quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Qual de vocês tem o gene das moscas da fruta?



Toda a gente a dizer que eu não era normal por me bastarem 4/5 horas de sono para estar operacional e afinal quem precisa de 8/9 horas de sono é que tem um gene em falta. Ou melhor, tem outro gene.

Pois fiquem a saber que o meu é o ABCC9. Já os que precisam de dormir mais têm o gene das moscas da fruta (iac...)

Tomem lá!!!

Agora, e mesmo sem asas, vou voar um bocadinho com esta música e volto já.




terça-feira, 29 de novembro de 2011

Enfim...




Há duas palavras que não gosto: espera e saudade.

Mas há dias em que elas nos conseguem dominar.




A música? A que se segue, porque hoje apetece-me dizer isto:



segunda-feira, 28 de novembro de 2011

As consequências de uma sessão de sexo sem autorização...

"Três mulheres acusadas de integrarem um gangue que atacava homens para lhes roubar roubar sémen começaram a ser julgadas esta segunda-feira no Zimbábue. A Polícia acredita que o produto do roubo se destinava a ser utilizado em rituais de prosperidade.

As autoridades do Zimbábue acreditam tratar-se de um grupo que funciona a nível nacional e cujo primeiros relatos foram conhecidos há cerca de um ano.

Em Julho, uma alegada vítima, que pediu anonimato, relatou a sua experiência à televisão, dizendo ter sido atacado após aceitar boleia de um grupo de três mulheres em Harare, a capital do país.

"Uma das mulheres atirou-me água para a cara e injectaram-me algo que me provocou um forte desejo sexual", contou. "Pararam o carro e forçaram-me a manter relações sexuais com cada uma delas diversas vezes, usando preservativos", disse.

"Quando terminaram, deixaram-me totalmente nu no meio do mato. Algumas pessoas ajudaram-me a chamar a polícia, que me levou ao hospital para tratar os efeitos da droga que me haviam dado, porque o forte desejo sexual continuava", afirmou." (aqui)


Quer dizer, vamos lá por partes.

1 - O menino dá boleia a três donzelas (não deviam ser muito feias caso contrário ficavam apeadas).

2 - As três donzelas "atiram-se ao homem".

3 - O homem sente desejo, sacia o desejo com três e continua com desejo. 

4 - E tudo isto sem apanhar qualquer doença porque, e bem, o uso do preservativo foi uma prática que não foi negligenciada.


Mas porque raio é que elas não pediram autorização?


Notas:

- As mulheres estão a ser julgadas por "ataques indecentes agravados", dado que a lei do Zimbábue não considera violação quando uma mulher força um homem a manter relações sexuais.

- As mulheres negam as acusações, justificando que são prostitutas e que não haviam deitado fora os preservativos porque estavam muito ocupadas.



O que me apetecia agora?



Definitivamente uma massagem a quatro mãos.

Mas já me contentava em estar na caminha.

Não é por ser segunda-feira. É mesmo "preguicite aguda" depois de um fim-de-semana a trabalhar que nem uma doida.



domingo, 27 de novembro de 2011

Património Imaterial da Humanidade



Porque é uma linguagem universal.

Porque é tristeza e alegria. Porque é o encontro e desencontro.   

Porque é emoção.

Porque é vida.

Porque é a história. Não a história de um povo, mas da própria humanidade.

E este tema diz tudo...

sábado, 26 de novembro de 2011

Afinal, quem manda?



Quando a Nina, (a  gata), veio para nossa casa deixei bem claro que não queria animais dentro de casa. Vai daí comprei uma casota enorme, uma cama toda felpuda e a Nina encontrou o seu "poiso".


Há quatro meses a família de quatro patas aumentou com a vinda do Trash (o cão). Ele pouco tempo está em casa dado que passa a maior parte do tempo nas Caldas da Rainha a fazer companhia à minha filhota mais velha.

Até aqui tudo bem.

O problema é quando regressam ao fim-de-semana.

É ver a gata com pouco mais de 30 cm a colocar um "cãozarrão" que só tem, no mínimo, 6 vezes o tamanho dela em sentido e a expulsá-lo da casota com o rabo entre as pernas.

Jantar de natal ...



É já de hoje a oito dias que vai ter lugar o jantar de Natal da blogosfera.

Será na cidade do Porto e os presentes irão colaborar com a Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro (Acreditar)

Eu, claro está, estarei presente.
As inscrições podem ser feitas no blogue da S*.

Tal como os outros em que participei, tenho a certeza que será uma noite bem passada.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

...



Quem acompanha este blogue desde que ele existe (e já vão alguns anitos), sabe que a época de Natal é vivida intensamente por mim. E também sabe porquê. Como afirmei mais do que uma vez tem sido no Natal que tenho perdido pessoas bem importantes para mim. Daí que faça questão de viver cada Natal como se fosse o último.

Não ligo ao Natal pelo seu aspecto mercantilista (apesar de todos saberem que sinto um prazer especial em oferecer prendas).

Gosto de pensar que o Natal é todos os dias e no mês de Dezembro limitámo-nos a pensar um pouco mais sobre a magia dos afectos...

Porque, goste-se ou não desta época, é nesta altura que se reflecte o que nós somos e o que sentimos.

É como um regresso a casa...uma viagem até ao nosso íntimo e às nossas memórias...

Porque no mundo dos afectos há sempre espaço para o baú das recordações onde guardamos a lembrança daqueles que fizeram parte das nossas vidas. A lembrança daqueles que já partiram mas que nos acompanha nas nossas memórias. Daqueles que se afastaram mas que, secretamente, ansiámos e esperámos que regressem.

É assim que eu encaro o Natal. A casa decorada. Os odores e os cheiros que nos transportam a outros tempos e outros locais. Os reencontros. Os abraços sentidos. Os sorrisos cúmplices. As memórias cálidas e serenas que nos impedem a solidão. A alegria das crianças face à expectativa.

Não há crise, nem troikas, nem políticos incompetentes que nos retirem estas sensações. Os afectos somos nós que construímos e mantemos.

E é por isso que este fim-de-semana estarei ocupada a fazer a árvore de natal e o presépio.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Mensagens...


Hoje recebo este mail:


"A crise é tanta que se a minha mulher fugir com outro homem, eu tenho que ir com eles".


Reencaminho este mail ao meu marido com a seguinte anotação:
Livra-te!!!


Resposta:

Demoras muito?


Fiquei sem saber se ele estava com vontade que eu me despachasse a sair do trabalho ou a fugir.


Diálogo de surdos...




Um doido - Ni, se encontrasses uma lâmpada mágica e ela te concedesse apenas um desejo o que pedias?

A doida - Que me saisse o euromilhões para mandar este país às urtigas e ir para umas ilhas  paradisíacas viver os restos dos meus dias.

Um doido - Deixa-te de brincadeiras. Diz uma coisa que seja possível.

A doida - Espera aí, perguntas-me o que eu fazia se encontrasse uma lâmpada mágica que concede desejos e acusas-me de pedir coisas impossíveis?

Fosga-se... estes diálogos logo pela manhã deixam-me KO!!!


O primeiro álbum que tive foi o "Discovery" dos ELO. Corria o ano de 1979. Foi-me oferecido no dia dos meus 14 anos por aquele que seria a minha "paixão assolapada" até aos 18 anos (era mesmo burra -  e não me venham com aquela frase "não há amor como o primeiro"era mesmo uma questão de burrice porque o gajo nunca reparou em mim  -). Vá-se lá saber porquê, esta é a música que ouço todos os dias desde essa altura. Mas há dias que custa mais do que outros, vá-se lá saber também porquê...


quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Mas então o que é preferível? Dura, ou sensível?



Um misto das duas? Se assim for, quando é que sabemos que podemos ser "frios" ou "sensíveis"? É que as situações e as pessoas não trazem escrito na "testa" de que se preparam para nos porem "KO".

E, convenhamos, se as armaduras da idade média deixaram de ser uma vestimenta usual por algum motivo foi. Eram demasiado pesadas.


Mas como diz Des'ree:


"You gotta be...You gotta be bad,
you gotta be bold, you gotta be wiser
You gotta be hard, you gotta be tough,
you gotta be stronger
You gotta be cool,
 you gotta be calm, you gotta stay together
All i know, all i know, love will save the day"





terça-feira, 22 de novembro de 2011

As prendas de Natal ideais para cada signo...


Ora, a pedido de muitas famílias, (foram só dois mas isso agora não interessa nada), e como é habitual por esta altura do ano, aqui ficam algumas sugestões de acordo com os signos para aqueles que ainda não compraram as prendas de Natal e que estão sem ideias.

Como estamos em tempo de crise, um forte abraço e um beijo sentido são óptimos substitutos.

Já agora - (e em "bold" para ficar bem visível) - aproveitando a deixa, aqui a "je" é do signo de peixes. Não me importo nada que substituam o abraço e o beijo pelo CD de músicas românticas lançado pela M80. É só uma sugestão, claro está. Também podem optar por um fim-de-semana num “spa” com direito a uma massagem a quatro mãos. Aqui a menina não fica nada aborrecida.

 
Mas vamos aos outros:


 
Os nativos de Carneiro gostam de presentes que tenham uma finalidade prática e sejam de fácil utilização. Como gostam de ser surpreendidos embrulhe o presente de forma a que ele não consiga adivinhar facilmente o que se esconde lá dentro. Ofereça-lhe uma bicicleta ou uns patins, pois adoram a velocidade e a prática de exercício físico nos seus tempos livres. Uns ténis ou acessórios para o carro também serão bem recebidos.

Os nativos de Touro gostam de receber presentes de qualidade, por isso não lhes dê nada que seja descartável ou que não dure muito tempo. Apreciam o conforto, por isso escolha para lhes oferecer uma peça de roupa de boa marca e com tecido macio ou calçado de qualidade, um perfume ou cremes de beleza.

Os nativos de Gémeos são versáteis e apreciam presentes que lhes suscitem curiosidade. Um objecto que os ajude a estar sempre em contacto com outras pessoas, como um telemóvel ou um computador, ou que lhe sirva de fonte de informação fará as suas delícias. Escolha entre uma agenda electrónica, acessórios para o telemóvel, um DVD ou até um livro.

Os nativos de Caranguejo são pessoas sonhadoras e românticas, e para eles os presentes têm um valor sobretudo afectivo. Gostam de receber objectos como um álbum com fotografias antigas da família, jóias antigas, uma máquina fotográfica ou um bom livro como um romance histórico ou com um enredo dramático.

Os nativos de Leão são vaidosos e gostam de se sentir especiais, por isso dê-lhe um presente exclusivo e original, se possível algo luxuoso que tenha sido feito especialmente para ele. Adoram jóias e roupas vistosas, mas se puder oferecer uma sessão de massagens ou uma noite num hotel caro serão gestos muito apreciados.

Os nativos de Virgem são perfeccionistas e ligam muito aos pormenores, à qualidade e à perfeição do presente. Evite oferecer-lhe uma imitação, procure que, mesmo pequeno, seja um presente de uma boa marca. Escolha entre artigos de beleza, livros técnicos que lhe permitam saber mais sobre determinados assuntos, ou até um animal de estimação, pois são muito zelosos e sabem cuidar bem de tudo o que os rodeia.

Os nativos de Balança gostam de receber presentes clássicos ou de uma marca sofisticada e bem conceituada no mercado. Não faça muito alarido quando der um presente a este nativo pois ele não gosta de demonstrações efusivas. Ofereça-lhe uma obra de arte, acessórios de beleza, uma peça de roupa ou simplesmente flores.

Os nativos de Escorpião gostam de receber presentes raros, por isso ponha uma boa dose de mistério no presente que lhe der, use a imaginação e surpreenda-o. Gostam de óculos escuros, livros policiais, artigos esotéricos, roupas sensuais e lingerie.

Sagitário é um signo de pessoas aventureiras, que gostam de receber presentes que os obriguem a evoluir intelectualmente e lhes dêem a conhecer culturas longínquas. Uma viagem, livros de aventuras, estatuetas exóticas ou uma máquina de filmar ou fotográfica são boas opções de presentes.

Os nativos de Capricórnio gostam que lhes dêem presentes úteis e normalmente fazem uma lista daquilo que precisam, para que lhes ofereçam algo que seja realmente necessário para o seu dia a dia. Um relógio ou despertador, uma camisa ou gravata podem encontrar-se nessa lista.

Os nativos de Aquário são independentes e originais, por isso aposte sempre em algo criativo e diferente. Apreciam as novas tecnologias e gostam de receber presentes relacionados com elas. Escolha entre um Computador, um leitor de mp3, uma máquina fotográfica digital ou então roupa prática e sem grandes adereços, ou uma planta exótica.

Os nativos de Peixes são pessoas imaginativas e gostam de receber presentes que tenham um valor emocional mais elevado do que o valor material. Preferem objectos ligados à música e à arte. Para além do presente ofereça-lhe também um postal com uma dedicatória romântica, e decida-se por um CD ou um instrumento musical, uma aparelhagem ou bilhetes de cinema para ver uma comédia romântica.



E para já livram-se das músicas natalícias…



segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Desafio...




Como tempo para escrever é escasso, deixo-vos com um desafio que há dois anos coloquei neste "estaminé".


Será que as opiniões mudaram desde então? Vejamos:


George Sand afirmou:

"Há cem mil maneiras
de perder o amor de uma mulher
e a única que não se previu
é, precisamente, a que se realiza"




Não fazendo distinção do género, já vos aconteceu perder o amor de alguém por algo que tenham feito? Em caso afirmativo, previram esse desfecho?

Numa perspectiva diferente:

O meu melhor amigo confessou-me um dia que a sua máxima era: "Não quero ter razão. Quero ser feliz".

Mas pergunto: o que nunca perdoariam à pessoa que amam?

O confessionário está aberto.


E fiquem com esta música. É a que me está a fazer companhia na longa noite que me espera...



Ai que lindo é o romantismo na 3ª idade...




"Um casal de velhinhos está deitado na cama. A esposa não está satisfeita com a duistãncia que há entre eles e ela lembra:

- Qunado éramos jovens, costumavas segurar a minha mão na cama.
Ele hesita e, após um beve momento, estica o braço e segura a mão dela. Ela não se dá por satisfeita.
- Quando éramos jovens, costumavas estar bem pertinho de mim.

Uma hesitação mais prolongada agora e, finalmente, resmungando um pouco, ele vira o corpo com dificuldade e aconchega-se perto dela da melhor maneira possível.

Ela, ainda insatisfeita:
- Qunado éramos jovens, costumavas morder a aminha orelha...
Ele dá um longo suspiro, joga a coberta de lado e sai d acama. Ela sente-se ofendida e grita:

- Onde vais?

- Buscar a dentadura, velha chata !!!"

Recebida por mail


Já que a passada semana terminou da pior maneira que esta comece com algum humor. Até porque caminho a passos largos para a 3ª idade...
 
Tenham uma grande semana.
 

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

...

Sei que a nossa relação já não é o que era. 


A liberdade e isso mesmo. Podermos escolher. Mas as nossas escolhas têm sempre consequências. E, apesar de aceitar a tua escolha, a consequência foi o afastamento. Por minha escolha.

Mas estou contigo e sofro contigo nesta hora difícil.

E amanhã estarei ao teu lado... como sei que tu estarias se fosse eu.


Pensamento do dia...é melhor deixar dois porque vem ai o fim-de-semana...





quinta-feira, 17 de novembro de 2011

E eu só gostava de saber...

Como é que vou conseguir dar a formação com a "carga" que tenho.

Graças ao meu querido marido que não descansou enquanto não me pegou o raio da constipação.

E agora que ele está melhor é vê-lo a gozar comigo.

Raios me partam se para a próxima que ele estiver assim não o obrigo a dormir no sofá.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Dos primeiros socorros...



Talvez por influência da minha falecida mãe que foi enfermeira, há um bom par de anos decidi tirar um curso de primeiros socorros. 

Alguns anos passados sinto que é dos tais cursos que deveriam ser obrigatórios no ensino secundário, como é a cidadania, ou a sexualidade, por exemplo.

É que nunca se sabe o que nos espera. E se é verdade que manter a calma numa situação de emergência é fundamental e uma das "regras de ouro", não é menos importante que cada um de nós saiba o mínimo que pode fazer até chegar a ajuda especializada.
 
Hoje, durante a formação que estou a dar, uma das formandas teve um ataque grave de epilepsia. E foi reconfortante para mim saber lidar com uma situação que não é agradável para ninguém. Mas, acima de tudo, surpreendeu-me a forma como as restantes formandas reagiram. Tive um orgulho imenso no comportamento delas.

Sinto-te...



Sinto a tua falta.

Todos os dias.

Mas prefiro sentir a tua falta do que estar vazia porque deve ser terrível não sentir a falta de alguém.

Não sei se estás bem ou não. Mas algo me diz que estás bem. Quer dizer... quero acreditar que sim, mesmo não fazendo parte da tua felicidade.

E  gosto de recordar apenas e tão só os bons momentos.

Gosto de ver nos pequenos gestos do dia-a-dia pequenos fragmentos da partilha, da cumplicidade, dos sorrisos e olhares trocados.

É essa a imagem que quero reter de ti. É isso que recordo. É isso que guardo.

Mesmo que as memórias sejam pesadas...




terça-feira, 15 de novembro de 2011

E não é que os meninos conseguem dar seis...




Os políticos podem descansar aí umas 24 horas.

Graças à selecção nacional de futebol a crise fica esquecida por umas horas.

É verdade que o futebol não é o mais importante da vida...mas porra, bem que precisámos de algo que levante a nossa auto-estima.

Podemos ser um zero em termos de produtividade mas os nossos meninos ainda são capazes de dar seis (em futebol, entenda-se).


Pensamento do ano...


Agora que 2011 está na recta final e aproxima-se a passos largos 2012, e face às expectativas do nosso País e aos políticos que temos, penso que esta será a frase do ano.


"A maior desgraça de uma nação pobre

é que em vez de produzir riqueza,

produz ricos"

Mia Couto

 
Espero estar enganada!!!
 
 

Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso