segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

R.I.P...


Cresci a ouvir a música dele.

É um dos grandes responsáveis por eu gostar de música.

"África Minha", "Dança com Lobos", Zulu", "Persuaders", "Mary, Rainha da Escócia", "O Abismo Negro", "Choque de Galáxias","King Kong" e os temas da saga "Bond" devem muito à magia da música intemporal de Jonh Barry.

Leva-nos para lugares onde só a mente consegue chegar...

Deixo-vos com um dos temas mais bonitos que ele tem. É do filme "Dança com Lobos". E, sim, confesso, é dos poucos compositores que me consegue fazer chorar... como agora...




A memória curta do homem...



- Mais um ou dois anos vou ter que andar atrás da nossa filha...

- Andar atrás da nossa filha?

- Já viste como ela está? Para além de bonita, tem um corpo bem feito. Sinceramente não sei a quem sai...

- Ora bolas...a quem havia da sair? À mãe, claro está!! Ou já te esqueceste de como eu era quando nos casámos?
´

Eu sei que já passaram quase 24 anos mas a casa está cheia de fotografias...


Ai o calamandro!



domingo, 30 de janeiro de 2011

Sedutora Sedução...


Como a "doença" bateu à porta este fim-de-semana, tenho estado na cama a ler e a ver filmes uns atrás dos outros.


Pude recordar um filme que fui ver ao cinema em 2001: "Keeping the Faith" (Sedutora Sedução), cujo tema é a amizade entre dois homens e uma mulher.


Apesar de ser um filme despretensioso, é curiosa a abordagem que fazem da amizade e de como esta pode evoluir, ou não, para outro sentimento.

E tem uma boa banda sonora.






sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Que dizem? Voltámos à pré-história?




O incontornável Sigmund Freud escreveu:


"A nossa civilização é em grande parte
responsável pelas nossas desgraças.
Seríamos muito mais felizes se a abandonássemos
e retornássemos às condições primitivas."


Ora, imaginemos que tínhamos que voltar às condições primitivas e que nos era permitido levar uma pessoa e um objecto.

1º Que pessoa levavam?

2º E que objecto?

3º Qual era a primeira coisa que faziam?

4º De que iriam sentir mais falta?

5º O que acham que iriam gostar mais? (atenção meninos, para não ferir susceptibilidades, está fora de questão mencionarem o "arrastar as meninas pelos cabelos")





É sexta-feira...



E dada a "agenda social" preenchida das minhas filhas e da minha "cara-metade", será mais um fim-de-semana em que vou ter a casa só para mim.

Pelo que, o que eu gostava mesmo era de viajar para qualquer lugar. 

(...
Voyage, voyage

Plus loin que la nuit et le jour, ...
Voyage (voyage)

Dans l'espace inouï de l'amour.

Voyage, voyage

Sur l'eau sacrée d'un fleuve indien, ...
Voyage (voyage)

Et jamais ne revient.
...)



Bom fim-de-semana!




quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Escolhas...



"São as nossas escolhas, mais do que as nossas capacidades,
que mostram quem realmente somos."

(Alvo Dumbledore - Harry Potter e a camara secreta)


Hoje, por motivos profissionais, regressei àquele que foi o meu local de trabalho durante quase 10 anos.

Estaria a mentir a mim mesma se não assumisse a nostalgia que senti quando entrei naquelas portas e fui cumprimentando os colegas que foram a minha "segunda família" (sim, porque se pensarmos bem estamos mais tempo no trabalho do que em casa).

Não sei o que o futuro me reserva mas hoje tive a certeza de que a minha escolha mostrou quem sou. E sem falsa modéstia, sou uma pessoa corajosa e sem medo de enfrentar os desafios. Durante alguns anos ouvi alguns colegas a "ameaçar" que mudavam de local de trabalho. Eu não ameacei. Afirmei e cumpri.

Sem medos de não conseguir cumprir. Sem complexos.

Porque sei que as minhas capacidades não se esgotaram naquele local... 



 
 
 



E o pensamento do dia é do...


Bloguótico que foi o único que assumiu o desafio.

«Há pessoas que simplesmente desaparecem.
Do nada. Sem aviso.
E a falta que se lhes sente é nula...
... Outras há que simplesmente aparecem.
Também do nada. Igualmente sem aviso.
Mas cuja simples ideia da presença da sua ausência
 nos faz perceber o quão importantes são para nós!
... E nós para elas!»

Bloguótico


Mas muitas vezes esquecemo-nos de demonstrar a importância que têm na nossa vida...

E como hoje estou com o meu lado estúpido (entenda-se, romântico) em destaque a música de hoje é esta:

"J'ai compris tous les mots

J'ai bien compris merci

Raisionnable et nouveau

C'est ainsi par ici

Que les choses ont changé

Que les fleurs ont fané

Que le temps d'avant

C'était le temps davant

Que si tout zappe et lasse

Les amours aussi passent

Il faut que tu saches

J'irai chercher ton coeur

Si tu l'emportes ailleurs

Même si dans tes danses

D'autres dansent tes heures

...
Fallait pas commencer

M'attirer me toucher

Fallait pas tant donner

Moi je sais pas jouer



On me dit qu'aujourd'hui

On me dit que les autres font ainsi

Je ne suis pas les autres

... )



quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Videojogos nas casas de banho masculinas, para os homens "afinarem a pontaria"...

Será que é o princípio do fim de uma das discussões mais "férteis" entre homens e mulheres?

É que a Sega instalou em várias casas de banho masculinas em Tóquio, as  Toylets.

E, perguntam vocês, o que são as Toylets? Bom, são quatro "joguinhos" que vão permitir aos homens jogarem enquanto põem à prova o seu fluxo de urina.

"...Segundo o inglês "Guardian ", existem quatro jogos diferentes disponíveis nas Toylets e um deles recebe o nome de um monumento, que se aplica bem a este conceito. "#Manneken Pis" (figura em bronze de uma criança a urinar, em Bruxelas) é uma aplicação que pede ao jogador para expelir o máximo de urina que conseguir. Outro dos jogos é o "Graffiti Eraser". Aqui, o homem vê uma imagem projetada no ecrã que terá de "limpar", fazendo pontaria enquanto micta.



Existe ainda o "Splashing Battle", que ao contrário do que o nome indica não implica salpicar nada, felizmente. Aliás esse seria o contrário do que se pretende com a implementação deste jogo da Sega: fazer com que os homens não banhem o chão da casa de banho. "Splashing Battle" permite uma interação com outro jogador, que para felicidade dos dois não é em tempo real. Aqui compara-se a força do fluxo contra a do último aflito.


O quarto e último jogo tem o nome de "The North Wind and the Sun and Me", onde os sensores registam a potência e a duração do fluxo de urina. Quanto maior e mais forte for o fluxo, mais vento irá surgir no ecrã a soprar de forma a levantar a saia de uma mulher..."

Interação com outro jogador? Potência? Decididamente estou a ficar velha...

E até já há vídeos de demonstração para os meninos irem aperfeiçoando a técnica antes da moda chegar ao nosso País. E como não quero que os meninos façam má figura aqui fica o vídeo. A notícia, essa, é daqui.





Os homens, as mulheres, a comida e o sexo...

Um estudo britânico concluiu que as mulheres, ao contrário dos homens, pensam mais em comida do quem sexo.

A conclusão está errada porque não tem em conta um pormenor importantíssimo: as mulheres, ao contrário dos homens, não encaram a outra parte como comida.



terça-feira, 25 de janeiro de 2011

O Tempo...




" Temos muito tempo… Mas o tempo é qualquer coisa que se corta num golpe súbito de tesoura, quase sempre sem aviso. Três semanas, três anos, trinta anos… O tempo é apenas tempo. É água que escorre entre os dedos das mãos.

A verdade é que não temos muito tempo.

Enquanto cometemos a tolice de ir vivendo como se fôssemos viver… sempre, a nossa vida está às escuras, à espera de um acto de coragem que lhe dê cor e sentido."

Paulo Geraldo


Na última semana perdi um colega de trabalho que tinha 56 anos de idade e soube que um outro, por quem nutro uma particular estima e simpatia, está a lutar contra um cancro em fase terminal. Tem 42 anos e dois filhos ainda pequenos.

Estamos constantemente a dizer que não temos tempo.

Estamos sempre a encontrar desculpas para adiar um encontro de amigos, uma conversa, um telefonema, um simples abraço...

Acreditámos que temos tempo para os afectos, enquanto perdemos tempo a lutar por objectivos que, na maioria das vezes, nem conseguimos alcançar.

Alguns, em busca da satisfação de egos e de mais uns "tostões" no final do mês, vendem os seus valores, os seus princípios e até os seus afectos.

E, de um dia para o outro, tudo termina. E todos terminamos da mesma forma.

Valeu a pena ?







Saudades...


"Aqueles que passam por nós

não vão sós

não nos deixam sós

deixam um pouco de si

levam um pouco de nós"

Antoine de Saint-Exupéry


Tenho saudades...



Could you be loved...



Esta manhã, enquanto fazia diversas tentativas para pegar na chávena do café sem a deixar cair devido aos dedos enregelados, duas "trintonas" que se encontravam ao meu lado no balcão, tinham este diálogo:

- "Não estás mesmo a ver...ontem conheci um pedaço de homem que nem queiras saber!"

- "Como é que ele é"?

- "Lindo de morrer. Alto, olhos e cabelos pretos...achas que é amor"?

A chávena não caiu mas acabei por me engasgar com o café.

Oh minha querida, como é que podes ter esse tipo de dúvidas? Afinal só conheceste um pedaço, certo?

Devo estar a ficar velha...


segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Hoje o pensamento é da minha autoria... e fica o desafio!

É que a propósito de um comentário ao post da "Eu Mesma", saiu-me uma frase que gostei.

No fundo, as ilusões fazem avançar
e as desilusões fazem-nos crescer.
E depois há aqueles pequenos momentos
e que nos esquecemos de catalogar
mas que tem um nome: felicidade.
A tudo isto chama-se vida.


E, já agora, um desafio: vamos ser criativos e pensem numa frase que funcione como pensamento do dia.

Todas elas terão direito a post.




Comecei a semana da melhor forma...

Esquecendo de tirar o dedo enquanto fechava a porta do gabinete!

Negro já está. E, ou estou muito enganada, a unha já era...


Nota - O que vale é que estava sozinha e ninguém ouviu a "enxurrada" de asneiras que disse.



domingo, 23 de janeiro de 2011

sábado, 22 de janeiro de 2011

Sunray, Dark Horse e Blue Ridge...

Os três juntos, mais a minha manifesta falta de jeito, têm dado uns cigarros bem esquisitos.

Mas que se poupa dinheiro, lá isso é verdade.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Os Bombeiros já cá estão...

Agora é só esperar que o prédio não venha abaixo.

Até agora só tem sido vidros e pedaços de alumínio a voar.

Quais sete graus de temperatura e quais rajadas de 80 Kms/hora...

A ordem é abrir tudo o que é porta para não existir oposição ao vento.

Ora, como está um calor que não se pode e nem uma brisa corre, só falta vestir o fato de banho, colocar uns óculos de sol, ir comprar um "picolé" e fazer de conta que estamos no Verão...



Estes são os meus gelados preferidos


Só podem estar a gozar...

Como se escolhe um amigo?




Segundo a notícia daqui, no fundo, bem lá no fundo, são os nossos genes que comandam quando se trata de escolher os amigos.


Já aqui falámos de um estudo que defendia qque os genes eram responsáveis pela escolha dos parceiros sexuais. Mas, pelos vistos, também são responsáveis pela escolha dos amigos.

Um estudo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences "...analisou seis genes que são conhecidos por estarem ligados ao nosso comportamento e descobriu que dois deles estão relacionados de forma oposta na forma como escolhemos as pessoas... o trabalho feito por uma equipa da Universidade de San Diego e de Harvard construiu mapas de amizades a partir do estudo longitudinal sobre a saúde dos adolescentes feito a nível nacional nos Estados Unidos. Os mapas mostram que as pessoas que têm uma variante do gene DRD2 que está associado a uma maior tendência para o alcoolismo, impulsividade e hiperactividade são mais amigos entre si do que o que seria esperado... Segundo James Fowler, primeiro autor do artigo, ... não só estamos mais susceptíveis a ter um certo comportamento, como estamos com pessoas que também são susceptíveis de ter este comportamento...O outro gene que se encontrou uma associação foi o CYP2A6...O estudo mostrou que as pessoas com esta variante preferem estar com pessoas que não têm esta variante. Neste caso “escolhe-se pessoas com um genótipo diferente para serem amigas”, disse o investigador..."

Assim, conclui o estudo, “... Podemos escolher os amigos não só devido a características sociais que reparamos de uma forma consciente mas também devido a características biológicas e até genéticas que reparamos de uma forma inconsciente...”,

Sejam, ou não, os genes responsáveis pela escolha dos amigos, uma coisa é certa: já lhes dei ordem para terem um pouco mais de cuidado porque eles já se enganaram o suficiente...

Mas sabem uma coisa? Mesmo enganada por alguns (muito bem enganada, diga-se, porque há pessoas verdadeiramente especialistas na arte de enganar), nunca me arrependi das escolhas que fiz. Guardo todos os bons momentos com enorme carinho.. Mas, acima de tudo, nunca tive que fazer sacrifícios por um amigo. Porque na amizade não há sacrifícios. Há partilha e essa eu recordo com um sorriso...



quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Jessie...

Há que tempos não ouvia isto...

Segundo reza a história, Joshua Kadison dedicou este tema à sua namorada de então. Ela hoje é uma das meninas de " O Sexo e a Cidade": Sarah Jessica Parker.



Se é assim, anda aí uma cambada que não tem "boa educação"

A boa educação consiste
 em esconder o bem que pensamos de nós próprios
e o pouco bem que pensamos dos outros.

Mark Twain


É que, não há um único dia que não assista a alguém a dizer que "é o maior da cantareira".*

E se puder demonstrar o seu "ego" denegrindo a imagem dos outros, melhor ainda.


Aprecio particularmente aqueles que "sobem" na carreira profissional em áreas que não dominam e que, de um momento para o outro, têm os maiores conhecimentos do mundo sobre a matéria.

Qual é o problema de uma pessoa assumir que desconhece determinada matéria? É menos inteligente? É menos profissional? É preferível dizer um enorme disparate (com aquele tom de quem está a dizer uma verdade irrefutável) à frente de alguém que sabe mais?

Eu não tenho qualquer problema em dizer: "Não sei. Tenho que estudar primeiro para dar a minha opinião".

A humildade, que não a subserviência, é uma qualidade em vias de extinção...

A altivez e a arrogância estão na moda.

Deve ser por isso que não vou a lado nenhum!



 
* frase típica da gente do Norte

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Absolutamente delicioso...




Este pensamento de Mário Quintana e que me arrancou uma boa gargalhada...

É que todos sabem das sérias dúvidas que tenho quando um homem afirma que a beleza exterior de uma mulher não é muito importante!!!

"Dizes que a beleza não é nada?
Imagina um hipopótamo com alma de anjo...
Sim, ele poderá convencer os outros de sua angelitude - mas que trabalheira!"



Aliás, nos inícios dos meus queridos anos 80, os Roquivários já o diziam...

Hoje...



Até que o meu corpo pedia um dia calmo... na cama, claro está!

Mas já sei que vai ser um dia bem movimentado. Para além de ter que terminar um inquérito aos serviços,  tenho que receber o meu novo parceiro.

Já o conheço há algum tempo e gosto de trabalhar com ele.

Fica a faltar um terceiro elemento para a equipa ficar completa.

Como hoje estou um pouco melosa, desde que cheguei que estou a ouvir uma senhora que, pelos vistos, só a Eu Mesma e eu gostámos... mas, depois do dia de ontem a sensação com que fiquei momentâneamente foi a de que sou imortal...e que tenho poucos mas grandes amigos...




terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Podia ter sido bem pior...

Acidente grave na A1.

Fila compacta com alguns kms.

No meio dessa fila, um camião que não consegue travar a tempo face a uma mudança de direcção

Resultado: luxação no ombro da minha filhota mais nova, marca do cinto no corpo da "je" e um carro em mau estado (o meu).

Belo fim de dia...porque podia ter sido bem pior.


...



Estou cheia de trabalho.

Estou cansada.

Sei que o desafio não é nada fácil.

Sei que vou contar com muitos obstáculos.

Mas estou feliz.

Já devia ter dado o salto em Março, em vez de ter andado a envelhecer um pouco todos os dias.

Neste momento bebo um chá e como umas bolachas responsáveis por ter engordado 2 Kg.

Que se "lixe"...

Enquanto isso, mexo o corpo ao som desta música e pode ser que as calorias não "entranhem"...

A esperança é a última a  morrer, ou não?




Vim trabalhar, não fui às costas...

Levei o raio da vacina e estou cheia de dores no braço.

Só gostava de saber qual a razão que leva o meu organismo a reagir desta forma a uma simples vacina.


E aqui fica um tema cheio de perguntas...




Nota - Mas o meu maridinho levou-me junto ao mar. Há lá melhor forma de começar o dia...

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Toma lá para não te armares em esperta...





Por força do  respeito mútuo estabelecido entre a "je" e as agulhas, fizemos um trato: evitar encontros.

Ora, desde os 16 anos que andei a evitar ter um encontro de "terceiro grau" com a vacina do tétano. Tudo valia: ou estava grávida (por duas vezes que me safei no emprego de levar com a dita cuja), ou estava com uma daquelas constipações que me impediam de tirar a roupa sob pena de apanhar uma pneumonia.

Eis senão quando, no belo mês de Agosto armaram-me uma armadilha e lá levei eu com o raio da agulha que me colocou o braço esquerdo fora de competição por uma semana.

Mas, pensei eu ingénuamente, só tenho que inventar nova desculpa daqui a dez anos.

Mas não é que agora inventaram uma segunda dose?

Mas segunda dose de quê? No meu tempo não havia nada disto. Levava-se uma vez a vacina do tétano e está a andar por dez anos.

Raios e coriscos...

O problema é que o meu maridinho ameaçou-me levar às costas...

Se amanhã não vier trabalhar já sabem. O meu maridinho deu um valente "trambolhão" a tentar levar às costas 72 Kg e eu fui um dano colateral. 

Ou pensavam que ia perder a oportunidade de ir às costas?

Porque é tudo uma questão de perspectiva e porque aprender a relativizar é uma questão de maturidade...


"É exactamente porque não há solidão que dizes que há solidão. Imagina que eras o único homem no universo. Imagina que nascias de uma árvore, ou antes, porque eu quero pôr a hipótese de que não há árvores, nem astros, nem nada com que te confrontes: supõe que o universo é só o vazio e que tu nascias no meio desse vazio, sem nada para te confrontares. Como dizeres «eu estou sozinho»? Para pensares em «eu» e em «sozinho» tinhas de pensar em «tu» e em «companhia». Só há solidão «porque» vivemos com os outros..."

Vergílio Ferreira, in 'Estrela Polar'





Tenham uma boa semana...


domingo, 16 de janeiro de 2011

Biscoitos às 3 pancadas...



A pedido de muitas famílias (foram duas, mas isso agora não interessa nada), aqui fica a receita dos biscoitos que dada a hora tardia a que foram feitos da última vez foram "baptizados" com o nome apropriado.

Mas vamos à receita:

Ingredientes:

1 rolo de massa folhada

Açucar pilé q.b.

Estendem a massa folhada e cortam em palitos (do tamanho com que costumam cortar as batatas aos palitos) e torcem cada palito.

 Levar ao forno pré-aquecido a 180º até ficarem doiradinhos.
 
Depois de prontos polvilhar com açucar pilé.


 Se quiserem ter mais trabalho em vez de cortar aos palitos cortam em triângulos e enrolam começando na parte mais larga para o centro.  Se optarem por esta forma, o aspecto final será este:





Mais simples do que isto? Convenhamos que é difícil. Para mim o dificil é deixar de os comer....

sábado, 15 de janeiro de 2011

OH YEH, TENHO UMA SERPENTÁRIA CÁ EM CASA...OU UMA OPHIUCHUS SE QUISER SER ERUDITA...

O Bloguótico tanto queria mudar de signo que pode ser que esteja com sorte.

O meu querido Amigo Francisco está apavorado porque voltou a ser Virgem...

Vamos lá ordenar os signos.

Se os astrónomos do Minnesota Planetarium Society, nos EUA estiverem certos, os antigos astrónomos da Babilónia basearam os signos na constelação na qual o Sol se encontrava no dia do nascimento. Só que, ao longo dos milénioso o "...movimento de precessão dos equinócios que faz com que o eixo de rotação do planeta Terra aponte para direcções diferentes ao longo de um período de cerca de 26 000 anos. Deste modo, a posição do Sol relativamente às estrelas de fundo vai alterando 1,23 minutos de arco ao longo de um ano. É um movimento praticamente insignificante mas que é notado ao fim de algumas centenas de anos..." (num dos comentários daqui)

No artigo do Star Tribune é mencionado um 13º signo, que fica entre Escorpião e Sagitário, " ...mas que vários astrónomos têm desvalorizado, dizendo que se refere a uma 13ª constelação (Ophiuchus), que teria sido posta de parte pelos babilónios, por quererem apenas 12 signos...". E eis como aparece o Serpentário (deve ter corpo de serpente e cabeça de otário, digo eu).

Mas se a confusão estava instalada, tudo fica bem mais complicado se tivermos em conta que aqui, as datas são estas:


Capricórnio: De 20 Janeiro a 16 Fevereiro

Aquário: De 16 Fevereiro a 11 Março

Peixes: De 11 Março a 18 Abril

Carneiro: De 18 Abril a 13 Maio

Touro: De 13 Maio a 21 Junho

Gémeos: De 21 Junho a 20 Julho

Caranguejo: De 20 Julho a 10 Agosto

Leão: De 10 Agosto a 16 Setembro

Virgem: De 16 Setembro a 30 Outubro

Balança: De 30 de Outubro a 23 Novembro

Escorpião: De 23 a 29 Novembro

Serpentário (Ophiuchus): De 29 Novembro a 17 Dezembro

Sagitário: De 17 Dezembro a 20 Janeiro
 
 
 
E aqui, são estas
 
 
 



Mas enquanto não se decidem quanto às datas, uma coisa é certa: não enganei ninguém. Continuo a ser uma verdadeira Peixes.

Já o meu maridinho passa a ser Sagitário, a minha filha mais nova passa a ser Virgem e a minha filha mais velha passa a ser uma verdadeira Serpentária.

E vocês? Mudam de signo?

Qualquer dia inventam a fórmula de continuarmos sempre jovens.

Até lá...Alphaville...




ADENDA ÀS 21.42 :
Após alguma busca consegui descobrir que existe uma ave da Familia Sagittariidae que, segundo os entendidos, tem parentesco com as águias. Ora, que nome é que tem essa ave? SERPENTÁRIO.
 
E arranjei foto e tudo... (continuo a achar que corpo de serpente e cara de otário era capaz de ser mais interessante).





sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Dúvida para o fim-de-semana



Bom fim-de-semana!

Alguma coisa está mal...






Quando uma gaja se levanta às 4 da manhã para fazer biscoitos e não fica descansada enquanto não os come todos.

E depois queixa-se que engordou...

Estarão vocês a pensar:

- Ni, não foste tu, pois não?

Eu respondo:

- Quem vocês pensavam que era. Sou lá rapariga para falar da vida alheia.

E para que o diálogo termine aqui, adianto que eles estavam deliciosos. O problema é que se fazem em cinco minutos e devoram-se em menos tempo.

Estou feita...





quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

E já está...

Era hoje, era amanhã...

Estava sempre a adiar a concretização de uma das decisões que tomei no 1º dia do ano.

Hoje, lá tomei coragem, sentei-me e fechei os olhos.

Alguns minutos mais tarde, a medo, olhei para o chão. Foram 15 cm...

Tenho, finalmente, o meu cabelo curto.



Nota 1 - Ainda não tive coragem de olhar para o espelho mas já reparei nos olhares de alguns colegas...

Nota 2 - Aposto com quem quiser que o meu "maridinho" nem vai reparar...

Quem tem coragem para assumir o desafio?






O desafio de hoje é fazer o que eu fiz mal cheguei ao meu "estaminé".

É claro que tenho a vantagem de estar sózinha pelo que não tenho "espectadores" a assistir.

Mas podem sempre dizer que foi o médico que aconselhou a fazer isto uma vez por dia para aumentar a produtividade no trabalho.

Mas vamos ao desafio:

Deixem-se estar sentados, coloquem a música escolhida por mim a um som razoável e inventem uma coreografia em que apenas podem mexer com os braços, pernas e rodopiar na cadeira.

Dirão vocês:

- "Achas que não tenho mais nada que fazer?"

Respondo eu:

- Até são capazes de ter. Mas vão ver que lançam umas boas gargalhadas. E é sempre bom começar o dia a rir...





Nota - Quando a música aumentar de ritmo convém só rodopiar a cadeira se tiverem a certeza que não se vão estatelar no chão...


quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Homem que é homem...



Diálogo ocorrido esta manhã pelas 7.45 horas na cozinha entre a "je" e o seu "maridinho" que, como a generalidade dos homens, é um piegas quando está doente:

Eu - Hoje tens que estar às 10 da manhã no hospital para fazeres os exames. Queres que vá contigo?

Ele - Para quê? Só vou à consulta para saber quando sou operado.

Eu - Tu é que sabes.


Diálogo ocorrido às 11.30 horas via telemóvel entre os mesmos intervenientes:

Ele - Os bébés já nasceram.

Eu - O quê?

Ele - Os bébés já nasceram.

Eu - Fosga-se. Não estou a entender nada.

Ele - Olha, já fui operado e já estou a caminho do trabalho...

Eu - Estás a brincar comigo, não estás?

Ele - Não. Eles apanharam-me lá dentro, deram-me uma anestesia local e quando saí já vinha embrulhado com sete pontos na barriga.

Eu - Mas estás bem? Precisas que vá ter contigo? Podes conduzir?

Ele - Claro que estou. Homem que é homem aguenta tudo.


Pois, digo eu, dizes isso porque nunca tiveste um parto...

As quarentonas e a moda...

"Desde que uma mulher tenha brilho nos olhos,
nenhum homem irá reparar se ela tem rugas em volta deles."
Dolores Del Rio
 
 
Nunca fui escrava da moda por duas ordens de razão:

Em primeiro lugar, os estilistas imaginam os seus "trapos" num corpo feminino perfeito. Ora, salvo algum milagre da mãe natureza ou dos produtos resultantes das inovações da cirurgia plástica, a maioria das mulheres têm o corpo que genéticamente lhes coube na rifa.

Em segundo lugar, os estilistas não têm como modelo a imagem de uma quarentona ou cinquentona.

Hoje ao vir para o trabalho cheguei à conclusão que a maioria das mulheres com quem me cruzei vinham vestidas da mesma forma: leggins, camisola curta e botas acima do joelho.

Ora, se esta "vestimenta" até é capaz de ser engraçada na minha filha de 13 anos e, vá lá, numa jovem de vinte anos que tenha um corpo "jeitosinho", já é completamente disparatada numa mulher com 1.50 de altura e 80 Kg. de peso como pude hoje constatar.

É que, convenhamos, ter umas pernas que não chegam a um metro, com umas botas de 70 cm, é, no mínimo, ridículo.

Mas mais disparatado se torna quando a mulher tem mais de 40 anos.

Com os meus 45 anos considero-me uma pessoa nova graças ao meu espírito jovem. Mas seria uma autêntica palermice pretender "rivalizar" com as minhas filhas. Uma mulher de 40 anos pode ser moderna e sensual sem caír no ridículo. Pode andar de acordo com as tendências da moda sem ser "clone".

A moda pode ajudar-nos a encontrar soluções que se adequem ao nosso corpo e à nossa forma de estar e de ser de acordo com as tendências de uma determinada estação. E é desta forma que a mesma deve ser encarada.

É que, conforme dizia a minha mãe, quando uma mulher de 40 pretende através do aspecto exterior competir com uma mulher de vinte ou trinta fica sempre a perder.




terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Previsões 2011 - Signo Aquário

E a nossa viagem pelos astros chega ao fim com o signo do Bloguótico (pelo menos é o que ele diz porque duvido que alguém da Bloguónia tenha signo).

E este "menino" tentou tudo para ficar com a melhor previsão. Até já queria mudar de signo. Os astros castigaram-no e ele mudou.. mas foi de visual. E os astros nem foram muito maus porque, pelos vistos, fica "d'arrasar" graças à sua miopia (não me perguntem porquê)...

Bloguótico, ficas com este e olha que não ficas nada mal. Pelo menos a acreditar na menina... (meti uma cunha para ficares animado).


"As influências gerais são positivas e pedem um balanço do que foi conquistado nos últimos anos. Se o Aquariano vibrar na sua dimensão mais elevada, de fidelidade à sua própria verdade interior, de se responsabilizar por dar o seu contributo no seio de um grupo onde o motor sejam os ideais partilhados, na construção de melhores sociedades –dizia, neste caso ele estará adiantado na construção de um futuro muito mais realizado e pleno. Este é ano para re-estruturar ou acabar com os compromissos que o não renovam nem libertam; é o ano para aprimorar técnicas, conhecimentos e competências. Mas atenção, Saturno pede que se dedique á estabilização da finanças, que evite claramente a dispersão, o andar errático de objectivo em objectivo, a desatenção a compromissos assumidos, o evitar de assumir liderança pessoal. Se se superar ultrapassando a tendência a não acabar nada, se desenvolver disciplina e vontade, se não se perder nas mil solicitações que sempre o tentam, poderá colher bons frutos das oportunidades que surgirão ou se reforçarão. Sobretudo para os nativos dos 1 e 2º decanatos (20 Janeiro a 08 Fevereiro), surgirão oportunidades de expansão social, profissional e de desenvolvimento pessoal. Úrano e Júpiter manterão a chama e a vontade de ir mais longe, mas Saturno adverte que precisa pavimentar o caminho com consciência, disciplina, e constância. Os sinais dos tempos vão apoiá-lo naquilo que gosta de fazer; viajar, aprender, interagir socialmente, afinar-se com as renovações no mundo e sobretudo, ser cada vez mais um arauto e um agente consciente da mudança de novos paradigmas sociais."


Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso