segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Desisto...


Definitivamente não consigo remodelar esta sala de estar.

Dá-me sempre erro.

Confesso que estou a ficar cansada das cortinas e dos móveis mas já não sei o que fazer...

Quem precisar...


Como hoje o dia me está a correr muito bem, decidi pegar no desafio da Chocolate , alterá-lo de forma desavergonhada e saíu isto.


Quando estiverem furiosos, é um bom exercício para relaxar...


Aqui fica.


Formaste-te na Faculdade?

Vou-me formando na escola da vida.

Fumaste cigarros?

Muitos. E continuo.

Ficaste inconsciente de bêbedo?

Adormecer numa banheira na noite de núpcias conta?

Foste a todas as diversões de um parque?

Não.


Coleccionaste algo mesmo idiota?

Sim. A colecção “Amor é…”. A única desculpa é que ainda acreditava nisso!

Foste a um concerto de rock?

A mais que um.


Pescaste?
Idiotas contam?


Dançaste numa discoteca?
Até me casar perdi a conta.


Seguiste alguém no metro ou na rua porque o/a achaste interessante?
Ah?!?!?!?!?!?


Viste 4 filmes numa noite?
E até já vi um que valeu por quatro.


Passaste 3 dias ou mais sem dormir?
Algo recorrente.


Mentiste a alguém?
Sim.


Acabaram um namoro contigo?
Sim.


Alguém te encornou?
E de que maneira…
Cheiraste cocaína?
Não.


Baldaste-te a uma aula?
A mais do que uma para ser honesta.


Fumaste ganza?
Sim.


Estiveste num acidente de carro?
Sim.


Estiveste num tornado?
Da natureza? Não.


Usaste drogas pesadas?
Não.

Viste alguém morrer?
Sim.


Estiveste num funeral?
Em vários. Já entrei na fase em que não sou convidada nem para casamentos nem para baptizados.


Queimaste um bocado de cabelo?

Tantas vezes…



Correste numa maratona?
De que tipo?


Voltaste de uma saída com um buraco de cigarro na roupa?
Várias vezes…


Tiveste os pais divorciados?
Não.


Choraste até adormecer?
Perdi a conta…

Gastaste mais de 200€ num único dia?
Então quando comprei a casa foram muitos 200 €…


Voaste num avião?
Num carro é que não foi.

Engataste alguém?
Sou uma nulidade nesta matéria.


Foste engatado/a?
Não.


Escreveste uma carta de dez páginas?
Não.


Velejaste?
Não.


Cortaste uma parte do corpo propositadamente?
Sou doida mas tenho alguns limites.


Tiveste um melhor amigo?
Um? Não. Dois.


Perdeste alguém que amavas?
Sou especialista nesta matéria.


Roubaste algo de uma loja?
Não.

Estiveste na prisão?
Muitas vezes… em trabalho.

Foste suspenso?
Não. Mas levei muitas faltas disciplinares na escola. Conta?


Foste culpado por algo que não fizeste?
Sim. Mais do que uma vez.


Roubaste livros de uma livraria?
Não.


Foste a outro país?
Sim.


Abandonaste a escola?
Sim. Quando me deram um canudo. Mas depois voltei…para outro canudo.


Estiveste num hospital psiquiátrico?
Não. Mas acho que estou a precisar.


Leste um livro do Harry Potter?
As minhas filhas leram por mim.


Viste um filme do Harry Potter?
Mais do que um.


Tiveste um diário online?
Às vezes esta sala de estar funciona como tal.


Disparaste uma arma?
Não. Mas já dei um murro.


Jogaste num casino?
Sim.


Participaste numa peça de escola?
Sim.


Foste despedido?
Não.


Nadaste com golfinhos?
Não.


Beijaste alguém do sexo oposto?
Em vários sítios.


Beijaste alguém do mesmo sexo?
Na cara.


Escreveste um poema?
Vários.


Votaste no BB/Operação triunfo/Ídolos?
Não.


Telefonaste para o Toca a ganhar?
Já pago muito de telemóvel para andar a sustentar as televisões.


Leste mais de vinte livros num ano?
Leio isso por mês.


Amaste alguém que não podias ter?
Sim.


Ficaste confuso acerca da tua sexualidade?
Ainda hoje fico confusa. As mulheres não deviam ter menos pilosidade que os homens?


Usaste um livro de pintar depois dos 12 anos?
Claro.


Fizeste uma cirurgia?
Sim.


Levaste pontos?
Sim.


Fartaste-te de esperar pelo metro/autocarro e apanhaste um táxi?
Quantas vezes…


Tiveste algum problema com álcool ou drogas?
Já tenho problemas que cheguem com outras matérias.


Participaste numa luta?
Sim. Não me perguntem pormenores…


Sofreste qualquer forma de abuso?
Nem me falem…

Pintaste o cabelo?
Não.


Fizeste uma tatuagem?
Não.


Fizeste um piercing?
Não.


Tiraste só notas 20?
Para quê?


Estiveste entre os melhores alunos da escola?
Estive e não adiantou grande coisa.

Foste mandado para um psicólogo?
Sempre fui muito discreta.

Foste algemado?
Ora aí está uma coisa que ainda não experimentei…


Conheceste alguém com HIV ou SIDA?
Sim.


Tiraste fotos com uma webcam?
Não.

Começaste/ias começando um incêndio?
Um pano da loiça a arder conta?


Deste uma festa quando os pais não estavam em casa?
Muitas.


Foste apanhado na alínea anterior?
Algumas vezes.


Fizeste amigos na net e conheceste-os ao vivo?
Sim.


Namoraste alguém conhecido na net?
Não.


Fizeste várias tags como esta só para passar o tempo?
Só quando estou furiosa.


Chinesices e afins...



Peço desculpa aos que passam nesta sala de estar mas por uns dias só entra quem tem senha.

Pode ser que os melgas comecem a bater na porta ao lado...

domingo, 30 de agosto de 2009

Vamos lá agitar as hostes...




Já falámos diversas vezes sobre um tema incontornável no elenco das emoções: a infidelidade.

Hoje ao ler um comentário a uma investigação de Melissa Burkley e Jessica Parker da Universidade Estadual de Oklahoma, publicado na New Scientist, e que demonstra que 90% dos grupos de mulheres heterossexuais acham um homem sexualmente mais atraente quando sabem que ele tem uma parceira fixa, fiquei com a seguinte dúvida:

Será que a fidelidade é uma questão de preguiça?


quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Estou que nem posso...




E ainda vou ter um bom par de horas pela frente para acabar as limpezas na cozinha.

Fosga-se....

Isto de tirar tudo de dentro dos armários, limpar e arrumar tudo de novo dá cá uma trabalheira!

Preciso mesmo de parar um pouco antes de recomeçar.

Tenho que acreditar que acabo de arrumar a cozinha durante a madrugada...



quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Ups, enganei-me...




Afinal falta-me ver os quatro últimos episódios do "Espaço 1999".

É o que me vai entreter a partir deste momento....


terça-feira, 25 de agosto de 2009

Verdades e constatações de uma semana de férias...



É verdade. A chata voltou!

E este recomeço teria que ficar marcado pelas verdades e constatações proporcionadas pela semana que passei em Vidago.

É verdade que não apareceu nenhum bérbére a oferecer duas cabras por esta menina a exemplo do que aconteceu no ano passado em Marrocos, apesar de ter que gramar com temperaturas superiores a 38º, tal qual as que lerpei em Tourodant.


Mas, aqui ficam os resultados da minha curta semana de férias:


1º Para o ano vou contribuir para as festas do Jardim de Arca d' Água dado que foram as responsáveis pela minha querida sogra ter optado por ficar no Porto.

2º Consegui deixar em paz os que ainda têm pachorra para vir até esta sala de estar durante uma semana.

3º Comer, dormir e ver os 48 episódios da série "Espaço 1999" não é bom para manter a linha.

4º O meu francês melhorou bastante depois de te passado grande parte do tempo a ouvir: "Michel viens ici. Viens ici Michel. Raios te partam rapaz, ou vens já aqui ou dou-te um arraial de pancada".

Nota - Confesso que adoro ver os nossos imigrantes a tentar evitar falar o português em contraponto com os franceses que se esforçam por falar alguma coisa na nossa língua. Mas, o que me dá um verdadeiro prazer é quando estão a falar de nós, pensando que só eles é que conseguem essa maravilha de falar uma língua estrangeira, e ver a sua cara de parvos quando respondemos à letra no mesmo idioma.







domingo, 16 de agosto de 2009

Quando o tempo pára...








"Não se vive se não o tempo que se ama"

Claude Adrien Havétius


Faltam poucas horas para ir para a câmara de tortura...

Nunca mais é dia 07 de Setembro!!!






sábado, 15 de agosto de 2009

1º dia de férias:



Consegui, finalmente, adormecer. E dormi das 5.30 às 9.30 da manhã. Um autêntico feito!

O objectivo era ir ao IKEA comprar uma série de coisas para arranjar a cozinha que está em frangalhos.

Não me lembrei que hoje era feriado e que fechava às 13.00 horas. Pelo menos deu para estar na esplanada alguns minutos a ver o mar...

Resultado: amanhã levantar cedo para nova viagem ao IKEA. É que não consigo ver a cozinha conforme está...

Limitei-me a fazer umas arrumações e depois do jantar, peguei num ancinho e andei a tirar ervas daninhas do jardim.

Para primeiro dia, não está mal...

E, amanhã, a minha fofa mais nova já regressa! Duas semanas sozinha é muito tempo...





sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Tudo arrumado...



A inscrição no Congresso da ATAM que vai decorrer em Outubro em Bragança, está feita.


O hotel marcado.


Os pareceres que não estão concluídos estão devidamente empilhados a aguardar Setembro.


O gabinete está arrumado.


Entrei de "férias"...e não queria!


Passarei de vez em quando, ou de quando em vez.


There are times when I look above and beyond
There are times when I feel your love around me baby
I'll never forget my baby
I'll never forget you
There are times when I look above and beyond
There are times when I feel your love around me baby
I'll never forget my baby
When I feel that I don't belong
Draw my strength
From the words when you said
Hey it's about you baby
Look deeper inside you baby
Dream about us together again
What I want us together again
I know we'll be together again 'cause
Everywhere I go
Every smile I see
I know you are there
Smilin' back at me
Dancin' in moonlight
I know you are free
'Cause I can see your star
Shinin' down on me
Good times we'll share again
Makes me wanna dance
Say it loud and proud
All my love's for you
Always been a true angel to me
Now above
I can't wait for you to wrap your wings around me baby
Wrap them around me baby
Sometimes hear you whisperin'
No more pain
No worries will you ever see now baby
I'm so happy for my baby
Dream about us together again
What I want us together again
I know we'll be together again 'cause
Everywhere I go
Every smile I see
I know you are there
Smilin' back at me
Dancin' in moonlight
I know you are free
'Cause I can see your star
Shinin' down on me
Good times we'll share again
Makes me wanna dance
Say it loud and proud
All my love's for you
There are times when I look above and beyond
There are times when I feel you smile upon me baby
I'll never forget my baby
What I'd give just to hold you close
As on earth
In heaven we will be together baby
Together again my baby
Everywhere I go
Every smile I see
I know you are there
Smilin' back at me
Dancin' in moonlight
I know you are free
'Cause I can see your star
Shinin' down on me
Everywhere I go
Every smile I see
I know you are there
Smilin' back at me
Dancin' in moonlight
I know you are free
'Cause I can see your star
Shinin' down on me







Ai que bom...



Quando me aparece uma alma bondosa e inicia um diálogo que me sobe a moral como mais ninguém consegue:


- F., quantos anos é mais velha que o seu marido?


Mais velha? Perguntei eu aos meus neurónios. Graças ao meu sentido de humor delirante, a resposta foi quase imediata:


- 9 anos!


- Ainda é uma boa diferença - responde ela, logo acrescentando: - O que interessa é que são casados há mais de vinte anos. Isso é que é importante - conclui ela com um olhar compadecido.


O quê? Pensei eu estarrecida. Nem sequer a célebre frase: "não parece, está bem conservada"?


Sorri e virei costas.


Nem me dei ao trabalho de dizer que ele é que é mais velho do que eu...


E que ainda sou capaz de fazer isto:

Fosga-se...







Muro das lamentações ou consultório sentimental?

Apesar deste blogue nos últimos cinco meses mais parecer um muro das lamentações, ainda há almas que vêem em mim alguém com capacidade para falar se sentimentos e emoções.

Eu? Que não percebo nada da matéria?

Pensando melhor, e vendo o outro lado da realidade, sempre posso ser considerada uma verdadeira especialista em destruir emoções.

Apesar de não ter cara de padre ou de Madre Teresa de Calcutá, a verdade é que desde muito cedo as pessoas viam-me como a pessoa ideal para dar conselhos sobre relações humanas.

Vai daí, não havia dia que não chegassem ao pé de mim a chorar amores perdidos, amizades na corda bamba e paixões assolapadas. O mais engraçado é que, na maioria das vezes, eu é que precisava de "chorar" as minhas frustrações. Mas, mais engraçado ainda, é que nunca gostei de dar conselhos pelo que me limitava a ouvir. A dar o meu ombro. Era o que eles precisavam. Era o que eu conseguia fazer.

Recordo-me do meu amigo do liceu ter dito uma vez: "Nina, sem dizeres nada, dizes aquilo que precisámos de ouvir com o teu olhar". Dei uma gargalhada e disse que ele estava doido.

Doido, ou não, a minha "sina" prolongou-se pela vida fora.

Esta lengalenga toda para dizer que esta noite um dos visitantes desta sala de estar me mandou um mail a pedir um conselho a propósito de uma relação.

Não posso dar um olhar, nem o meu ombro (nem virtualmente falando).

João, o que te posso dizer? Dizes que estás louco por essa mulher mas que não sabes se valerá a pena. Se queres lutar por esse amor, luta. Algum dia, mais cedo ou mais tarde, temos que enfrentar o nosso "destino". Tal qual enfrentámos os nossos fantasmas.

Se vai durar? Não faço a mínima ideia. Alguém me perguntou um dia se uma relação entre duas pessoas unidas pela amizade podia dar certo. Respondi da mesma forma. O que te posso dizer, e não disse a essa pessoa, é que uma relação que tem por base a amizade é mais sólida do que aquela que tem por base uma paixão. Pelo menos gosto de pensar que "a amizade é um amor que nunca morre", (é de mim ou acabei de dar um conselho?)
.

Já que estás louco por essa mulher, deixo-te esta música. Cabe-te que nem uma luva...

E, já agora, roubando uma frase desse grande Senhor: "Faz o favor de ser feliz"...






quinta-feira, 13 de agosto de 2009

As minhas férias...



Amanhã, por esta hora, estarei em férias.

Pela primeira vez desde há muitos anos, não tinha qualquer destino para ir descansar um pouco do ano louco que estou a ter.

Mas, feita "toina" esqueci-me de um pormenor importantíssimo: a minha sogra.

Ah, pois é, a minha vida não faria sentido se não tirasse umas "férias" com a sogra.

Vai daí, a minha cara-metade decidiu oferecer-me como "prenda" uma semana em Vidago com quem? Com a minha sogra.

Agora, só me resta gravar mais músicas no meu I-Pod, comprar uns headphones mais potentes e "carradas" de livros de "Biancas", "Sabrinas" e afins.

Já vos disse que é delicioso ouvir a minha sogra desde que se levanta até que se deita?

Com um bocadinho de sorte o meu chefe pede-me para ir trabalhar...





A Pedra




Hoje gostava de ser uma pedra.

Sim, uma pedra. O formato e o tamanho não importam.

Uma simples pedra que apesar dos pontapés que leva apenas muda de lugar...








Esta é para o anónimo

Que me mandou um mail a dizer que gostava de me conhecer.

Eu já coloquei a minha foto várias vezes.

Mas, a pedido, aqui fica mais uma vez...








Hoje...


Faz cinco meses que mandaste dizer que não querias falar mais comigo.


Nem me disseste olhos nos olhos!


Recordo-me bem, tinha feito anos no dia anterior. Durante o dia esperei dois telefonemas. Não recebi nenhum deles. Um deles foi o teu.


Ao longo destes anos sempre te protegi. Entendia que era o meu papel. Assumi muitas vezes as culpas do que fazias. Acho que intimamente sofria do síndrome da protectora.


Mas, sabes, sempre invejei a tua força de lutar. A tua personalidade forte. Traçavas objectivos e arrancavas a toda a velocidade...


Eu nunca fui assim. Sempre fui cautelosa, medrosa e facilmente desisti do que verdadeiramente queria face aos valores que se levantavam.


Tu nunca tiveste medo de lutar pelos teus sonhos, por aquilo que querias. E, acima de tudo, não pensaste duas vezes quando optaste pelo amor e por ser feliz.


Mas, sabes, a vida não é fácil. E, apesar de todos nós termos direito a ser felizes, a nossa felicidade não pode ser obtida à custa do sofrimento dos outros. Pode ser obtida "apesar de". Não "à conta de".


Mas mantive-me do teu lado. Acho que fui a única. Contra tudo e contra todos.


Mas entendeste também mandar-me embora. E eu respeito.


Sabes que estou mais do que habituada a ser "descartada".


Hoje fazes anos. Não te vou poder dar um abraço e partilhar sorrisos. Pela primeira vez.


Querida irmã, sê feliz....




Nota - Peço desculpa por este post não estar aberto a comentários!







quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Noitada II



Ora mais uma noitada a trabalhar.

Acho que no dia em que cair na cama durmo um ano seguido.

Mas isto de não dormir tem imensas vantagens.

Mais um quilo de gordura à vida.

Isto vai lá...






Esta semana vale a pena ser do signo de peixes....




Mais disponível para o amor é possível que uma nova paixão entre na sua vida.

Muito charme e magnetismo vai chamar a atenção de todos.









Acho que a pouco e pouco estou a conseguir transformar-me numa pessoa realista...





Amor é o que acontece entre

um homem e uma mulher

que não se conhecem muito bem.

William Maugham


Mensagens

Arquivo do blogue


Porque não defendo:guetos, delatores pidescos, fundamentalismos e desobediência civil. Porque defendo o bom senso