? Porque, antes mesmo desta "atribuição", o meu Amigo Solo já me tinha dito as mesmas palavras que estão inscritas no Prémio mas da maneira ímpar que só ele sabe fazer.

Para além de brincar com as palavras de uma forma única, obriga-me com os seus post's a confrontar os meus fantasmas. Confesso que às vezes não acho muito piada. Muitas vezes fazemos questão de manter os nossos sentimentos numa redoma cheia de pó de forma a ser impossível olhar através dela. Mas tenho consciência que é algo que todos nós temos que fazer de vez em quando...

E este Prémio assume maior significado pelo facto de não ter nomeado o blog mas a minha pessoa.

Teria, em princípio, que nomear um outro blog. Mas como nunca tive problema de seguir os bons exemplos, não vou nomear um blog mas uma pessoa que é aquela que mesmo nos silêncios sabe o que digo e o que penso...

Nomeio o Pensador.

Pensamento da semana...

"Quem tem um amigo, mesmo que um só, não importa onde se encontre, jamais sofrerá de solidão; poderá morrer de saudades, mas não estará só."
Amir Klink

E se a semana começou mal...tentei dar a volta...

domingo, 17 de fevereiro de 2008

Pensamento da semana

“Às vezes falamos o que não devemos falar… ouvimos o que não devemos ouvir… choramos por algo que não devemos chorar. Sabe por quê? Às vezes amamos quem não devemos amar.”
Desconhecido

O meu lugar...

Todos nós temos aquele cantinho especial.
Aquele lugar onde nos sentimos únicos e onde nos refugiamos quando queremos parar para pensar.
Aquele lugar que chamamos de paraíso e que é, egoisticamente, só nosso.
No Inverno, o meu lugar, só meu, é uma pequena enseada quase sempre deserta. Onde se ouvem as ondas do mar a cair suavemente sobre as rochas. Uma enseada onde o pôr de sol é único. É o meu lugar...
Os pensamentos levaram-me para longe dali. Precisava de reflectir.
Ao fim de algum tempo cheguei a uma conclusão:
O futuro é uma página escrita e às vezes encontra-se onde menos se espera. Mas será que para isso temos que romper com o nosso passado?
Ah, o local? A enseada fica sem nome não vá perder a beleza da solidão. Mas fica em Grove, bem perto da llha de La Toja...

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Porque hoje me sinto assim...

Porque hoje apenas quero ter como companhia a música e olhar...
Olhar as ondas do mar...
Ondas que guardam
Meu segredo reprimido.
Conchas que prendem
Lágrimas derramadas.
Espuma que limpa
Minha alegria fingida.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Mais um...

Mais um desafio... E que desafio. Desta vez foi o meu “querido” Sadeek . Tenho que relacionar o "7" com a minha pessoa de forma a saberem um pouco mais de mim. Vamos lá....

7 coisas que sei fazer bem:

  • Educada (instintivo...);
  • Ouvir (desde pequena que me confundem com um confessionário);
  • Solidária (é de berço);
  • Cozinhar (pelo menos é o que as pessoas dizem...);
  • Sorrir (é verdade, mesmo quando estou de rastos...);
  • Chorar (não é nenhuma contradição. Sempre que me emociono choro, não vale a pena);
  • Guardar segredos.

7 coisas que não sei fazer:

  • Trabalhos manuais (Sou muito trapalhona);
  • Mentir a quem me conhece (topam logo);
  • Ter paciência quando alguém me ultrapassa numa fila (passo-me dos “carretos”, a sério);
  • Lidar com a pobreza de espírito (é reactivo);
  • Lidar com hipócritas (demonstro logo que não vão à minha “missa”);
  • Lidar com oportunistas (nem digo mais nada...);
  • Ganhar dinheiro com a advocacia (faziam-me o choradinho e caía que nem uma patinha. O que vale é que não é a minha actividade principal e optei por exercer pro bono – sim, que ser defensora oficiosa e ganhar 6 € por mês por processo é trabalhar de borla).

7 coisas que digo frequentemente:

  • "Fonha-se..." (quando estou a passar-me dos "carretos");
  • "Chiça..." (ibiden);
  • "Nasci com o cú para a lua..."(quando algo me corre mal - frase diária -);
  • "Bolas..." (quando preciso de tempo para reflectir antes de responder);
  • "Gostava de saber que mal fiz eu na outra vida...devo ter feito algo grave... (quando me sinto um verdadeiro "calimero");
  • "Deves pensar que nasci ontem” (frase típica de resposta que dou às minhas filhas quando me pretendem enrolar...);
  • “Nunca mais me sai o euromilhões...” (frase típica quando estou em desespero de causa).

7 Qualidades que aprecio no sexo oposto (ou no mesmo sexo, se for o caso):

  • Humor;
  • Honestidade;
  • Simplicidade;
  • Afectivo;
  • Determinado;
  • Meigo;
  • Sem ideias preconcebidas.

7 Filmes preferidos (alguns, eles são tantos):
  • Les Uns et Les Autres
  • O Último dos Moicanos;
  • O Diário de Bridget Jones;
  • Orgulho e Preconceito;
  • Gladiador;
  • Sintonia de Amor;
  • Terminal do Aeroporto;

7 Actores/actrizes preferidos/as (ficaram mais alguns por dizer):

  • Daniel Day-Lewis;
  • Denzel Washington;
  • Johnny Depp;
  • Paul Newman;
  • Meryl Streep;
  • Júlia Roberts;
  • Sean Penn;

7 Vítimas (porque só posso escolher sete)

Para Relaxar: Kitaro





http://www.kitaromusic.com/

Todos iguais, todos diferentes...

Esta música é dedicada a todos aqueles que se impõem pelas suas diferenças...

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Quando estou para aqui virada não há nada a fazer...

Um dos meus filmes preferidos e a música, essa, nem se fala.
Um bom dia de namorados para quem ainda não perdeu a capacidade de namorar.

O carnaval faz destas coisas

Diz que



Pois, como não podia deixar de ser, a Jasmim mete-me uma vez mais em trabalhos. É que é difícil escolher sete blogs em detrimentos de outros. Mas, não é menos verdade, que há aqueles que nos fazem companhia todos os dias. Aqui vão, aleatóriamente, aqueles que diáriamente me fazem uma excelente companhia:



1. A Guerra dos Sexos
2. Do nascer ao pôr do sol
3. O mundo do Sadeek
4. Pensadorias e Trollitadas
5. Pão com tulicreme
6. É inútil resistir
7. Blog da Maria

domingo, 3 de fevereiro de 2008

Pensamento da semana


"A amizade desenvolve a felicidade e reduz o sofrimento, duplicando a nossa alegria e dividindo a nossa dor."
Joseph Addison

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Pensamento para o fim-de-semana

"A sabedoria não se transmite, é preciso que nós a descubramos fazendo uma caminhada que ninguém pode fazer em nosso lugar e que ninguém nos pode evitar, porque a sabedoria é uma maneira de ver as coisas."

Marcel Proust

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso